Ramo de atividade empresarial: o que é e como definir

Todo empreendedor que decide abrir uma empresa acaba sendo inserido em um ramo de atividade empresarial. Mas afinal de contas, o que isso quer dizer?

O ramo de atividade empresarial é a definição do segmento no qual a empresa irá operar. Dessa forma, dependendo do tipo de produtos e trabalho oferecido pelo empreendimento ele se encaixará em uma das categorias disponíveis.

Essa definição acaba não sendo difícil de ser feita, afinal de contas, no momento em que se define qual será o tipo de negócio, o ramo de atividade já está praticamente definido, ainda que o empreendedor não tenha consciência disso.

ramo de atividade

O ramo de atividade da empresa é primordial de ser conhecido pelo empresário, afinal é por meio dele que outras estratégias do negócio poderão ser melhores definidas.

A seguir nós te explicamos exatamente o que é ramo de atividade empresarial e como o mesmo é definido.

O que é o ramo de atividade empresarial?

Ramo de atividade, como já dito, é o segmento empresarial do negócio. Ele é dividido em três categorias amplas:

  • Indústria;
  • Comércio;
  • Serviço;

Cada uma das três tem características próprias que definem os tipos de negócios que podem ser encaixados em cada uma. Apesar de serem apenas três, essas categorias conseguem amparar bem a maior parte das atividades empresariais vigentes no mercado.

Para entender melhor como cada uma delas é descrita, veja os tópicos a seguir.

Indústria

Empresas que se encaixam no segmento industrial, são aquelas que fabricam produtos por meio de transformação de um insumo. Ou seja, é toda e qualquer empresa que confecciona produtos, que posteriormente serão comercializados, a partir de uma matéria-prima.

Alguns exemplos desse tipo de empresa são os fabricantes de:

  • Roupas;
  • Veículos;
  • Móveis;
  • Eletrônicos;
  • Alimentos;
  • Cosméticos.

Comércio

O segmento comercial, abrange todas as empresas que trabalham com vendas de produtos que foram obtidos da indústria. Dessa forma, encaixam-se nessa categoria tanto empresas que comercializam produtos no atacado quanto no varejo.

Alguns exemplos de empresas que se encaixam no ramo de atividade comercial são:

  • Lojas de roupas e calçados;
  • Drogarias;
  • Supermercados;
  • Lojas de materiais de construção;
  • Bares;
  • Perfumarias.

Já no segmento de serviços estão os negócios que oferecem a prestação de serviços por meio de mão de obra. Ou seja, os trabalhadores e empresas que trabalham oferecendo soluções a seus clientes.

Exemplos de negócios que se encaixam no ramo de atividade de serviços são:

Por último, existem as empresas que se encaixam tanto no setor industrial quando no de comércio. Nesse caso, são aquelas que além de fabricar seus produtos também praticam a venda dos mesmos.

Como definir o ramo de atividade do seu negócio

Como você pode perceber, para definir o ramo de atividade de um negócio, basta escolher que tipo de empresa gostaria de abrir. Dessa forma, é como se automaticamente ela fosse encaixada em uma categoria.

Dessa forma, essa não é uma preocupação primordial para o empreendedor.

Na contramão disso, um ponto que o empresário precisa analisar com muito cuidado  diz respeito ao CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) que é um código responsável por definir os produtos fabricados e comercializados e também os serviços prestados da empresa.

Essa definição é a responsável por ditar quais os impostos que a empresa irá pagar, assim como em quais programas de incentivos fiscais ela pode ser encaixada.

Por isso, é primordial que o empreendedor utilize um CNAE que não tenha divergências com a atividade da empresa. Do contrário, além de poder ter que pagar impostos indevidos, a empresa também pode ser penalizada legalmente, ficando irregular junto aos órgãos do Estado.

Sendo assim, para não correr nenhum risco de erros, é indicado que todo o processo de abertura formal da sua empresa seja acompanhado por um profissional de contabilidade.

Ele saberá todos os passou a serem seguidos até a abertura das portas do seu negócio e, além disso, poderá te auxiliar em qualquer dúvida em relação a burocracias que possa surgir durante o processo.

Veja também: Como conseguir empréstimo para MEI? Alternativas para microempresas

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário