Como vender sanduíche natural? Dicas de embalagens e como começar

No Brasil, os lanches rápidos são muito populares. Salgados fritos e assados, hambúrgueres e espetinhos são exemplos de alimentos que as pessoas consomem muito por gosto ou pressa. Mas como estas costumam ser alternativas poucos saudáveis, vender sanduíche natural se tornou uma ótima opção para alcançar quem quer algo mais saudável.

E além de serem saudáveis, os sanduíches naturais também costumam ser muito saborosos. Sendo assim, mesmo entre as pessoas que não estão evitando as altas calorias eles ganham popularidade, pois é algo diferente do comum. Sem contar que são diversas opções de recheios!

Portanto, para quem quer ganhar dinheiro vendendo comida feita em casa, vender sanduíche natural pode ser uma boa estratégia. A seguir, confira algumas receitas e dicas para começar o seu negócio.

vender sanduíche natural

Como e onde vender sanduíche natural?

Entre os primeiros pontos importantes para se definir antes mesmo de começar o seu negócio, estão o público-alvo e o local de venda.

O público-alvo se refere ao perfil do cliente para quem você irá vender sanduíche natural. É muito importante saber quem são essas pessoas, pois assim você pode saber como conquistá-las, chamar sua atenção, e onde encontrá-las.

Ou seja, conhecer o seu público-alvo ajuda a definir questões como as receitas de sanduíches, as estratégias de marketing e o próprio local de vendas.

Local de vendas

Em relação às vendas, como elas se darão? Você pretende atender em um ponto fixo, vender por encomendas ou de “porta em porta”?

Caso a escolha seja um ponto comercial fixo, como uma lanchonete, por exemplo, é preciso considerar algumas coisas. Primeiro que esta é a alternativa que envolve mais custos, pois inclui o aluguel. Além disso, neste formato você precisa oferecer outros tipos de alimentos e bebidas para valer a pena. Portanto, aqui o seu público-alvo pode ser consumidores de lanches saudáveis e não saudáveis.

Mas se você atender por encomendas, é possível direcionar as suas vendas para um público específico. Nesse caso, você pode divulgar tanto para consumidores finais, que entram em contato pedindo entregas, quanto para estabelecimentos, como uma panificadora que irá comprar de você para revender, por exemplo. Em ambos os casos, é preciso investir em estratégias de divulgação.

Por fim, a opção das vendas corpo a corpo podem funcionar tanto para um público específico, quanto para consumidores em geral. Você pode escolher focar em ambientes onde podem haver mais clientes interessados em alimentos saudáveis, ou locais com grande movimentação de pessoas. Os lugares de atuação mais comuns entre vendedores de alimentos que escolhem este formato são terminais de ônibus, faculdades, e centros comerciais onde eles oferecem para funcionários das lojas.

Receitas de sanduíche natural para vender

Uma das principais vantagens para quem vai vender sanduíche natural é a diversidade de opções de recheios. Entre os principais sabores de sanduíches naturais, podemos destacar:

  • Peito de peru;
  • Frango (Salpicão);
  • Salame;
  • Atum;
  • Ricota;
  • Rúcula com tomate seco; entre outros.

O sabor de sanduíche natural mais tradicional é o de frango, que pode ser feito de diversas formas diferentes. Em alguns lugares este tipo de sanduíche é chamado de “salpicão”, em referência ao tradicional prato de almoço de domingo.

A seguir, vamos conhecer uma receita de sanduíche natural de frango que encontramos no site Tudo Gostoso.

Sanduíche Natural de Frango bem temperado

Ingredientes:

  • 100 g de frango desfiado pré-cozido
  • 1/2 cebola pequena picada
  • 1/2 tomate picado
  • 1 cenoura pequena ralada
  • 1/2 lata de milho verde
  • salsinha e cebolinha a gosto
  • sal a gosto
  • maionese light a gosto
  • pão de forma.

Modo de preparo: Refogue o frango desfiado com azeite, alho e cebola. Depois, misture com a cebola e o tomate picados, a cenoura ralada, o milho verde, a salsinha e cebolinha e o sal. Por fim, é só adicionar maionese até obter a consistência desejada para o recheio e montar o sanduíche.

O tempo de preparo desta receita é de 15 minutos, e o rendimento é de cinco porções. Para aumentar a quantidade de sanduíches, é só multiplicar os ingredientes. Caso queira conhecer outros tipos de sanduíche natural para vender, veja 4 receitas da Pif Paf alimentos.

Atenção à embalagem

Uma das partes mais importantes em relação às vendas de sanduíches naturais é a embalagem. Como estamos tratando de ingredientes como maionese e atum, é fundamental manter a temperatura dos sanduíches para que eles não estraguem.

Portanto, quando falamos de embalagem de sanduíche natural para vender, estamos falando em saúde pública e credibilidade do seu negócio. Afinal, se o cliente perceber que os seus sanduíches são embalados com cuidado, ele terá mais confiança no seu produto. Caso contrário…

Há três formas principais de embalar sanduíches naturais para venda, são elas:

Papel filme

Esta é a estratégia mais comum e também mais prática e barata. Basta cortar um pedaço do papel filme, colocar o sanduíche no centro e fechar em sua volta. Se certifique de que o sanduíche está bem selado e acrescente a etiqueta com a logo da sua empresa para finalizar dando um charme maior ao produto.

Papel Alumínio

Falando em charme maior, o papel alumínio pode dar uma impressão mais sofisticada ao sanduíche. Esta também é uma alternativa simples, e após embalar o lanche é só passar uma fita adesiva transparente para fechar bem, e inserir a etiqueta.

Papel Cartão

para quem quer uma alternativa mais personaliza, esta é uma boa pedida. A embalagem de papel cartão é uma espécie de caixinha para o sanduíche natural. Para comprá-la pronta, o valor varia conforme a empresa, mas é possível encontrar pacotes com 100 unidades por até R$ 40 na internet. Mas também é possível fazer essa embalagem em casa, como você pode conferir no vídeo abaixo:

Mas independentemente da embalagem escolhida, é essencial fazer uma embalagem que seja ao mesmo tempo segura e bonita. Mesmo que você coloque em papel filme, faça etiquetas que chamem a atenção e passem uma boa impressão. Além disso, não se esqueça de identificar o produto e inserir sua data de validade.

Por fim, que tal conferir este artigo sobre como calcular preço de venda de lanches? Esse é outro ponto fundamental para ter sucesso com seu negócio.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário