Como abrir seu próprio negócio? passo a passo do que é preciso fazer

Com o aumento do desemprego, cada vez mais pessoas tem buscando se arriscar no mundo do empreendedorismo, porém nem sempre isso é feito da maneira correta. Para abrir um negócio com verdadeiro potencial de dar certo, é necessário seguir uma série de processos.

Apesar de algumas pessoas pensarem seriante em pular algumas etapas sugeridas por especialistas por acharem “desnecessário” ou “demorado demais”, é bom ficar sabendo que isso não é uma boa ideia. O objetivo de todo o planejamento antes de iniciar uma atividade econômica, é prever a viabilidade do negócio que será montado. Sem isso, as chances de que uma pessoa tenha sérios prejuízos ai invés do lucro almejado são enormes.

O principal a se entender é que todo empreendimento irá exigir algum tipo de investimento, seja dinheiro, tempo, suor ou lágrima (normalmente esse pacote é completo ;)). Por esse motivo para ter certeza de que todo esse esforço mental, financeiro e físico irá valer a pena, o melhor a se fazer é pensar tudo com mais calma e realizar todo o processo com paciência.

como abrir um negócio

Então, se o seu objetivo é abrir um negócio da forma correta, porém você não tem nem ideia por onde começar, acompanhe o passo a passo a seguir.

Tipo de negócio

A primeira definição de todas é em que tipo de negócio você pretende investir.

Se você já sabe exatamente em que segmento quer empreender, maravilha! Caso não tenha certeza, o melhor a se fazer é definir quais são os seus objetivos ao abrir um negócio. Esses objetivos podem ser:

  • Trabalhar com algo que você gosta;
  • Trabalhar em casa;
  • Colocar em prática uma ideia inovadora;
  • Apostar em um negócio apenas para complementação de renda

Enfim, as opções nessa etapa são infinitas e devem ser muito bem avaliadas. Mas a dica geral é sempre escolher um tipo de negócio com o qual você tenha afinidade. Não invente de escolher um segmento que pode ser muito lucrativo, porém você irá odiar trabalhar com ele todos os dias.

Conheça o segmento escolhido a fundo

Após ter escolhido em qual segmento você irá operar está na hora de se especializar.

Tenha em mente que quanto mais você souber sobre o negócio que decidiu exercer, mais chances você terá de enxergar oportunidades onde outras pessoas talvez não vejam.

Por tanto, é nessa etapa que você irá realizar uma grande pesquisa de cases de sucesso de negócios semelhantes, quais os processos comuns e necessários para colocá-lo em prática, curiosidades e inovações que esse segmento vem obtendo ao longo do tempo, enfim. Se torne um verdadeiro especialista do seu empreendimento.

Pesquisa de Mercado

No terceiro passo é quando você irá começar a analisar a viabilidade de abrir o seu negócio onde você está planejando.

Nessa etapa você ira pesquisar sobre:

  • O perfil do seu público alvo;
  • Seus concorrentes;
  • Preços praticados nesse tipo de negócio;
  • Potencial de clientes;
  • Tendências de mercado;
  • Fornecedores

Com a análise desses dados já é possível ter uma boa noção se o seu tipo de negócio será ou não bem-sucedido no local onde você está planejando se instalar.

Tem dúvidas de como fazer uma boa análise de mercado? Então dê uma olhada nesse link.

Liste tudo que será necessário para abrir o seu negócio

Depois de concluídas as etapas anteriores e de você ter percebido que o seu negócio é viável, está na hora de montar um planejamento de tudo que você irá precisar para enfim tirá-lo do papel.

Nesse planejamento você deve listar:

  • Estrutura física necessária para abrir o seu negócio (imóvel, móveis, aparelhos tecnológicos, veículo, etc.)
  • Fornecedores (caso seja o caso)
  • Se será preciso contratar funcionários, quantos e quais;
  • Canais de venda (loja física, venda online, telefone…)
  • Contratação de profissional de contabilidade;
  • Contratação de serviços de terceiros;
  • Planejamento de marketing;
  • Outros.

Nesse plano deve constar absolutamente tudo o que você irá precisar para iniciar as suas atividades. Depois de tudo listado, está na hora de analisar o investimento necessário.

Investimento

Obviamente que quando você escolheu o seu modelo de negócio você já conseguiu ter uma base de quando dinheiro seria preciso para abri-lo. Porém, apenas depois de todos os passos anteriores analisados e listados minuciosamente é realmente possível ter um parâmetro completo de qual deverá ser o seu real valor de investimento.

Caso você perceba que o valor total será muito maior do que o esperado, há algumas coisas que podem ser feitas:

  • Tentar adaptar o negócio a uma estrutura menor e, dessa forma, mais barata;
  • Começar a busca por um sócio ou investidor;
  • Fazer um empréstimo (não é o mais aconselhável, ok?)
  • Pensar em um negócio mais viável.

Nesses casos, as melhores opções são as alternativas 1 e 2. E em relação à segunda, você pode ler esse artigo aqui sobre como conseguir investimento. Temos certeza que ela irá esclarecer algumas dúvidas que podem surgir nessa busca.

Agora, se no caso você já tiver todo o aporte necessário para iniciar o negócio, é só continuar nas próximas duas etapas.

Formalizando a sua empresa

Encerrada todas as etapas de análise agora é o momento de formalizar o seu negócio e iniciar as suas atividades.

Para isso o melhor é contar com o auxílio de um contador, ainda mais se o seu negócio exigir a contratação de outras pessoas.

Procure um escritório de contabilidade e lá serão realizadas todas as etapas burocráticas de legalização da sua empresa, pedidos de outros documentos necessários para legalização em órgãos públicos e demais processos.

Veja também

Trabalhar mais em menos tempo para aumentar a qualidade de vida

As 10 franquias mais baratas e de sucesso para abrir em 2021

Agora que você já conhece todos os passos necessários para abrir o seu negócio, basta colocá-los em prática. E se quiser saber mais sobre questões de marketing para empresa, dê uma olhada no nosso texto sobre 5 ferramentas de marketing que todo empreendedor precisa conhecer.

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário