Inscrições para o programa de Trainee Boticário encerra nessa quinta-feira

O programa de trainee e estágio do Grupo o Boticário inovou nesse ano ao não exigir a língua inglesa para seus candidatos. As inscrições para estudantes e recém formados de todo o país, encerra nessa quinta-feira (01/10/2020) e podem ser feitas através da plataforma de candidaturas da empresa.

Ao total, estão sendo ofertadas 50 vagas para estudantes e jovens profissionais de qualquer área de ensino, que passarão por 1 ano de treinamento nos vários setores da empresa nas cidades de São Paulo e Curitiba.

A decisão por não exigir o inglês dos candidatos tem o objetivo de incluir pessoas de realidades diferentes, que muitas vezes são consideradas “talentos”, porém acabam sendo eliminadas desse tipo de processo de contratação apenas por não terem domínio dessa segunda língua.

trainee boticário

Outra grande novidade do programa é que para as áreas de tecnologia da empresa, os candidatos a estágio, não precisam ter graduação. Dessa forma, pessoas com conhecimento em programação que são autodidatas também poderão participar do programa que além de não exigir faculdade, também não tem limite de idade para os candidatos.

Segundo a head de talentos, Renata Figueiredo, muitos profissionais que não são graduados, mas trabalham com tecnologia, podem revolucionar a transformação digital da empresa.

Acreditamos que nessa transformação digital, pela qual passa o mundo, muitas pessoas que em outros tempos decidiram seguir carreiras fora da tecnologia, podem mudar esse destino. Para isso, temos de abrir esse espaço para ser essa virada de chave para essas pessoas”, afirmou Renata. (Fonte: site Você RH)

O processo seletivo para contratação dos trainee e estagiários do Boticário acontece totalmente online, e em até 7 etapas: Inscrição, teste de lógica, vídeo, teste de habilidade em programação (para áreas de tecnologia), primeira entrevista, Ideathon e entrevista final.

Após o final do processo, os contratados tem previsão para iniciar suas atividades em janeiro de 2021.

Projeto Junior XP de estágios tem objetivo de aumentar a porcentagens de efetivados em 2021

O Projeto Junior XP é responsável por desenvolver as habilidades dos estagiários do grupo Boticário. O projeto tem o objetivo de dar oportunidades de liderança desde o início da jornada do jovem profissional na empresa.

Esse programa de estágio do Boticário conta com supervisão constante de gestores que são preparados para identificar os talentos que possam fazer a diferença em caso de efetivação dentro do Grupo.

Segundo a empresa, os números de efetivação de estagiários do programa já é bastante alto, tendo chegado a 64% no ano de 2019. Contudo, a companhia espera que essa porcentagem seja ainda mais expressiva em 2021. A ideia é que esses jovens profissionais se tornem os futuros gestores e líderes da organização no futuro.

A confiança do O Boticário no potencial de estudantes também mobilizou a empresa a realizar outras ações em apoio aos futuros profissionais do mercado. Movimentos como o “Contrate um estagiário” e o “Não demita”, desenvolvido no início da pandemia, uniu Universidades e Empresas. O foco era dar oportunidades aos jovens que durante a crise foram um dos grupos mais prejudicados com a perda de trabalho.

Além das iniciativas como o programa de trainee e estágios, o Boticário também tem dado atenção especial a outros tipos de processo seletivo que deem oportunidades a outros grupos de pessoas.

Renata Figueiredo falou que uma das maiores preocupações do grupo nos últimos anos são as questões de inclusão e diversidade do seu quadro de profissionais. Para isso a empresa tem feito campanhas para contratação de pessoas mais velhas ou com deficiência, que costumam sofrer muito preconceito no mercado de trabalho.

Grupo o Boticário também tem apostado no desenvolvimento de profissionais da beleza autônomos

No mês de agosto o Boticário impactou a vida de várias mulheres empreendedoras da beleza. Po meio de um curso online a empresa pretendia desenvolver as habilidades empreendedoras dessas profissionais. Foram atendidas profissionais de vários segmentos como maquiadoras, cabeleireiras, varejistas, revendedoras do Boticário entre muitas outras trabalhadoras do ramo.

Além das vídeo aulas, cerca de 300 participaram contaram também com um auxílio financeiro. A ajuda disponibilizada pela empresa foi para que essas profissionais pudessem aplicar em melhorias em seus negócios.

Para ler a matéria completa, basta acessar esse link.

Veja também: 

Afrohub e Facebook lançam plataforma para estimular afroempreendedorismo

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário