Franquias de Pastel – As melhores para abrir no seu bairro

Quem resiste a um pastel quentinho e crocante, de preferência acompanhado por um refrigerante gelado, ou de um caldo de cana, não é mesmo? O amor que os brasileiros têm pelo pastel é de longa data e fez com que muitos empreendedores espertos decidissem aplicar um modelo inovador de negócio também para esse quitute: as franquias de pastel.

Muitas pessoas são acostumadas a consumir esse salgado em feiras populares e lanchonetes, porém, há alguns anos já é possível encontrar franquias que decidiram investir no pastel como o carro chefe de suas marcas. A partir disso, o alimento passou a ganhar espaço até mesmo em lugares e regiões nobres, onde, durante muito tempo, o pastel não tinha tanta relevância.

As franquias de pastel ajudaram a revolucionar a forma com ele é preparado e servido. Elas fizeram com que inúmeros outros sabores fossem acrescentados ao cardápio dos consumidores, e conseguiram ir além dos formatos e tamanho usuais desse salgado. Toda essa diversidade fez com que muitos outros públicos acabassem sendo atingidos e isso manteve a relevância dos pasteis mesmo com o passar dos anos.

franquias de pastel

Mas, porque investir em uma Franquia de Pastel ao invés de abrir uma pastelaria comum?

Não há, absolutamente, nada de errado no empreendedor que decide por montar uma pastelaria do zero ao invés de investir em uma franquia do segmento. Na verdade, em muitos casos essa é a melhor escolha para o empresário, afinal de contas, adquirir uma franquia costuma exigir um capital elevado.

Porém, para o empreendedor que tem um bom capital guardado, o investimento em uma franquia pode ter diversos benefícios.

Por exemplo, ao adquirir os direitos sobre uma marca, o empreendedor poderá usufruir de todo o reconhecimento e influência que a mesma já tem sobre o público.

Outro ponto é que, normalmente, as franqueadoras já tem as fórmulas padronizadas para a produção de seus produtos. Sendo assim, o empreendedor não precisará se preocupar em criar as próprias receitas, nem mesmo em treinar sua equipe, afinal de contas, isso é responsabilidade da franqueadora.

Mas claro, antes de fechar qualquer negócio, o negociante precisa ser muito claro com as próprias finanças e realidade. Só dessa forma ele poderá medir que forma de negócio é mais vantajosa.

Para o empreendedor que gostou da ideia de investir nas franquias de pastel, a seguir nós montamos uma lista com as 5 principais franquias do segmento atualmente.

E se por acaso, ao invés de adquirir uma franquia você esteja pensando em transforma a sua marca em uma, veja esse texto sobre Como montar uma franquia.

Dez Pastéis

A Dez Pastéis e a mais antiga e popular franquia de pastel do Brasil. A marca nasceu em 1961 e pode ser facilmente encontrada em diversos pontos comerciais espalhados pelas principais cidades brasileiras.

O carro chefe da marca, como o nome sugere, são os pasteis. No entanto, o catálogo de produtos da franquia também conta com saladas, refeições completas, panquecas, entre outros alimentos.

A franquia Dez Pasteis pode ser adquirida em 4 modelos diferentes. São eles:

  • Loja Express;
  • Loja de Shopping;
  • Mega loja (a opção mais completa);
  • Food Truck.

Investimento inicial: a partir de R$150 mil

Faturamento médio: de R$30 mil a R$50 mil

Taxa de Franquia: de R$30 mil a R$50 mil

Retorno: de 24 até 36 meses

Royalties: 5%

Pastelaria Fujiyama

O gostinho caseiro da comida tradicional de Minas Gerais é um dos atrativos da Pastelaria Fujiyama, uma das mais tradicionais do país.

A Fujiyama foi fundada em 1986 e atualmente trabalha com 3 modelos de franquias:

  • Loja de Rua;
  • Ponto de Shopping;
  • Loja de rua com instalação de bar;

A marca trabalha com um extenso cardápio de pasteis, de vários sabores e tamanhos, e também oferece outros tipos de refeição como porções, alimentos saudáveis, bebidas e sobremesas.

Investimento inicial: a partir de R$100 mil

Faturamento médio: R$70 mil

Taxa de Franquia: R$30 mil

Retorno: de 24 até 36 meses

Royalties: R$1.800 mil

Pastel D’Amélia

O Pastel D’Amélia é o tipo de franquia de alimentos que tem uma cozinha central própria para garantir que seus produtos sejam o mais padronizados possível.

A franquia nasceu em 1997, e além dos pasteis a marca também oferece outros tipos de alimentos como saladas e bebidas em seu cardápio.

Os modelos de lojas podem ser abertos tanto em pontos de rua quanto em shoppings e centros comerciais.

Investimento inicial: a partir de R$130 mil

Faturamento médio: não informado

Taxa de Franquia: R$20 mil

Retorno: de 18 até 36 meses

Royalties: 5%

Bello Pastel Express

Um modelo mais moderno entre as franquias de pastel é a da Bello Pastel Express, que tem um layout clean e serve seus pastéis em vários tamanhos.

O mix de sabores da marca é bastante diversificado e ela também trabalha com outros alimentos além dos pasteis.

Seu modelo de franquia é o de loja, que podem ser instaladas em áreas a partir de 32 m².

Investimento inicial: a partir de R$250 mil

Faturamento médio: R$130 mil

Taxa de Franquia: R$50 mil

Retorno: até 36 meses

Royalties: 5%

Pastel da Maria

A nossa última opção de franquias de pastel da lista é a Pastel da Maria, eleito várias vezes como o melhor pastel de feira de São Paulo. A marca fundada em 1981 foi criada pela japonesa Maria Kuniko Yonaha, que além dos pastéis também acrescentou outras comidas de sua cultura oriental ao cardápio da pastelaria, como o Yakissoba.

A franquia Pastel da Maria trabalha com o modelo loja que pode ser instalada em pontos de rua e de shoppings.

Investimento inicial: a partir de R$180 mil

Faturamento médio: R$50 mil

Taxa de Franquia: R$40 mil

Retorno: até 24 meses

Royalties: 5%

Veja também

5 dicas para se diferenciar da concorrência e destacar o seu negócio

Como abrir um escritório de contabilidade – Requisitos e como começar

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário