Mercado Livre está na lista de empresas mais influentes do mundo

Nesse ano, uma das maiores revistas do mundo, a Time, listou o Mercado Livre em seu ranking das 100 empresas mais influentes do mundo.

O ranking foi lançado no dia 27 de abril e lista a gigante argentina do e-commerce na categoria “Líderes”. O marketplace aparece ao lado de outras grandes marcas, como Apple, Nike e a brasileira Nubank.

Na publicação, a repórter responsável, Ciara Nugent, destaca os contínuos esforços da empresa em ampliar sua rede logística, melhorar a acessibilidade da plataforma e impulsionar seu sistema de pagamentos pelo Mercado Pago.

“Desde a sua fundação em 1999, o Mercado Livre, a maior plataforma online da região, tem aumentado de forma contínua sua rede de logística, negócios de transporte e fintech de pagamentos digitais. […] Desde outubro, o Mercado Livre conquistou um valor superior a US$ 60 bilhões, o que o torna uma das empresas mais valiosas da América Latina,” escreveu Nugent. 

Publicidade

Segundo relatório apresentado pelo Mercado Livre em março de 2021, a empresa teve um aumento de 96,9% em dólares em comparação a 2019 de sua receita líquida, fechando o último trimestre de 2020 com 1,3 bilhão de dólares. Isso também representou um crescimento de 148,5% em moeda constante, também em comparação ao ano de 2019.



Confira também:
Mercado Livre passa a aceitar Pix como forma de pagamento

Marketplace prevê investimento de R$ 10 milhões no Brasil

Mercado Livre no ranking de empresas mais influentes

Com o objetivo de recuperar o posto de empresa mais valiosa da América Latina, o Mercado Livre anunciou em março desse ano que pretende investir R$ 10 bilhões no mercado brasileiro. Isso se deve ao Brasil ter sido o principal mercado da empresa em 2020, posto que deve ser mantido em 2021.

No ano passado o marketplace chegou a atingir o valor de 60,6 bilhões de dólares, o que até agosto a tornou o negócio mais valioso da América Latina. Atualmente esse título é da brasileira Vale, que está avaliada em 86,3 bilhões de dólares.

Publicidade


Publicidade


Com o investimento, a companhia argentina pretende impulsionar seus processos de vendas no país, inclusive aumentando seu quadro de funcionários. Segundo informação da empresa, estão previstas as contratações de mais 7 mil novos colaborados nesse ano.

Além disso, a empresa vem desde o início de 2021 ajustando alguns fatores com a intenção de conquistar cada vez mais clientes.

Publicidade

O frete grátis. que antes era apenas para produtos com valores acima de R$ 99,00, passou a ser garantido em compras que custem mais de R$ 79,00. Além disso, cada vez mais a empresa investirá em ações que promovam seu próprio sistema de logística como o Fulfillment e o Mercado Coletas, que contam com funções úteis a vendedores e compradores.

Publicidade

Outra novidade foi a inserção do Pix como mais uma das formas de pagamento da plataforma.

Mercado Livre passou a aceitar Pix no último mês de abril

O sistema de pagamentos instantâneos brasileiro está em funcionamento desde novembro do ano passado, porém apenas agora as grandes marcas estão mais abertas a aceitá-lo como parte de suas estratégias financeiras.

Desde o princípio, o Banco Central deixou claro que o Pix poderia ser uma forma mais barata para que empresas fizessem suas transações. Apesar disso, o que se notava é que boa parte dos negócios ainda estavam com certo receio de adotar o método.

Após quase seis meses de seu lançamento, o Pix se mostrou uma modalidade segura e realmente muito mais barata para empresas e clientes. Com isso, até mesmo o Mercado Livre decidiu por aderir a ele.

Agora, sempre que o consumidor decide comprar um produto pelo caminho direto (sem passar pelo carrinho de compras), uma das formas de pagamento que aparecem como opção é o Pix. E realizar transações dessa forma no Mercado Livre é muito simples:

  1. Faça login no app do Mercado Livre, escolha o produto a ser comprado e clique no botão “Comprar Agora”;
  2. Agora escolha o tipo de frete que deseja, e na tela seguinte escolha a sua preferência de pagamento clicando em “Com outros meios de pagamento” e em seguida selecionando a opção Pix;
  3. A plataforma irá gerar um código de compra que deve ser copiado e colado na opção Pix do app do seu banco;
  4. Após conferir todas as informações sobre a sua compra, basta confirmar o pagamento e pronto.

Para saber como realizar a compra com Pix acessando a plataforma pelo computador, basta ler esse artigo.

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário