Como abrir um restaurante – Dicas e passo a passo para começar

Abrir um restaurante é o sonho de muitas pessoas que têm afinidade com o setor de culinária, porém, esse é considerado um negócio de risco médio, por isso precisa ser bem planejado para que não acabe dando prejuízo.

Os restaurantes são comércios bastante comuns e facilmente encontrados na maioria das localidades. Por conta disso, a competição nesse setor acaba sendo alta e inúmeras ferramentas precisam ser usadas pelo empreendedor para conquistar e fidelizar os seus clientes.

Apostar em um bom ponto de vendas, assim como um bom marketing e qualidade dos produtos, é essencial para ter sucesso. Porém, não é só isso que importa ao iniciar um negócio como esse, muitos pormenores precisam de tanta atenção quanto os pontos citados anteriormente.

como-abrir-um-restaurante

Se você está interessado em abrir um restaurante, no entanto, não sabe o que é necessário para iniciar a empreitada, a gente ajuda. Veja nos tópicos a seguir tudo o que você precisa fazer para montar o seu negócio e ter sucesso.

Defina qual será o seu tipo de restaurante

O primeiro passo para abrir o seu restaurante é decidir qual será o tipo do seu estabelecimento.

Nessa etapa, muitas pessoas já sabem perfeitamente no que querem investir seu tempo e dinheiro, como um restaurante japonês, francês, vegano, etc.

Aliás, o veganismo tem sido responsável por uma parcela significativa de novos restaurantes sendo abertos. Isso não é a toa, levando-se em conta que o mercado vegetariano já fatura por volta de R$15 milhões por ano no país.

Mas caso você esteja pensando em abrir um restaurante para suprir uma necessidade específica de uma localidade, é necessário realizar uma boa pesquisa para saber de que forma o seu estabelecimento pode se beneficiar disso.

Faça pesquisa de mercado

Nos passos a seguir você irá aprender basicamente a montar um Plano de Negócio, documento necessário tanto para que o empreendedor se localiza no próprio planejamento, quanto para conseguir investidores ou empréstimos no banco.

Para iniciar esse plano, o primeiro passo é realizar uma boa pesquisa de mercado na região onde você pretende abrir o seu restaurante.

A pesquisa de mercado diz respeito, principalmente, a dois pontos: público alvo e concorrência.

Público Alvo

Na análise de público alvo você irá descobrir quais são os seus clientes potenciais, no caso, aquelas pessoas que muito possivelmente frequentariam o seu negócio.

Você deve levantar qual a idade média desse público, gênero, profissão, grau de escolaridade, potencial financeiro e hábitos de consumo.

Por exemplo, digamos que você espere montar um restaurante próximo a um centro comercial, possivelmente seus clientes seriam os funcionários e clientes desse centro comercial. Esse público costuma ser mais jovem, de meia-idade ou mais velhos? E a maioria são homens, mulheres ou os números são parecidos? Qual a classe social dessas pessoas?

Se você está pensando no motivo de precisar saber tudo isso, imagine que você decida por abrir um restaurante italiano super tradicional a la carte, porém na localidade escolhida a maior incidência do público é de jovens entre 18 e 25 anos, homens, de baixa renda o qual o paladar preferível é por fast foods ou buffets de comida caseira a vontade, ou por kg. Em um local como esse, possivelmente o seu restaurante não seria muito bem-sucedido, concorda?

Concorrentes

A pesquisa dos concorrentes é tão importante quanto a pesquisa de público alvo quase que pelos mesmos motivos.

Nesse levantamento você precisa ter claro quem são os seus concorrentes, que tipo de serviços oferecem, quais os preços e promoções praticados por eles, além de outras informações relevantes.

Com esses dados, será mais fácil analisar quais estratégias você poderá aplicar no seu estabelecimento para se diferenciar dos outros ao seu redor, e claro, fazer ainda melhor alguma ação bem-sucedida de algum concorrente.

Localidade

Ao escolher a localidade é necessário levar em consideração as informações que você já adquiriu tanto na primeira quanto na segunda etapa.

Dessa forma, caso o seu restaurante seja específico, o ideal é realizar uma pesquisa de qual seria a localidade ideal para instalá-lo, no caso, aquele com maior incidência do seu público alvo.

Lembrando sempre que a melhor localização para um restaurante são locais com grande circulação de pessoas e carros, e com facilidade de acesso.

Se conseguir encontrar um local com estacionamento próprio ou próximo, ponto para você. Pessoas buscam por comodidade e uma experiência desde a hora de estacionar seus carros, até o momento de pagar a conta, por tanto, faça de tudo para oferecer esse conforto ao seu cliente.

Estrutura

Depois de escolher a localização do seu estabelecimento, está na hora de planejar toda a estrutura necessária para a realização dos atendimentos.

Os cômodos básicos que um restaurante precisa ter para iniciar suas atividades são: cozinha; despensa, sanitários e salão.

O tamanho da estrutura escolhida para a montagem do estabelecimento irá depender bastante de qual será o principal foco de atendimento. Por exemplo, se você pensa em atender mais in loco do que fazendo entregas, será necessário um local que comporte mais mesas, afinal de contas, de outra maneira você pode não realizar atendimentos o suficiente para cobrir o valor de investimento. Agora, se o foco principal for atender poucas pessoas no local e compensar com o delivery, sem problemas em escolher um imóvel com espaço reduzido.

Só não esqueça que, ainda que menor, é necessário que o espaço escolhido permita uma boa circulação no local tanto de clientes quanto da equipe de atendimento. Nada pior do que ir em algum lugar onde ao passar é necessário encostar em mesas e cadeiras alheias.

O local também precisa ter um espaço para o balcão de caixa, onde, além dos pagamentos também são expostos alguns produtos de consumo rápido.

Decoração do espaço

Em muitos casos, o empreendedor acaba tendo tantos gastos com o básico para a montagem de um restaurante que não investe na decoração do espaço. E mesmo entendo que o dinheiro pode ser curto, isso é um erro, afinal de contas, manter um local decorado com bom gosto, torna o ambiente mais aconchegante e convidativo aos consumidores.

Dessa forma, não esqueça dessa parte e tenha uma reserva financeira para poder trabalhar isso com cuidado.

Aparelhagem e móveis necessários para abrir um restaurante

Um restaurante exige grande investimento em aparelhos e móveis. Isso porque, a maior parte dos eletrodomésticos utilizados nesses locais precisam ser industriais e os móveis costumam ser comprados em maior quantidade.

Para diminuir um pouco o golpe no bolso do empreendedor é possível investir em aparelhos industriais usados. No entanto, esse tipo de compra exige todo o cuidado do mundo. Lembre-se que caso os equipamentos adquiridos não estejam em ótimas condições isso pode apresentar riscos para o seu negócio e para os seus clientes. Dessa forma, se for realizar esse tipo de compra, certifique-se de os produtos comprados estão funcionando perfeitamente, e antes de começar a usá-los, leve todos para fazer uma revisão especializada.

Agora se estiver tudo certo para investir em equipamentos novos, melhor. Nesse caso o único cuidado será na pesquisa de bons preços e marcas.

Os aparelhos e móveis essenciais de um restaurante são:

  • Mesas e cadeiras para atendimento;
  • Balcão de caixa;
  • Fogão industrial;
  • Geladeiras;
  • Freezer;
  • Lava-louças (já demos algumas indicações delas aqui)
  • Guarda-louças;
  • Paneleiros;
  • Pia industrial de pelo menos duas cubas;
  • Panelas grandes;
  • Louças e talheres;
  • Mesas de inox;
  • Bancadas para manutenção de alimentos;
  • Liquidificador ou centrífuga industrial para sucos (já demos dicas das melhores centrífugas de sucos aqui)
  • Batedeira;
  • Formas;
  • Entre muitos outros.

Funcionários para abrir um restaurante

O quadro de funcionários de um restaurante irá depender muito do porte do estabelecimento, de seu segmento e de qual será o objetivo de atendimentos.

Por exemplo, um estabelecimento que pretende investir mais no delivery do que nos atendimentos presenciais, precisará de um número de entregadores maior do que o número de garçons.

Apesar disso, o mais comum no quadro de funcionários de um restaurante é:

  • Cozinheiro (a)
  • Auxiliar de Cozinha
  • Atendente caixa
  • Gerente
  • Profissional de serviços gerais
  • Garçons
  • Entregadores

Documentos necessários para iniciar um restaurante

Por ser um estabelecimento que trabalha com a produção e manuseio de comida, a documentação para abrir um restaurante é um pouco mais exigente do que a para abrir outros tipos de estabelecimento.

Primeiro de tudo é necessário formalizar a sua empresa e para isso a melhor ideia é procurar o auxílio de um contador. Isso porque além de realizar a abertura da empresa esse profissional também irá auxiliar no pedido dos outros documentos necessários como:

  • Documento de vistoria do Corpo de Bombeiros;
  • Liberação da Vigilância Sanitária;
  • Cópia do contrato de locação ou compra do imóvel;
  • Registro de compras dos alimentos;
  • Inscrição Estadual;
  • Relatório de acompanhamento técnico;
  • Entre outros.

Investimento para abrir um restaurante

Como você pode perceber, abrir um restaurante exige a compra de vários equipamentos, por isso esse é considerado um negócio de alto investimento.

O valor necessário para iniciar um negócio de venda de alimentos irá depender de vários fatores, por isso não podemos cravar um montante “x”. No entanto, segundo levantamento realizado pelo Sebrae, é possível iniciar um restaurante com um mínimo de R$100 mil. Mas é claro, como dissemos, esse valor é extremamente variável, por isso exige uma grande pesquisa por parte do empreendedor.

Veja também

Como vender sucos naturais e sucos detox – Dicas para iniciar

 

Quer abrir um restaurante em casa?

Confira nossas dicas no vídeo de como vender comidas caseiras:

Esse foi um passo a passo simples com algumas dicas para você realizar o seu sonho de abrir um negócio alimentício. Mas, se quiser saber como funcionam outros modelos de negócio, veja a nossa aba sobre empreendedorismo aqui no site.

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário