4 hortaliças que dão mais lucro na hora de vender

Plantar e vender hortaliças é uma alternativa para empreender no ramo de alimentos, cultivando-os em uma área pequena. Essas atividades podem ser as principais fontes de renda do produtor ou uma forma de ganhar dinheiro extra, complementando seu orçamento mensal.

Quer investir nesse segmento, mas não sabe o que dá um bom retorno financeiro? Então, confira nossa lista com 4 hortaliças que dão mais lucro na hora de vender!

hortaliças que dão mais lucro

1. Alface

A alface é uma das hortaliças mais consumidas do país, fazendo parte das refeições da maioria dos brasileiros. Logo, apresenta uma boa demanda e o produtor pode ter mais lucro ao vendê-la.

Publicidade

Existe uma ampla variedade de alface, como a que possui folha lisa, crespa, verde ou roxa. Há opções que resistem a temperaturas altas, médias e baixas, o que possibilita escolher a mais adequada à região que pretende plantar.



A colheita costuma acontecer de 55 a 130 dias após o plantio, o que possibilita ter um retorno do investimento num prazo menor do que culturas que têm colheita tardia.

2. Batata

A batata adapta-se melhor a solos arenosos e a recomendação geral é que inicie o plantio no inverno e na primavera. A colheita pode ser feita de 90 a 120 dias após a semeadura, quando as ramas começam a secar.

Para plantio, normalmente se utiliza batatas com brotações, mas também pode ser feita por meio de mudas cultivadas em locais livres de doenças e/ou pragas. Em áreas pequenas como a horta dá para fazer a extração manual durante a colheita.

Publicidade


Publicidade


3. Cebola

A cebola tem papel importante nos pratos, seja na comida caseira ou de restaurantes, ajudando a dar sabor. A demanda por essa hortaliça é alta o ano todo, sendo uma excelente alternativa para lucrar mais.

O cultivo de cebola não exige que o produtor adote técnicas complexas para plantio e o custo costuma ser baixo, especialmente quando se utiliza boas práticas.

Publicidade

Recomenda-se plantar cebola em um local com boa luminosidade durante a maior parte do dia, pois a incidência da luz permite uma indução, formação e manutenção adequada do bulbo.

Publicidade

Sobre o solo, ele deve ser úmido e a região da plantação deve ter clima entre 20ºC e 25ºC. A colheita normalmente ocorre de 100 a 180 dias após o plantio, quando as folhas começam a amarelar ou ficarem secas.

4. Tomate

O tomate tem mercado garantido o ano inteiro! Não é para menos, afinal, faz parte das refeições dos brasileiros, seja em saladas, acompanhamentos ou em molhos de massas.

Trata-se de uma hortaliça que prefere temperaturas entre 20ºC e 25ºC de dia, bem como de 15ºC a 20ºC de noite. Para plantio, indica-se que o solo seja areno-argiloso, solto, bem drenado e profundo.

A colheita normalmente acontece em 90 a 100 dias depois do plantio e não há necessidade de esperar o tomate amadurecer para realizá-la, uma vez que o fruto amadurece fora do tomateiro.

Quer ter ainda mais lucro? Venda orgânicos!

Os produtos orgânicos possuem valor agregado maior, o que significa que conseguirá vendê-los por preços mais altos. Como resultado, tem-se uma maior lucratividade, compensando o investimento.

No cultivo orgânico, adota-se somente insumos livres de produtos sintéticos como agrotóxicos e fertilizantes. Geralmente é feita adubagem com orgânicos gerados por compostagem e outra característica marcante é o uso racional de água.

A ideia é preservar ao máximo o meio ambiente, evitando impactos expressivos que podem danificar o solo, leitos de água, entre outros elementos naturais.

Como vender hortaliças

O produtor pode comercializar a hortaliça in natura, com possibilidade de venda para feirantes, supermercados e comércios especializados. Outra boa opção é vender para restaurantes, bares e lanchonetes.

Publicidade

Além da versão in natura, o produtor pode trabalhar com produtos derivados. Tomando a alface como exemplo, pode comercializar saladas prontas e frescas por meio de aplicativos de delivery.

Se decidir cultivar tomate, por exemplo, pode utilizá-lo como matéria-prima para produção de molhos. Esta alternativa de produto possui alto valor agregado, aumentando sua possibilidade de lucro.

Publicidade

No caso de produtos derivados, adote boas práticas de fabricação, para oferecer um produto de excelente qualidade para o cliente. Além disso, tenha um cuidado especial com o armazenamento e embalagem, o que contribuirá à correta preservação dos produtos, bem como para uma excelente apresentação.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário