Natura aumenta os lucros e número de renvededores durante a pandemia

A crise econômica ocasionada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) forçou muitos negócios a melhorarem suas presenças no mundo digital. No mercado das vendas diretas, essa prática que já era uma tendência, mas se mostrou ainda mais comprovada pela a Natura – uma das maiores empresas do ramo. Afinal,  a empresa que também é detentora da Avon, The Body Shop e Aesop, fechou o primeiro semestre de 2020 com um crescimento de 225% nas vendas digitais e ganhou mais 65% novas lojas virtuais criadas por consultoras da marca.

De acordo com Erasmo Toledo, o vice-presidente de negócios da Natura do Brasil, o aumento nas vendas mesmo durante a pandemia aconteceu por dois motivos, essencialmente. O primeiro, pelo fato da venda direta ser uma alternativa de renda que costuma ser procurada em momentos de recessão econômica. Em segundo lugar, pelo impacto da crescente digitalização da marca e da maior presença digital ocasionada pelo isolamento social.  Como efeito destes fatores, as marcas Natura e Avon,  tiveram um aumento de 150% nas vendas digitais e obtiveram alta de 70% em compartilhamento nas redes sociais.

Em entrevista a Revista Exame, o vice-presidente da Natura ainda disse que uma grande força das revendedoras se concentra hoje no Whatsapp e redes sociais, ferramentas virtuais que servem às marcas de produtos de beleza como verdadeiros catálogos digitais e de negociação com os clientes. A digitalização, entretanto, não foi impulsionada somente em 2020. Em outras situações, como na greve dos caminhoneiros de 2018, a mesma acensão de vendas já havia sido provada pela empresa.

De lá para cada, a Natura procurou respeitar o potencial da digitalização dos negócios proporcionam e fez uma série de investimentos nas marcas visando resultados nas plataformas digitais. Entre eles, está a nova assistente virtual da Avon criada com a mesma inteligência artificial do Google para garantia de respostas automáticas que tirem as dúvidas das consultoras a qualquer hora do dia.

Outra inovação foi a criação de endereços de lojas virtuais para revenda de produtos, coisa que já existia na consultoria da Natura e agora também funciona para quem é consultora Avon.

A mais nova criação focada na digitalização do mercado é o negócio fechado com a startup Singu, uma plataforma de delivery que oferece serviços de salões de beleza em casa, como manicure, depilação e cabeleireiro. Atualmente, já são mais de 200 mil clientes ativos que podem receber os produtos da Natura e a visita de consultoras do setor da beleza que também vendem os produtos, tudo por intermédio do aplicativo.

Agora o desafio das empresas de vendas diretas é capacitar as consultoras para uma revenda cada vez mais online, sem ser no porta a porta, mas de chat em chat. Mesmo em marcas em que o incentivo não está sento tão grande, como é o caso da Eudora ou Jequiti, o processo de inovação para atender o mercado digital é uma resposta que as próprias revendedoras já buscam de forma autônoma.

Vendas online Natura

Venda de produtos de beleza é alternativa para ganhar dinheiro em casa

O desemprego é uma das palavras de ordem para o ano de 2020. Durante o ano foram 8,9 milhões de postos de emprego fechados e o índice de desocupação não para de aumentar. No último levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no início de agosto, o índice havia aumentado em 11 estados do Brasil.

Se você é mais uma pessoa que está a procura de trabalho saiba que uma das alternativas de renda que não vai te fazer furar o isolamento social é se tornar um afiliado de vendas diretas. Afinal, todo o processo desde a afiliação até as vendas para os clientes, pode ser feita somente com um celular, usando aplicativos e redes sociais.

O passo a passo é muito semelhante na maior parte das marcas de revenda. Mas na hora de escolher em qual fazer o cadastro, quem está com dificuldade para pagar as contas precisa fazer uma comparação cautelosa para evitar novos endividamentos, pois grande parte das marcas possuem investimentos iniciais que partem de R$ 100,00 a R$ 500,00.

As margens de lucro médias das marcas são:

Em geral, desde o preenchimento da inscrição até a autorização para a revenda leva pelo menos 5 dias, dependendo da marca. Clique nos links para fazer a comparação dos kit iniciais de cada uma das empresas, saber qual é o processo para se cadastrar e começar a revender.

VEJA TAMBÉM: 5 formas de ganhar dinheiro com o seu carro!

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário