Vender Artesanato no Mercado Livre. Vale a pena? Por onde começar?

As peças feitas a mão a cada dia ganham mais destaque no mercado visto o seu conceito de exclusividade tão buscado pelo consumidor. Dessa forma, vender artesanato no Mercado Livre pode ser uma das melhores maneiras de alcançar um número gigantesco de clientes potenciais e conseguir aumentar o faturamento.

O Mercado Livre é a maior plataforma de vendas online da América Latina e com ele o empreendedor potencializa suas chances de vendas. Apesar disso, antes de entrar de cabeça no marketplace, é preciso conhecer bem todas as suas políticas de usabilidade como os formatos de anúncios, taxas, estratégias e outras coisas.

Apenas com esse conhecimento o empreendedor consegue concluir se utilizar a plataforma para vender seu artesanato realmente vale ou não a pena para o objetivo do seu negócio.

Vender artesanato no Mercado Livre
Publicidade

A seguir você fica por dentro de algumas dicas que poderão te ajudar caso você decida vender artesanato no Mercado Livre.



Confira também:
Como vender roupas no Mercado Livre – 5 Dicas essenciais

Análise sua concorrência

A primeira dica para começar a vender artesanato no Mercado Livre é pesquisar os produtos dessa categoria que estão sendo vendidos na plataforma.

Busque por concorrentes que trabalham com produtos similares ao seu e quem possuem um grande número de vendas. Em seguida, análise de que forma esse concorrente anuncia o produto, qual título ele usa, em qual categoria ele registrou o produto, entre outros detalhes do anúncio.

Publicidade


Publicidade


Você jamais deve copiar o anúncio de outra pessoa, porém, é importante estudar o que o seu concorrente está fazendo que pode estar resultando em mais vendas para ele. Foque nesses pontos positivos para poder adaptar no momento de vender o seu produto.

Fotos para vender artesanato no Mercado Livre são essenciais

Se as imagens já são primordiais para outros tipos de produtos, quando se trata de artesanato elas são as maiores responsáveis pelo fechamento de vendas.

Publicidade

É muito importante que o artesão tenha fotos de ótima qualidade dos produtos que irá anunciar no Mercado Livre. Dessa forma, se puder, é uma boa ideia contratar um profissional para fazer esses registros.

Publicidade

É preciso explorar os melhores ângulos da mercadoria, preferencialmente em um fundo neutro e com riqueza de detalhes.

Caso a contratação de um fotógrafo seja inviável, veja aqui algumas dicas de como fazer boas fotos de produtos com o celular.

Pesquise os produtos que estão em alta

Se você é do tipo de artesão que faz de tudo um pouco e não foca em apenas uma linha de produção, uma ótima ideia é realizar uma pesquisa do que está na moda atualmente no mundo do artesanato.

Novos produtos costumam ser muito buscados no Mercado Livre justamente por conta da variedade de anunciantes. Sendo assim, se você perceber que uma tendência está surgindo forte e ainda são poucas as pessoas que trabalham com ela, essa pode ser uma ótima oportunidade para que você se destaque na plataforma.

Busque em fóruns e grupos de artesanato no Facebook, Instagram e afins para ficar por dentro do que os consumidores estão atrás no momento.

Entenda tudo sobre os tipos de anúncios do Mercado Livre

O Mercado Livre possui três tipos de anúncios, sendo um deles gratuito e indicado para pessoas físicas que vendem esporadicamente e outros dois profissionais.

Se a ideia é realmente utilizar a plataforma como parte da estratégia de vendas do seu negócio, o mais indicado é já começar com os anúncios profissionais. No entanto, antes de simplesmente selecionar qualquer um deles e jogar sua oferta no ar, é muito importante conhecer tudo sobre cada um.

Você pode entender melhor como funcionam os anúncios clássicos e premium do Mercado Livre, clicando aqui.

Publicidade

Precifique do jeito certo ao vender artesanato no Mercado Livre

Quando você começar a vender no Mercado Livre irá perceber que a plataforma cobra algumas taxas sobre vendas, com porcentagens variando conforme o tipo de anúncio e reputação do seu perfil.

Sendo assim, se você precificar o seu artesanato de maneira errada na plataforma, corre o risco de ver todo o seu lucro indo embora.

Publicidade

Sendo assim, nunca esqueça de que, além do valor de custo e da margem de lucro da sua mercadoria, você também precisa considerar as taxas de vendas e frete na precificação do seu produto.

Também é interessante avaliar os valores praticados la concorrência para produtos similares ao seu. Assim você tem uma base de se a sua mercadoria está na média de vendas comuns.

Se tiver dúvidas sobre precificação no Mercado Livre, veja esse artigo.

Avalie se o seu artesanato é ideal para vender no Mercado Livre

Chegamos ao ponto de avaliar se vale ou não a pena vender seu artesanato no Mercado Livre e essa conclusão é bastante relativa.

Como você percebeu, para vender na plataforma o empreendedor precisa arcar com taxas e algumas outras despesas. Além disso, existe a concorrência e é preciso considerar o tempo que pode levar até o produto engrenar.

Com tudo isso, o empreendedor precisa calcular se o seu tipo de produto compensa ser no Mercado Livre. Mas, para chegar a essa conclusão é preciso que o artesão faça uma experiência de alguns meses para saber como será.

Sendo assim, de uma forma ou outra, você deve sim começar a vender na plataforma, ao menos para conhecer e entender como essas vendas online funcionam. Depois da experiência você poderá afirmar com certeza se vender artesanato no Mercado Livre vale ou não o esforço.

Publicidade

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário