Sushi Delivery – Fature mais com a entrega de comida japonesa em casa

O Sushi Delivery já é bastante conhecido por conta do sucesso que a comida japonesa faz no Brasil desde sempre. Ainda assim, para restaurantes de comida japonesa que ainda não oferecem o serviço ou mesmo para empreendedores que gostariam de iniciar um negócio, essa é uma ótima forma de faturar alto.

Montar um sushi delivery exige bastante planejamento tanto para quem já trabalha com isso quanto para quem está começando. Atenção total a pontos como ingredientes, logística e atendimento é o que ditarão se o negócio será ou não bem sucedido.

A seguir nós listamos algumas dicas de como montar esse tipo de negócio.

Planejamento do sushi delivery

sushi delivery

O planejamento do negócio de delivery é a primeira coisa que o empreendedor precisa fazer. Isso vale inclusive para quem já tem restaurante de comida japonesa visto que a logística de um delivery é completamente diferente.



Nesse momento é preciso pensar em tudo o que será necessário para dar início ao serviço. No caso, se o negócio precisará contratar pessoas, qual será o valor de investimento necessário, como será e quais os horários das entregas, o cardápio do delivery será o mesmo do restaurante ou menor, entre outras decisões.

É nesse momento também que o empreendedor precisará analisar o seu perfil de clientes, concorrência e o que pode fazer para destacar o seu negócio dos demais.

Cardápio do Sushi Delivery

A questão de escolha das opções no cardápio do sushi delivery dependerá muito do modelo de negócio que será montado. Por exemplo, para quem já tem restaurante e o delivery será apenas mais um serviço a ser acrescentado, pode ser mais fácil trabalhar com um cardápio mais completo.




Publicidade


Isso acontece, pois o restaurante já possui estrutura e pessoal suficiente para atender pedidos variados de clientes. Agora, no caso de um empreendedor que esteja montando apenas o negócio de delivery e trabalha com recursos de espaço, pessoal e investimento reduzidos, o ideal é elaborar um menu mais enxuto e que permita maior agilidade no momento dos atendimentos.

Independente do que for decidido, o negociante precisa ter em mente que rapidez de entrega é um dos pontos primordiais de qualquer negócio delivery. No entanto, a qualidade dos produtos acaba superando essa importância e deve ser garantida por meio de ótimos ingredientes e produção bem feita.

Modelo de entregas

O empreendedor precisará decidir de que modo irá realizar as entregas de suas mercadorias aos clientes. Para isso, é possível escolher entre duas opções.



A primeira delas é a criação de uma frota própria de entregadores que trabalharão exclusivamente para o seu negócio. As maiores vantagens desse formato é o maior controle de qualidade em relação às entregas e ao atendimento recebido pelo cliente.

Apesar disso, o empresário precisa considerar os custos de se ter entregadores próprios. Gastos com salários, combustível, veículos e manutenção são alguns que precisam ser calculados.

A segunda opção para o empreendedor é realizar parcerias com os aplicativos de entregas.

iFood, Uber Eats, Rappi e 99 Food são algumas plataformas que podem ajudar muito os negócios de delivery. Com eles, o empreendedor pode optar se quer usar os próprios entregadores ou os profissionais dos aplicativos. Além disso, outra vantagem é a maior exposição que o negócio acaba tendo por aparecer nas plataformas.

É claro que essa parceria também tem custos, e por tanto precisa ser feito a comparação entre ambas opções para saber realmente qual a mais vantajosa.

Canais de atendimento

Para um delivery com boa demanda, o ideal é que o negócio opere com mais de um canal de atendimento. Para isso, é importante ter uma pessoa apenas para organizar esse recebimento de pedidos.

Independente de operar com entregadores próprios, hoje em dia é muito interessante estar presente em pelos menos um aplicativo de entregas. Além disso, canais como o WhatsApp e o telefone tradicional, também devem fazer parte das opções para o cliente.

Lembre-se que, quanto mais canais mais opções para o consumidor se tornar cliente. Mas claro, que isso também exige mais atenção por parte do responsável pelos repasses de pedidos a cozinha e entregadores.

Embalagens para o Delivery de Sushi

A princípio não parece, mas as embalagens nas quais os produtos são entregues são um fator realmente importante.

Isso porque além de armazenar de forma segura os alimentos, essas embalagens também tem a função de divulgar o negócio. Dessa forma, é interessante que o empreendedor se preocupe com a qualidade das mesmas, assim como com a sua personalização.



Também é bacana enviar alguns “mimos” atenciosos sempre que for fazer uma entrega. Isso pode acontecer através de um brinde, como um chocolate ou outro doce, ou mesmo por meio de um recado personalizado para o cliente.

Divulgação

Por fim, após estruturado o serviço de entregas chegou a hora de fazer a divulgação para os clientes.

Para isso é importante utilizar as redes sociais de modo estratégico, com  a publicação de conteúdos interessantes anunciando o serviço. Panfletagem nos locais próximos ao negócio também costumam dar muito certo.

Para quem já opera em restaurante, a divulgação para os frequentadores é primordial. Ela pode ser feita por meio de flyers, cartões de visita, ou cartões-fidelidade que tem ainda mais apelo atrativo aos olhos do consumidor.

Os negócios de entrega de comida são o futuro e quem não demorar a se adaptar a essa realidade tem grandes chances de faturamento e de permanecer no mercado por muito tempo.

Veja também: Hortifruti Delivery: Venda mais com as entregas de frutas e verduras

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário