Franquia Giraffas – Investimento, Regras e Como funciona

No mercado de franquias brasileiro, a categoria que mais se investe, sem dúvidas, é a de alimentação. E para quem busca por uma marca bem estabelecida e com amplo reconhecimento para investir, a franquia Giraffas pode ser uma boa opção.

O Giraffas é uma rede de restaurantes, fundado em 1981 no Distrito Federal. A partir de 1991, a empresa passou a adotar o modelo de franquia, o que permitiu a expansão da rede por todos os estados do Brasil. Em 2011 a rede lançou sua primeira unidade internacional, e atualmente possui 5 lojas espalhadas pela Flórida, nos Estados Unidos.

Com uma solidez de mercado de 30 anos, o Giraffas oferece fast-food de qualidade e foi pioneiro na oferta dos “pratos feitos” nesse tipo de estabelecimento. Um dos maiores objetivos da marca é fazer com que seu cardápio tenha alimentos saudáveis e seja acessível.

Publicidade

Veja a seguir mais informações sobre a franquia Giraffas como valor de investimento, processo de franqueamento, entre outras informações.



Investimento em uma franquia Giraffas

franquia-giraffas

Assim como boa parte das grandes marcas de alimentação, o investimento em uma unidade do Giraffas é considerável. Contudo, quando comparados a outras marcas internacionais, como Mc Donalds e Burguer King, por exemplo, percebe-se que os valores exigidos pela franqueadora estão na média.

Para a instalação de uma loja Giraffas, a franqueadora exige um espaço que vá de 50 m² até 200 m², a depender do modelo de franquia escolhido.

As unidades podem ser instaladas em praças de alimentação de shoppings, hipermercados, centros comerciais, pontos de rua, entre outras localidades com grande circulação de pessoas.

Publicidade


Publicidade


Os valores de investimento em uma franquia Giraffas contemplam os seguintes itens:

  • Taxa de franquia;
  • Projeto e construção de loja;
  • Equipamentos e utensílios;
  • Seleção e treinamento de equipe de funcionários;
  • Ações de marketing para a inauguração.

Atualmente, o Giraffas conta com três modelos de franquia, com foco no pequeno, médio e grande investidos. Esses modelos são:

Publicidade

Loja de Shopping

A franquia em formato de loja de shopping é aquela tradicional, instaladas em praças de alimentação. Comumente elas possuem painel expositor de opções, e retirada de pedidos diretamente no balcão.

Publicidade

Os dados de investimento para esse modelo de unidade são os seguintes:

  • Investimento Inicial: R$550 mil
  •  Taxa de Franquia: R$60 mil
  •  Faturamento médio: não informado
  •  Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
  •  Retorno: entre 36 e 48 meses

Loja de Rua

As lojas de rua do Giraffas são restaurantes completos que devem ter um espaço mínimo de 200 m².

Os investimentos necessários para a instalação desse modelo de unidade são:

  • Investimento Inicial: R$650 mil
  •  Taxa de Franquia: R$60 mil
  •  Faturamento médio: não informado
  •  Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
  •  Retorno: entre 36 e 48 meses

Container

O modelo de loja container é o mais recente da marca e foi pensado para ser instalado em locais como postos de combustíveis e grandes rodovias.

Esse tipo de unidade é a que exige maior investimento por parte do empreendedor interessado.

  • Investimento Inicial: R$750 mil
  •  Taxa de Franquia: R$60 mil
  •  Faturamento médio: não informado
  •  Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
  •  Retorno: entre 36 e 48 meses

Qual o lucro médio de uma franquia Giraffas

O Giraffas não divulga abertamente em seu site o valor médio de faturamento e a lucratividade de suas unidades.

Apesar disso, segundo uma matéria do jornal Gazeta do Povo de 2018, até aquele ano o faturamento médio de uma unidade Giraffas era de R$170 mil, com lucratividade entre 10% e 15%.

Apesar dessas informações do veículo, o ideal é conversar diretamente com a franqueadora para saber dados mais concretos.

Publicidade

Como abrir uma franquia Giraffas

O processo de abertura de uma franquia Giraffas começa com o envio do formulário de interesse, que pode ser encontrado no site da marca.

A partir disso, a empresa entra em contato com o interessado para dar inícios as avaliações e etapas de franqueamento.

Publicidade

Segundo a própria rede, o processo de franqueamento de novos players, passa por 7 etapas até sua conclusão e inauguração da loja.

  1. A primeira etapa diz respeito a entrevista com o interessado e apresentação completa da marca;
  2. Em seguida, é feito o preenchimento e envio da ficha de pré-qualificação;
  3. Nessa etapa interessado e franqueadora devem buscar e negociar qual será o ponto comercial da nova unidade;
  4. Na quarta etapa é realizada a apresentação do Plano de Negócio;
  5. Na quinta etapa é feito um “test drive” do interessado em uma unidade da empresa;
  6. Feito isso, acontece o envio da Circular de Oferta de Franquia (COF) e do pré-contrato;
  7. Por último é realizado a assinatura do contrato.

Perfil do franqueado Giraffas

Assim como todas as franquias, o Giraffas também tem um perfil específico que busca em seus novos parceiros. Esse perfil também é uma das coisas que será avaliada durante o processo de franqueamento.

A rede Giraffas busca interessado na marca que:

  • Possua recursos próprios para investimento na unidade;
  • Resida na região de interesse para abertura da unidade;
  • Seja o operador da franquia ou possua um sócio que assuma a operação;
  • Participe de todo o treinamento para administração da marca;
  • Esteja de acordo com todas as regras e padrões exigidos pela franqueadora.

Suporte prestado pela franqueadora

Uma das coisas mais importantes ao escolher uma franquia para investimento, é conhecer exatamente qual o suporte dado pela franqueadora.

Esses serviços facilitam a vida do empreendedor que sempre pode recorrer a empresa em casos de problemas, dúvidas ou qualquer outro tipo de situação destoante que venham a acontecer durante sua administração.

Segundo informações da empresa, o Giraffas oferece a seus franqueados:

  • Apoio durante a seleção e treinamento da equipe de funcionários;
  • Apoio nas ações de marketing e publicidade geral da empresa;
  • Assessoria de imprensa;
  • Apoio em questões jurídicas;
  • Orientação sobre o método da franquia;
  • Ajuda na busca e instalação do ponto comercial;
  • Entre outras coisas.

Apesar de a empresa afirmar que oferece todos esses suportes, uma dica aqui é conversar com outros franqueados da marca. Dessa forma, o empreendedor consegue ter uma visão mais clara de como a franqueadora realmente atua na prática em relação aos suportes oferecidos aos seus parceiros.

Publicidade

Veja também:Franquia Natura existe? Saiba como funcionam as lojas da marca

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário