Como vender na Americanas? Requisitos e passo a passo

A Americanas é uma das principais redes de comércio varejista do Brasil, tanto no setor de lojas físicas quanto no e-commerce. Com uma marca tão reconhecida no mercado brasileiro, vender na Americanas pode ser uma boa estratégia para quem quer se inserir no comércio eletrônico.

A plataforma Americanas.com tem a maior variedade de produtos do e-commerce do país, e recebe mais de 480 milhões de acessos por mês. Além disso, a marca já recebeu diversas premiações em categorias como melhor atendimento e a marca mais querida do público.

Se você tem interesse de incluir o seu empreendimento no marketplace da Americanas, veja o passo a posso para vender na plataforma da empresa.

vender na americanas

Como vender na Americanas

Publicidade

O e-commerce da Americanas pertence ao grupo B2W Marketplace, que é o mesmo proprietário das plataformas Submarino e Shoptime. Sendo assim, os requisitos de integração para começar a vender na Americanas são os mesmos exigidos para os outros dois sites.



O que permite a vendedores externos comercializarem seus produtos na Americanas.com é marketplace da empresa. Marketplace é um canal disponibilizado por grandes redes de e-commerce para que outros comerciantes tenham uma vitrine online. Exemplo disso é o programa do Magazine Luíza que já mostramos aqui como fazer cadastro e usar para obter renda extra.

Para quem cumprir os requisitos exigidos pela B2W, basta se cadastrar no site para se tornar parceiro do grupo. Dessa forma, o comerciante pode fazer a integração dos produtos e vender nas três plataformas: Americanas.com, Submarino e Shoptime.

Para saber quais são esses requisitos e como se cadastrar no site da B2W, acompanhe o texto a seguir para conferir o passo a passo.

Publicidade


Publicidade


Requisitos para vender na Americanas

Conforme já dissemos, antes de se cadastrar no site da B2W, você precisa cumprir com alguns requisitos exigidos pelo grupo. Para uma empresa ter cadastro de parceira do grupo, ela deve possuir:

  • CNPJ ativo e sem restrições;
  • CNAE (Classificação Nacional de Atividade Econômica) no setor de comércio varejista.
  • Permissão para emitir Nota Fiscal Eletrônica (Nfe) via Sintegra. O próprio site da B2W explica o que é este sistema e qual a sua importância. Para quem é MEI vale a Nota Fiscal avulsa (Nfa), que é emitida pelo site da Receita Federal.
  • Certificado digital (e-CNPJ), necessário para assinar contrato digitalmente;
  • Contrato social com capital social mínimo de R$ 1.000.
  • Conta corrente vinculada ao CNPJ registrado.

Além disso, a plataforma também recomenda que você emita uma Certidão Negativa de Débitos (CND) para comprovar que não há débitos no seu CNPJ. Entretanto, este procedimento não é obrigatório, pois há a opção de se cadastrar sem este documento. Mas nesse caso o seu faturamento mensal fica limitado.

Publicidade

Para emitir a CND, você pode procurar ajuda de um profissional da área, caso não se sinta seguro fazendo este procedimento por conta própria. Mas se quiser entender melhor como funciona esse processo, recomendamos este artigo explicando como funciona a emissão de CND.

Publicidade

Como se cadastrar no site da B2W

Para fazer seu cadastro com o B2W Marketplace e começar a vender na Americanas – e também no Submarino e no Shoptime -, o procedimento é simples. E como você pode ver no vídeo abaixo, após se cadastrar basta configurar sua loja e começar a vender.

O cadastro para se tornar um vendedor parceiro do B2W deve ser feito por meio deste link, que te direciona para o site de inscrição do grupo. Na sequência, basta preencher os campos indicados com número do CNPJ e o e-mail da sua empresa. Caso você possua um código de cadastro, também deve informá-lo.

Após isso, basta clicar em “Continuar” para dar sequência ao procedimento informando os demais dados solicitados no formulário do B2W Marketplace. Depois de enviar a sua solicitação de cadastro na plataforma, é só esperar a resposta confirmando que a sua candidatura foi aceita.

Se a sua empresa já tiver uma loja virtual, você deve entra em contato com a empresa para saber se é possível fazer a integração. Normalmente, esse procedimento tira a necessidade de recadastrar todos os produtos na plataforma.

Por fim, informe quais produtos ficarão disponíveis para vender no marketplace da Americanas, os respectivos preços de cada item.

Custos para vender na Americanas

O marketplace da Americanas oferece uma série de vantagens para os vendedores parceiros, entre elas o fato de não exigir nenhum investimento para começar a vender.

O grupo B2W não cobra nada para fazer a integração de lojas virtuais e produtos ao site Americanas.com. Entretanto, a plataforma cobra uma espécie de comissão pelos produtos vendidos, de forma que você deve repassar um percentual do valor total de cada venda para a empresa.

Normalmente, esta taxa de comissão equivale a uma média de 16% do valor total da venda, ou seja, preço do produto + frete. Após a B2W desconta o valor de comissão após cada venda, e repassa o restante para a conta corrente do vendedor a cada 15 dias.

Publicidade

Portanto, para decidir se vale ou não a pena vender na Americanas, tenha em mente que se por um lado o cadastro é gratuito, por outro há taxas cobradas pelo espaço no marketplace, até porque o e-commerce da rede é um dos mais acessados do Brasil.

Sendo assim, o ideal é fazer uma lista de prós e contras e também pesquisar outras plataformas para saber qual a melhor para o seu negócio.

Publicidade

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário