Plano de Negócios: principais pontos para montar o seu

O Plano de Negócios é um documento importantíssimo no momento de abrir uma nova empresa. Ele é elaborado por meio de um conjunto de informações sobre o negócio, e servirá como guia no momento de colocar ações em prática.

Ao cogitar a ideia de abrir um negócio próprio, a primeira indicação dos especialistas na área é: fazer um planejamento.

Como boa parte dos novos negócios do mercado provém de pessoas sem experiência na área empresarial, infelizmente as chances do projeto dar errado são consideráveis. Isso acontece justamente porque parte desses novos empreendedores não planejam seus negócios a longo prazo. A maioria quer ter resultados rápidos, e quando isso não acontece, o ímpeto é “abortar a missão” e, consequentemente, sair no prejuízo por conta do montante já investido.

Publicidade

É para evitar esse tipo de situação que o conceito de Plano de Negócios foi criado.



Plano de negócios

Esse documento de planejamento é o meio que o empresário tem de mensurar os riscos e avaliar as oportunidades relacionadas ao seu empreendimento a curto, médio e longo prazo. Além disso, também é com a apresentação do Plano de Negócio que a busca por sócios, investimentos e até mesmo venda da empresa no futuro são facilitados.

Montando um Plano de Negócios

Uma das primeiras coisa a se saber sobre um Plano de Negócios, é que ele precisa ser elaborado antes do empreendimento ser colocado em operação. De outra forma, esse documento perde parte de seu objetivo que é orientar o empreendedor a encontrar as melhores soluções de montagem do negócio.

É claro que, se você já tem um empreendimento e só ficou sabendo da importância do Plano de Negócios agora, você pode sim elaborar um, com base naquilo que a sua empresa precisa. No entanto, frisamo novamente que o ideal é que essa etapa seja feita antes.

Publicidade


Publicidade


Bom, a elaboração desse documento exige bastante pesquisa, tanto do mercado quanto de outros fatores que podem afetar o negócio. Dessa forma, veja a seguir os principais pontos que precisam constar no seu planejamento:

Definição das Atividades da empresa

A primeira coisa que precisa constar no Plano de Negócios é o ramo de atividade, setor e quais os produtos ou serviços serão oferecidos pela empresa. Para definir isso, é muito importante conhecer a fundo o setor no qual se pretende atuar.

Publicidade

Para facilitar a colocada dessas informações em palavras no documento, você pode responder as perguntas:

Publicidade

  • Quais problemas o negócio deve resolver?
  • De que forma eles serão resolvidos?

Análise do Mercado para o Plano de Negócios

A análise do mercado, em especial da região na qual se vai atuar, é primordial para o sucesso de qualquer empreendimento. Dessa forma, nesse ponto do documento você precisará saber:

  • Quem são os seus concorrentes: nomes, o que oferecem, que preços praticam, quais estratégias utilizam, etc;
  • Qual é o seu público alvo: gênero, idade, hábitos de compras, etc;
  • Quais serão os seus possíveis fornecedores: como trabalham, quais os preços, prazos, etc.

Plano Operacional

Nessa etapa, o empreendedor precisará saber tudo o que irá precisa para que o negócio comece a operar. Dessa forma devem ser listados:

  • A localização do empreendimento;
  • Informações sobre o imóvel;
  • Quantos funcionários serão necessários e suas funções;
  • Equipamentos;
  • Etc.

É importante detalhar cada um dos itens para facilitar a busca de informações nos momentos em que for consultar o documento.

Lembrando sempre que todas essas definições exigem extensa pesquisa estratégica para saber quais as opções mais viáveis para o negócio.

Planejamento de Marketing

A divulgação é essencial em qualquer tipo de empresa, e por isso o planejamento de marketing deve ser elaborado desde o início da ideia de negócio.

Então, nesse tópico é preciso constar:

  • Quais canais de divulgação serão usados? mídia impressa, site, redes sociais, telefone, e-mail, etc;
  • Será necessário contratar serviço terceirizado para a elaboração desses materiais?
  • Caso seja montada uma equipe interna, quantos funcionários seriam e para quais funções?

Planejamento Financeiro

Esse provavelmente é a parte mais importante de todo o planejamento, afinal é ela que irá indicar quanto será necessário para tirar o negócio do papel e mantê-lo.

É pelo planejamento financeiro que o empreendedor saberá se tem o valor de investimento total para investimento, ou se precisará ir em busca de um sócio, empréstimo, financiamento e afins.

Publicidade

Nessa parte será necessário listar:

  • Previsão de gastos fixos;
  • Previsão de gastos variáveis;
  •  Noção geral de valor de investimento inicial na empresa.

Dicas gerais após a montagem do Plano de Negócios

O Plano de Negócio não é algo “inalterável”, pelo contrário, ele deve ser atualizado no momento em que houver alguma mudança no negócio.

Publicidade

Além disso, é importante avaliá-lo de tempos em tempos para saber se as estratégias dali realmente estão sendo aplicadas, ou mesmo se ainda fazem sentido dependendo de como o negócio está.

Se caso tiver dúvidas em como elaborar o documento, o melhor a se fazer é buscar orientação de um profissional de administração ou contabilidade. Outra opção é buscar ajuda no Sebrae da sua cidade que conta com prestadores de serviços especializados nessa área.

O plano de negócio deve ser utilizado no dia a dia da empresa, servindo como orientador para o empresário. Dessa forma, nada de montá-lo e depois esquecê-lo em uma gaveta.

Seguido exatamente aquilo que foi detalhadamente planejado com embasamento em pesquisas, certamente o seu empreendimento será bem-sucedido.

Veja também: 5 ideias de negócios lucrativos com baixo investimento para abrir em 2021

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário