Como vender na Amazon: passo a passo para se cadastrar e vender mais

A Amazon é uma das principais plataformas de e-commerce do mundo, contando com milhões de usuários. Para quem tem um produto próprio ou loja fazer o cadastro no site é uma excelente oportunidade de vender mais usando a base de clientes ativa no marketplace.

A premissa de vender na Amazon é muito parecida com a do Mercado Livre, mas se você não está por dentro nem de um, nem de outro, acompanhe os tópicos a seguir e veja como é fácil anunciar e vender dessa forma.

Como funciona a Amazon?

A Amazon é uma plataforma de marketplace que conecta os usuários com os vendedores. A partir do site ou aplicativo oficial os anunciantes poderão incluir dados do produto para que fiquem disponíveis na loja. Assim, quando um cadastrado fizer uma busca poderá comparar as ofertas disponíveis entre os vendedores da Amazon.

Nesse sentido, a Amazon funciona como um mediador de compras – garantindo tanto ao cliente como ao vendedor segurança em todo o processo de venda: na busca, forma de pagamento e no pós venda.

vender-na-amazon

Amazon é confiável?

Sim, a Amazon é uma empresa confiável. Assim como grande parte de sites de marketplace o nível de confiabilidade depende da empresa que está vendendo. Ou seja, na plataforma será possível encontrar lojas bem avaliadas e mal avaliadas pelos usuários – o que faz com que seja indispensável aos clientes uma pesquisa prévia antes de comprar.

Ainda assim, para quem está no site com o intuito de vender, são várias as vantagens. A Amazon é o site que cobra uma das menores taxas do mercado, por exemplo, e conta com possibilidade de rastreamento próprio do produto com um repasse de até 14 dias a partir da data de venda.

Taxas para vender na Amazon

Quem quer se cadastrar na Amazon para vender terá que considerar um dos planos da plataforma. As assinaturas disponíveis são:

💰 Plano individual

O plano Individual tem uma taxa de R$2 por produto vendido e é feito para o negociante que pretende vender menos de 10 itens por mês.

Além dessa taxa, também é cobrada uma comissão por venda+frete que pode variar entre 8% e 10% a depender da categoria de produto.

💰 Plano profissional

Já o plano profissional permite que o negociante também venda suas mercadorias em outros países. Para usá-lo, paga-se uma taxa fixa de R$19 e não há limite de vendas por mês.

Nesse plano também existe a cobrança de comissão nos mesmos moldes do Plano Individual.

Para saber mais como essas cobranças funcionam, acesse a tabela de tarifas atualizadas na Central de Vendedores Amazon.

Período de testes

A boa notícia para quem quer experimentar a plataforma é que o site tem um período de testes de 90 dias. Assim, o vendedor poderá fazer o cadastro e realizar as primeiras vendas sem custo nenhum antes de decidir se vale a pena assinar um dos planos da Amazon.

Como fazer cadastro na Amazon?

O cadastro para começar a vender na Amazon é simples e rápido de fazer. Você pode realizá-lo por meio do site oficial ou aplicativo. Acompanhe o passo a passo a seguir:

  1. Primeiro de tudo acesse o site  para vendedores e em seguida escolha entre os dois planos que citamos anteriormente;
  2. Na tela seguinte clique em “crie sua conta da Amazon” e em seguida preencha os campos com seu nome, e-mail e senha. Ao final clique em “próximo“. Uma mensagem de confirmação será enviada para o seu e-mail. Assim que acessá-la seu cadastro estará completo;
    Como fazer cadastro na Amazon
  3. Com o cadastro feito, você será direcionado para a página de configuração da sua conta de vendedor. Os dados de preenchimento que você precisa são:
  • nome da empresa
  • endereço
  • Telefone
  • Um cartão de crédito válido
  • número do CPF ou CNPJ

Após preencher tudo, marque a opção “Eu li e aceito os termos e condições do Contrato de Vendedor” caso concorde com tudo e pronto! Você já pode começar a vender seus produtos na Amazon.
Cadastro de Produtos na Amazon

Como usar o aplicativo da Amazon?

O site da Amazon é responsivo, portanto, será possível fazer o seu cadastro e usar o site no navegador, mesmo em dispositivos móveis. Entretanto, ter o aplicativo da Amazon instalado lhe garantirá alguns benefícios.

Com o aplicativo será possível, por exemplo, receber notificações de quando um produto é vendido e torna-se mais fácil acompanhar o status de rastreamento após o envio.

Para começar a usar basta fazer o download na Play Store se o seu celular é um Android ou naApple Store se o seu celular é um Iphone.

Vale lembrar que a Amazon é detentora de vários aplicativos e aplicativos.

Aplicativo da Amazon

Como cadastrar produtos na Amazon?

Para montar o seu catálogo de produtos você deve acessar o menu “catálogo” na barra superior da página da sua loja e em seguida selecionar a opção “adicionar produtos“.

Caso a sua mercadoria seja algo que já é vendido na Amazon, basta digitar o nome do produto no buscador e adicioná-lo ao seu catálogo. Contudo, se for um item que ainda não foi anunciado, clique em “crie uma nova oferta” e cadastre o produto.

Coloque as especificações do produto na descrição e digite o valor de compra.

Como vender na Amazon

Pronto! O seu produto está cadastrado e começará a aparecer nos resultados de busca da plataforma. Para conseguir ainda melhor performance o vendedor deverá seguir uma série de dicas e técnicas em SEO.

O que pode vender na Amazon?

É possível vender de tudo na Amazon, aliás, a plataforma é tem categorias bem definidas que facilitam a inclusão de quase todo tipo de conteúdo. Para se ter uma ideia, devido ao crescimento constante do site no Brasil, o site aumentou em 2020 de 16 para 35 categorias de produtos.

Com o site é possível vender desde produtos físicos, como roupas, eletrônicos e cosméticos até produtos digitais como cursos e e-books. Dependendo do produto, o vendedor poderá encontrar na Amazon exclusividade para sua categoria, como é o caso do Amazon Livros, por exemplo.

Como acompanhar os pedidos na Amazon?

Na página principal da sua loja dentro da Amazon, você terá todas as ferramentas para acompanhar as vendas feitas. Para isso, clique no menu “pedidos”e você terá acesso a todos os pedidos que devem ser preparados para o envio.

Aliás, as especificações de como acontecerão os envios são feitas pelo próprio comerciante em “configurações de envio”. Nessa página o negociante escolhe se o frete será calculado por peso ou tipo de produto, além de acompanhar o sistema de taxas de cada serviço de entrega.

Acompanhar pedidos na Amazon

Como é feito os pagamentos na Amazon?

Realizadas as vendas, o pagamento é feito na conta bancária do comerciante a cada 15 dias pela própria Amazon. E nas compras que forem realizadas de forma parcelada, o vendedor recebe o valor integral sem nenhuma cobrança de taxas por isso.

Como ficou claro, vender através de um marketplace é mais fácil do que parece e pode render bons lucros para quem precisa aumentar a receita.

Mas se você quiser ter um e-commerce próprio, como faz? Montar um negócio online também tem muitas vantagens e você pode conhecer algumas dicas para loja virtual que nós já demos por aqui.
Como criar uma loja na Amazon

Como vender na Amazon Brasil?

Para vender mais na Amazon Brasil é preciso seguir uma série de dicas que colaboram para um bom desempenho. Afinal, só cadastrar um produto no site pode não ser o suficiente para se obter o resultado desejado em meio a uma concorrência acirrada.

Para te ajudar a se sobressair à concorrência use estes 10 passos como guia:

1. Otimize as informações dos produtos

Técnicas de SEO para Amazon

A Amazon tem mais de 12 milhões de produtos cadastrados em sua base de dados. Isso quer dizer que não importa quão inovador é o seu produto, a chance de que outra pessoa esteja vendendo algo semelhante é enorme.

Por conta disso, é muito importante que todo o produto tenha o máximo de detalhes o possível. Assim, o usuário e a plataforma terão informações de sobra para te posicionar nas buscas e facilitar o entendimento de suas condições em comparação aos concorrentes.

Completar as informações do produto na Amazon é bem intuitivo. No momento do cadastramento do item, o que inclui o título usando palavras-chave do produto, descrição com tudo o que puder incluir de detalhes sobre a mercadoria e a loja (cores, tamanho, termos, etc) e preço.

Esta etapa da venda é tão importante que há alguns manuais específicos para esta funcionalidade, o que é conhecido por Product Data Management.

2. Tenha preços competitivos

Preços competitivos

Na hora de vender, pense como um comprador. Caso encontre outra loja bem avaliada que vende o mesmo produto por um preço menor, com certeza esta será a sua opção, não é mesmo?

Na Amazon é muito fácil para o cliente comparar preços de um mesmo produto entre lojas. Por isso, antes de precificar o seu, analise a concorrência e confira qual é a menor custo possível que você pode usar para a venda de uma mercadoria.

Para facilitar a sua busca você também pode utilizar o comparador de preços do Google. 

3. Use fotos profissionais dos seus produtos

Como tirar fotos de produtos para Amazon

Fotos profissionais servem como um sinal de credibilidade ao usuário, além de que ajudam a demonstrar todos os detalhes do seu produto. Por isso, vale a pena investir em imagens de qualidade. Capriche na quantidade e se dedique em fotografar cada detalhe, como se fosse uma avaliação do produto.

Caso não tenha capacidade técnica para tirar por conta própria as fotos de seus produtos, use fotos de divulgação.

Vale lembrar que nem sempre é necessário ter um equipamento profissional para fazer imagens de qualidade. Por aqui já ensinamos técnicas de como tirar fotos de produtos usando o celular. 

4. Inclua produtos na Buy Box

Buy Box

A Buy Box da Amazon é uma caixa informativa na qual aparece o preço completo do produto, incluindo o frete e eventuais brindes ou produtos adicionais que o cliente poderá incluir.

A métrica da Buy Box usa um algoritmo que favorece as lojas com boas métricas. Estas informações avaliadas são:

1️⃣ Fulfillment (FBA)

Esta é a variável que tem mais impacto na métrica final e é referente ao método de entrega do produto. Neste campo, a Amazon oferece ao vendedor a possibilidade de armazenar o seu estoque em um dos centros de atendimento da Amazon (que inclusive estão ampliando no Brasil).

Ao contratar o serviço, o vendedor se livra dos custos de envio e não terá qualquer custo adicional para o envio do pedido. Além da taxa padrão que será adicionada no plano contratado, a loja também será cobrado pelo espaço de armazenamento e pelos pedidos atendidos – portanto, é preciso avaliar o preço total do serviço de acordo com o tipo de mercadoria que vende e seu volume total de vendas.

Dessa forma, a própria Amazon poderá fazer o rastreamento dos pedidos. Esta modalidade dá uma melhor nota final porque a empresa terá a garantia de que o produto será enviado ao cliente, coisa que fica mais difícil de ser avaliada quando o frete é manejado pela própria loja.

2️⃣ Preço total

A segunda métrica levada em consideração é o preço total da compra. Ou seja, o preço completo do produto incluindo o valor do envio (frete). Quanto menor for o preço total, melhor será a avaliação da sua Buy Box.

3️⃣ Tempo de envio

A terceira métrica levada em consideração é o tempo de envio, isto é, o prazo que o vendedor promete para o envio de um produto.  Quanto menor for o tempo garantido, melhor.

Vale lembrar que este critério de avaliação tem um peso ainda maior quando se trata de uma mercadoria de envio crítico, como um cartão de aniversário, cosméticos e/ou produtos perecíveis.

5. Analise os dados de suas vendas para aprimorar suas técnicas

Avaliações e reviews amazon

Toda vez que você faz uma venda na Amazon poderá analisar em sua página de usuário as métricas de suas vendas. Neste campo é possível idenfificar eventuais melhorias que podem ser feitas na loja, como na descrição do produto ou em situações em que o usuário avaliou mal a loja.

Para garantir que você consiga compreender aquilo que pode melhorar no seu serviço, é muito válido investir numa estratégia de pós- venda. Afinal, as avaliações de compradores na plataforma ajudam a impulsionar suas vendas, além de que também são considerações importantes a ser avaliadas para a melhoria do seu desempenho.

6. Siga as políticas da Amazon para aparecer melhor nas buscas

Políticas da Amazon

Este item é fundamental para conseguir um bom posicionamento na Amazon. Afinal, o algoritmo usado na plataforma é baseado nas políticas de venda e código de conduta do vendedor. Para quem quer ter sucesso, vale a pena ler o manual completo no site oficial.

Estes guias de conduta do vendedor serão muito importantes em caso de incidêntes, como atraso no envios, produtos duplicados ou em relação as políticas de devolução. Para saber como agir corretamente em cada um destes casos tenha sempre em mão o guia de políticas da Amazon. 

7. Atualize os produtos conforme o estoque disponível

Estoque Amazon

Em qualquer plataforma de vendas online é muito importante fazer o constante gerenciamento do estoque. Afinal, uma das piores sensações que um vendedor pode ter é a de fazer a venda de um produto que não tinha mais no estoque.

Esta condição é ainda mais importante para quem faz o uso do Fullfiment da Amazon, pois vender um produto que já não está disponível em estoque poderá resultar na suspensão da conta.

Por fim, não pense que estas 7 dicas são o suficiente. Mantenha-se sempre informado sobre o assunto em outros canais e use ferramentas que te ajudem a melhorar o seu desempenho na plataforma. Certamente essa decisão vai te ajudar a vender muito mais online!

Veja Também:

Avatar
Jornalista formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e pós-graduanda em Negócios Digitais. Tem mais de 600 artigos publicados em sites dos mais variados nichos e quatro anos de experiência em marketing digital. Em seus trabalhos, busca usar da informação consciente como um instrumento de impacto positivo na sociedade.

Deixe seu comentário