Como fazer uma horta comercial e ganhar dinheiro – conheça nossas dicas

Ter uma horta comercial é uma opção de empreendimento para quem tem áreas de cultivo pequenas e médias. Mas, para atingir uma boa lucratividade é essencial saber montar a horta.

Aqui, damos dicas sobre como montar horta comercial e ganhar dinheiro com o cultivo na área. Confira e coloque todas em prática ao empreender!

como fazer horta comercial

Dicas sobre como fazer uma horta comercial

Há quem pense que basta plantar numa pequena área e pronto, já se tem uma horta comercial. Mas, não é assim que funciona! Existem diversas etapas que o produtor precisa cumprir e, a seguir, indicamos quais são:

Planejamento da horta

Publicidade

Trata-se da etapa inicial em que se planeja como a área de cultivo será utilizada. Para isso, o produtor deve levantar e analisar diversos pontos, como a área disponível, ferramentas que usará e insumos.



O ideal é listar tudo o que já se tem e o que precisa ser comprado. Então, faça uma estimativa de gastos, para saber se tem dinheiro suficiente para bancar o cultivo sem se endividar.

Também é interessante planejar o tamanho de canteiros e ruas. De modo geral, o canteiro costuma ter entre 90 e 120 centímetros de largura. As ruas, por sua vez, normalmente medem de 30 a 50 centímetros de largura, permitindo a passagem de pessoas e equipamentos.

Se estiver em dúvida sobre qual espaçamento adotar, confira quais são as medidas recomendadas para produção de cada tipo de hortaliça e frutas junto à Embrapa.

Publicidade


Publicidade


Avaliação do terreno

A avaliação do terreno é uma etapa essencial da montagem da horta comercial. É por meio dela que o produtor consegue saber previamente se o terreno é plano, se há boa incidência de luz solar e vento, se está perto de uma fonte de água ou se o solo é capaz de reter água da chuva.

Esses detalhes são importantes porque ajudam o produtor a identificar e trabalhar com a melhor cultura para o tipo de solo que possui. Dessa forma, aumenta-se a possibilidade de ter uma maior lucratividade, garantindo um uso adequado do terreno.

Publicidade

Insumos e ferramentas

O cultivo de alimentos demanda que o produtor tenha insumos e ferramentas para realizar diferentes serviços, como o preparo do solo, o plantio, a irrigação e a colheita.

Publicidade

Os insumos mais comuns são sementes, mudas e adubos. Já no que se refere às ferramentas, geralmente se utiliza mais pá, enxada, tesoura de poda, pulverizador, carrinho de mão, entre outros.

Vale lembrar que esses insumos e ferramentas são somente alguns dos principais, mas pode ser que sua cultura exija outros que não aparecem nessa lista.

Não importa qual insumo ou ferramenta for utilizar, é muito importante investir em material de qualidade. Sementes e mudas, por exemplo, devem ser provenientes de produtores confiáveis, que fornecem produtos livres de doenças.

Além disso, as ferramentas precisam ser resistentes a danos e devem ser higienizadas com frequência, para evitar que enferrujem com o passar do tempo, possibilitando que durem mais.

Escolha da hortaliça

A escolha da hortaliça deve ser feita de acordo com a análise do solo, clima da região, época do ano e orçamento disponível, para escolher algo que entregue boa produtividade e não endivide o produtor.

Normalmente, culturas de hortelã, alface, pimenta, laranja, entre outras, costumam dar boa produtividade e lucratividade, além de garantir colheita o ano inteiro se adotar práticas de cultivo adequadas.

Preparação do solo

A etapa de preparação do solo é muito importante para garantir uma boa safra. Normalmente, indica-se que o solo não seja compactado e não tenha muito cascalho, porque tais características são mais difíceis de corrigir.

Geralmente se mede a acidez do solo e se faz a correção, se necessária. Outro passo muito importante é a adubação, para garantir que a planta receba os nutrientes necessários para seu desenvolvimento.

Publicidade

Plantio

O plantio deve ser feito de acordo com recomendações de técnicos, sempre seguindo orientações de espaçamento, técnicas de semeadura, transplante de mudas, entre outras.

Essas orientações são importantes porque reduzem a possibilidade de ter uma produção baixa e também aumentam a chance de ter produtos de alta qualidade, o que possibilita que o agricultor lucre mais.

Publicidade

Venda e lucratividade

A venda pode ser feita para feirantes, supermercados, hortifrúti e comércios especializados, bem como para restaurantes, bares e lanchonetes. Se quiser aumentar sua lucratividade, trabalhe com diferenciais de mercado como produtos orgânicos.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário