Campanha “Você no Azul” renegocia dívidas com até 90% de desconto

A campanha “Você no Azul” realizada pela Caixa Econômica Federal tem como objetivo renegociar dívidas e limpar o nome de pessoas físicas e empresas, clientes da Caixa.

A ação vai até 31 de dezembro e poderão participar clientes que tenham dívidas em atraso entre R$50 e R$5 milhões. Nos casos de pagamentos feitos a vista, os descontos podem chegar até 90% da dívida total.

A ideia geral da iniciativa é retirar uma grande quantidade de clientes dos cadastros de restrição como SPC e Serasa. Com isso, espera-se que o número de potenciais compradores aumente, dando um estímulo a mais para que o capital econômico volte a girar no país.

Campanha Você no Azul Caixa
Publicidade

No total, a Caixa estima atingir mais de três milhões de pessoas e mais de 350 mil empresas que se encontram inadimplentes. Desse número, mais de 50% acumulam dívidas de até R$3.000,00.



A partir dessa terça-feira (15), vários caminhões de som irão passar pelos estados brasileiros divulgando a campanha. Entre as cidades visitadas estão São Luís (MA), Pelotas (RS), Palmas (TO) e Natal (RN).

As renegociações poderão ser realizadas nas agências físicas da Caixa, porém o foco maior será nos atendimentos realizados online.

Esse tipo de iniciativa tem acontecido com frequência. A Serasa, por exemplo, encerrou na semana passada a sua própria campanha de “limpa nomes”.

Publicidade


Publicidade


Como solicitar a renegociação de dívidas pelo “Você no Azul”

A instituição financeira Caixa está oferecendo diversos canais por onde os clientes podem solicitar a renegociação de suas dívidas.

Para os clientes que desejarem atendimento online, poderão entrar em contato através do WhatsApp pelo número 0800-726-0104. Ou ainda, poderá acessar o endereço caixa.gov.br/negociar  e realizar o atendimento direto pelo site da Caixa.

Publicidade

Também é possível realizar o processo pelas redes sociais como o Twitter e o Messenger do Facebook.

Publicidade

As negociações também podem ser realizados por telefone pelo número 0800-726-8068.

Para atendimento presencial, o interessado tem a opção de solicitar a renegociação de contratos até R$2.000,00, em uma unidade Lotérica informando o CPF ou CNPJ inadimplente. Também pode efetuar todo o processo do “Você no Azul” em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Veja também:

Grande campanha nacional para limpar nome foi proposta por candidato a presidência em 2018

Durante a campanha eleitoral de 2018, uma das propostas que ganhou notoriedade, e gerou um bom tanto de polêmica, foi a do candidato do PDT, Ciro Gomes. Na época o político alegava que se ganhasse a eleição, criaria uma campanha que tiraria 63 milhões de pessoas do cadastro do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito).

A proposta previa a renegociação de dívidas, com diminuição de juros e multas, por meio dos bancos públicos e privados com mediação do Governo Federal.

Segundo o ex-governador do Ceará, esse seria um modo válido para retomar o poder de compra dos brasileiros e reaquecer a economia do país que já vinha passando por uma notável crise financeira.

Muito criticado por seus adversários políticos, a maioria deles alegavam que a proposta não passava de promessa eleitoreira.

O atual presidente da república, Jair Bolsonaro, respondeu em debate na época, quando perguntado pelo então candidato Ciro Gomes o que achava de sua proposta de limpar o nome dos brasileiros:

Publicidade

Deus te ajude, Ciro, porque eu confesso que não tenho como pagar essa dívida de uma forma tão simplista como você está propondo aí”.

Apesar da alegação, já em 2019 a campanha “Você no Azul” teve sua primeira edição realizada em moldes muito como da proposta pelo candidato cearense, porém com proporções mais modestas.

Quando perguntado o que achou da campanha do Governo Federal realizada pela Caixa, Ciro Gomes respondeu em entrevista a Valor Investe:

Publicidade

Fico feliz que ouviram minha proposta e ao menos uma providência este governo desastrado está tomando para ajudar as famílias brasileiras. E fica a lição para Bolsonaro: estudar é muito importante”

O Governo Federal não quis comentar a declaração  feita por Ciro.

Veja também:

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário