Aprenda como plantar pimenta e ganhar dinheiro vendendo a pimenta e produtos derivados

Plantar pimenta para venda é uma opção de investimento para empreendedores e quem já atua como agricultor. O cultivo pode ser sua fonte principal de renda ou uma fonte extra, ajudando a complementar seu orçamento.

Neste post, damos dicas sobre como plantar pimenta e vender sua produção. Continue a leitura e confira!

como plantar pimenta

Por que plantar pimenta?

A pimenta tem amplo mercado o ano inteiro, portanto, apresenta uma boa oportunidade de lucrar com o produto. De sabor picante, ela é utilizada na preparação de alimentos, seja pelo consumidor final ou restaurantes.

Publicidade

Mas, essa não é a única possibilidade de venda! A pimenta também ganhou fama ornamental, tanto que é utilizada em pequenos vasos na decoração de interiores.



Além da ampla possibilidade de venda, o condimento também se destaca por ter plantio simplificado, podendo ser realizado em áreas pequenas, médias e grandes. Por isso, é uma opção versátil, que atende diversos perfis de produtores.

Como plantar pimenta

O plantio de pimenta deve ser feito adotando técnicas e recomendações específicas para ter uma produção alta. Confira, a seguir, quais são essas técnicas e recomendações:

Ambiente e solo para plantar pimenta

Recomenda-se que o ambiente seja quente, porque a pimenteira não se adapta bem a temperaturas baixas. Além disso, não tolera geadas. Logo, deixe para cultivá-la em meses de calor. Sobre o solo, o ideal é que seja profundo, fértil, leve e bem drenado.

Publicidade


Publicidade


Variedades de pimenta

O Brasil é rico em variedades de pimenta, que o produtor deve escolher antes de iniciar o plantio, sempre considerando o mercado e condições de cultivo para assegurar uma boa produtividade.

As variedades mais cultivadas são a malagueta, pimenta de cheiro, dedo de moça, pimenta do reino e a pimenta de bode, especialmente quando se fala em condimento de alimentos.

Publicidade

Se for para decoração / ornamentação, recomenda-se escolher a variedade de pimenta avermelhada e de pequeno porte.

Publicidade

Quer minimizar a possibilidade de prejuízo? Então, escolha uma variedade que seja mais resistente a doenças e pragas. Também é interessante usar proteção de mudas, para controle de ervas daninhas, e aplicar fungicidas e bactericidas registrados.

Plantio

O plantio normalmente é feito em sulcos de 30 a 40 centímetros de largura, bem como com 20 a 25 centímetros de profundidade, com distância de 80 centímetros entre si.

Se preferir, existe a possibilidade de plantar em covas. Neste caso, o tamanho delas varia conforme o tipo de embalagem utilizada nas mudas, se bandejas ou sacos. Mas, geralmente o padrão de tamanho é de 20 centímetros de largura, profundidade e distância.

Transplantio

O transplantio ocorre quando as mudas possuem cinco folhas ou dez centímetros de altura. É muito importante ter cuidado para não danificar as raízes ao retirar as mudas da embalagem. Depois que fizer o processo, indica-se irrigar as mudas, sempre com o cuidado de evitar encharcamento.

Poda

O ideal é que a poda aconteça depois da frutificação e em colheitas contínuas após a produção. Esse é um detalhe importante porque a poda estimula o rebrotamento e garante uma boa produtividade.

Produção e colheita

A produção pode ocorrer por vários meses, de acordo com as condições climáticas do local, fertilidade do solo e variedade eleita para plantio. Normalmente, a colheita inicia de 50 a 60 dias depois da floração.

Se a temperatura do local de plantio for mais alta, o desenvolvimento da pimenteira é mais rápido e o prazo para floração e colheita pode ser menor.

Como vender pimenta

A venda de sua produção pode ocorrer de diferentes formas. A mais tradicional é a comercialização do produto in natura para feirantes, supermercados e lojas especializadas, bem como para restaurantes, bares e lanchonetes.

Publicidade

Há a possibilidade de vender produtos derivados da pimenta, como conservas, pimenta em pó, geleias e molhos, que podem ser vendidos em kits. Outra opção é fabricar temperos prontos com pimenta, alternativas práticas para preparo de alimentos.

Caso seu cultivo seja de pimenta ornamental, é possível vendê-la direito para floriculturas ou fornecedores de decoradores e organizadores de festas e eventos.

Publicidade

Independente da opção de venda, é muito importante utilizar embalagens adequadas para proteger seu produto e seguir boas práticas de armazenamento e transporte, para assegurar a qualidade da pimenta.

Também tenha o cuidado de precificar adequadamente seu produto, para evitar prejuízos. Considere variáveis como ser produto derivado ou orgânico, alternativas com valor agregado que possibilitam maior lucratividade.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário