Aprenda como plantar uva e ganhar dinheiro vendendo a fruta e produtos derivados

Plantar uva para vendê-la é uma opção de investimento ao pequeno, médio e grande produtor. Trata-se de uma fruta com ampla possibilidade de venda e alta procura, especialmente em períodos sazonais como as festas de fim de ano.

Neste post, você aprende como plantar uva, bem como dicas de venda da fruta, considerando a versão in natura e produtos derivados.

plantar uva

Compensa plantar uva para vender?

A uva é uma fruta com mercado garantido o ano inteiro, embora sua venda atinja índices mais elevados nas festas de fim de ano. Por isso, representa uma boa oportunidade de lucro para produtores.

Publicidade

Além disso, trata-se de uma fruta com boa demanda não somente junto aos consumidores finais, mas também junto a restaurantes, bares e produtores de vinhos. Logo, é uma excelente opção de investimento quando se busca um produto com boa possibilidade de venda.



Como plantar uva

O plantio de uva demanda cuidados específicos do produtor para ter uma produtividade boa. A seguir, indicamos quais são esses cuidados! Acompanhe e aprenda a plantar uva:

Variedade

Existe uma ampla variedade de uva e é importante que o produtor escolha a de seu plantio com base no clima e solo em que cultivará a fruta. Além disso, também é muito importante considerar se a uva será destinada ao consumidor final ou a fabricantes de vinho.

O motivo disso é simples: a uva consumida in natura nem sempre é a mesma da que é usada na fabricação de vinhos. Portanto, se quiser voltar sua produção para fabricantes de vinho, é importante escolher variedades que atendam especificamente esse público, como a Vitis vinifera.

Publicidade


Publicidade


Já a variedade Vitis labrusca é uma alternativa interessante para produzir a uva de mesa, para sucos e para produção de vinhos populares. Logo, é uma opção para quem quer ter um mercado mais amplo.

Não importa qual variedade escolha, sempre compre mudas de produtores registrados pelo Ministério de Agricultura. Caso queira reduzir a possibilidade de contaminações por doenças e pragas, opte por variedades mais resistentes, como a Niágara e Isabel.

Publicidade

Solo e ambiente para plantar uva

O solo ideal é o areno-argiloso, bem drenado, fértil e com pH que varia de 5 a 6. Também é importante que tenha declividade inferior a 20%. No que se refere à temperatura, recomenda-se que seja entre 15ºC e 30ºC, dependendo da variedade.

Publicidade

Plantio

O plantio é feito com mudas e em dois períodos específicos. Caso utilize muda de enxerto de raiz nua, o melhor período para iniciar o plantio é de julho a agosto.

Se for muda de torrão, o cultivo pode ser iniciado em qualquer época, desde que faça irrigações regulares. Se não for possível irrigar, recomenda-se o cultivo de outubro a dezembro.

Por ser uma planta trepadeira, o indicado é trabalhar com caramanchão para dar suporte ao desenvolvimento da parreira. Sobre o espaçamento, trabalha-se com vão de 2 por 2 metros, mas pode haver variação conforme condições do local de cultivo.

Adubação

A parreira não exige muita adubação, mas se recomenda realizá-la conforme a necessidade do solo e cultivo. De modo geral, utiliza-se um adubo orgânico pelo menos uma vez por ano, normalmente a partir da brotação.

Poda

A poda é essencial para a formação e produção da videira, tanto que deve ser realizada desde o plantio da muda, possibilitando que ganhe forma e tamanho.

Além disso, a poda mantém o equilíbrio entre vegetação e frutificação. Procure realizá-la no período de repouso e quando surgirem as primeiras brotações.

Produção e colheita

Demora-se de 85 a 200 dias para a colheita da uva, sendo que o que determina um menor prazo é a intensidade da luminosidade do local e a temperatura. Durante a fotossíntese, floração e produção deve haver muita luminosidade.

Como vender uva

A uva pode ser comercializada in natura para feirantes, supermercados, comércio especializado, restaurantes, bares, lanchonetes, entre outros.

Publicidade

Outra opção é vender produtos derivados da uva como sucos, tortas, bolos, geleias, compotas, vinagres e óleo de semente. Se tiver orçamento disponível, pode investir na fabricação de vinhos próprios. Caso não tenha, pode ser fornecedor de produtores de vinho.

Em todos os casos, sempre disponibilize produtos de qualidade, o que envolve ter um cuidado especial com o armazenamento, embalagem e transporte do produto, para manutenção de suas características.

Publicidade

Ao precificar, considere todos os seus custos, bem como variáveis como o fato de ser um produto derivado ou orgânico, que possui valor agregado e pode ser vendido por valores mais altos.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário