Natura Friday promove ofertas e a valorização de revendedoras da marca

Às vésperas de mais uma edição da Black Friday no Brasil, a Natura está promovendo a iniciativa “Natura Friday”. A campanha segue até o final de novembro e promove mais do que ofertas no período.

Além de um conjunto de descontos progressivos em produtos selecionados que chegam ao valor de 60%, a Natura Friday também foca na valorização da rede de revendedoras da marca.

Para cada compra realizada no varejo ou e-commerce da Natura, será doado R$ 1 para projetos sociais comandados por consultoras de beleza da empresa. Com o lema “Eu me importo de quem eu compro”, a marca destaca que os clientes também são responsáveis pela valorização das revendedoras e por manter a economia circulando.

Natura Friday

De acordo com a diretora de vendas da Natura, Cida Franco, a marca valoriza a ideia de contribuir para que as compras de novembro sejam mais significativas. Por isso, os tradicionais descontos do período estarão disponíveis aos clientes, mas também serão ressaltados as origens dos produtos e as pessoas por trás de suas vendas.

Assinada pela agência Africa, a campanha se baseia no conceito “Natura da”, projeto inspirado em histórias reais de revendedoras. Com essa iniciativa, as peças publicitárias levam os nomes de diversas mulheres, como “Natura Friday da Aline”, “Natura Friday da Marcia”, e assim por diante.

Leia também

A diretora-executiva de Criação da Africa, Sophie Schonburg, comenta que a proposta da campanha vai muito além da personalização dos nomes. Segundo ela, a intenção dos realizadores é dar um novo valor a hábitos de consumo que normalmente acontecem de forma impensada durante o mês de novembro.

Estamos fazendo isso seguindo toda a comunicação que desenvolvemos ao longo de 2020, dando enfoque às vendas via consultoras no ano em que mais destacamos e valorizamos esse público e suas histórias”, conclui a executiva.

Nesse sentido, a Natura também publicou recentemente um manifesto que exalta sua rede de afeto, e dois minidocumentários narrados pelo rapper Emicida contando algumas histórias de vidas.

Além disso, a empresa também lançou uma plataforma digital com o objetivo de divulgar perfis de pessoas desta rede, a “Páginas Laranjas”. Por meio desta plataforma, é possível conhecer histórias de revendedores e revendedoras e também acessar as páginas online destes profissionais.

Campanha também ajuda projetos sociais

Conforme já destacado, a Natura irá doar R$ 1,00 para projetos sociais a cada compra realizada no marketplace ou nas lojas da marca.

Para isso, foram selecionados 15 projetos de todas as cinco regiões do país para participar da campanha. São projetos que apesar de terem frentes de atuação variadas, contam com o mesmo objetivo de promover impacto positivo em sua comunidade.

As iniciativas contempladas atuam em frentes como de suporte a mulheres, jovens e comunidades em situações de vulnerabilidade, de incentivo a atividades culturais e educativas, e de apoio para geração de renda.

Além disso, a campanha da Natura também irá apoiar o programa Acolher 2021. Esta é uma nova iniciativa voltada à formação de lideranças sociais que irá fomentar ações de impacto social dentro da rede de Consultoras Natura.

Para mais informações sobre a campanha, as promoções e os projetos participantes, é só acessar o site da Natura Friday.

Projetos beneficiados pelo Natura Friday

A seguir, você pode conferir quais são os projetos comandados por revendedoras da Natura que foram beneficiados pela iniciativa.

  • AMAC – Associação de Mulheres de Atitude com Compromisso Social;
  • Associação de amparo ao idoso Padre Olmiro Hartmann;
  • Instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural;
  • Instituto Banco Tupinambá de Desenvolvimento e Socioeconomia Solidária;
  • COOPERLAD – B. Cooperativa de produção da agricultura familiar da comunidade de Lagoa de Dentro e Região;
  • Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Cachoerinha Pais e Amor;
  • Grupo União Pela Vida – Umuarama;
  • Associação Projeto Romper;
  • Associação Sempre Viva – Mulheres Mastectomizadas – Catanduva / SP;
  • BORDANA – Cooperativa de Trabalho de Produção de Bordado Manual e Artesanato do Cerrado Goiano;
  • Associação Clube Literário Tamboril;
  • PAESPE – Empresa Júnior de Engenharia Química e Engenharia Ambiental;
  • Biblioteca Ler é Preciso – Conselho Comunitário do Bairro Angelim.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário