6 dicas sobre como ganhar dinheiro cultivando em terrenos pequenos

Há quem pense que só é possível ganhar dinheiro em agricultura se a plantação ocorrer em terrenos grandes. É justamente aí que está o engano! Dá para lucrar com terrenos pequenos, o segredo é seguir dicas especiais que ajudam a atingir esse resultado.

A seguir, listamos seis principais dicas sobre como ganhar dinheiro cultivando em terrenos pequenos. Confira quais são e aproveite para colocá-las em prática!

como ganhar dinheiro cultivando em terreno pequeno

1. Escolha hortaliças com prazo de produção curto

As hortaliças com prazo de produção curto são aquelas que têm tempo de plantio e colheita menor. Por isso, elas possibilitam mais vendas durante o ano e um bom retorno em poucos meses.

Publicidade

Um ótimo exemplo de hortaliça com essas características é a alface, que tem colheita de 50 a 80 dias depois do plantio (esse prazo pode ser um pouco maior de acordo com a variedade eleita para cultivo).



2. Trabalhe com culturas com alto valor agregado

Existem culturas que possuem alto valor agregado, portanto, permitem que o produtor lucre bastante com a venda. Excelentes exemplos disso são os cultivos de pitaya e da uva.

Somente para comparação, a rentabilidade por hectare de soja é de cerca de R$ 1 mil. Já a da pitaya é de R$ 47 mil por hectare, conseguindo ter uma excelente lucratividade.

Mas, há um ponto a ser considerado: algumas culturas têm um prazo de produção maior, portanto, não há um retorno rápido do investimento. Ele só ocorre meses depois com a colheita e venda do produto.

Publicidade


Publicidade


3. Analise condições do ambiente

Plantar pitaya e ganhar R$ 47 mil por hectare parece uma boa ideia, mas é preciso ter um cuidado essencial que é investir em uma análise de condições do ambiente e de seu terreno.

O motivo disso é simples: existem frutas, legumes, verduras, entre outros, que não pegam bem em determinado tipo de solo e preferem climas específicos. Se escolher uma hortaliça errada, há uma grande chance de prejuízo.

Publicidade

Portanto, antes de começar o plantio, sempre providencie uma análise do solo, relevo e clima. Dessa forma, conseguirá fazer uma escolha mais assertiva do que plantar, bem como de quais cuidados adotar para ter uma boa produtividade, minimizando a possibilidade de perda de dinheiro.

Publicidade

4. Adote boas práticas de cultivo

Utilizar boas práticas de cultivo é essencial para conseguir bons resultados de produtividade e um produto de qualidade, que tenha vendas elevadas.

E quais são essas boas práticas de cultivo, especificamente? Trata-se de um conjunto de ações como a análise do solo, uso de insumos de qualidade e adoção de técnicas de manejo e colheita adequadas, para evitar danos ao produto.

Também se recomenda utilizar técnicas de armazenamento indicadas por técnicos, seguir recomendações de transporte e de embalagem para preservar ao máximo o produto, conseguindo ganhar mais com a venda.

5. Plante orgânicos

Frutas, verduras, legumes, entre outros produtos, na versão orgânica possuem alto valor agregado, o que possibilita sua venda por preços elevados. Por isso, são aliados para lucrar mais.

Para um cultivo orgânico, utiliza-se somente técnicas e produtos que não prejudiquem o meio ambiente. Por isso, a adubagem é feita somente com orgânicos obtidos por compostagem. Além disso, faz-se um uso racional da água, evitando desperdícios.

A proposta é gerar o menor impacto possível no meio ambiente, sem danificar solo e rios, de modo a preservar a natureza e todo o seu ecossistema.

6. Venda produtos derivados

A venda de produtos derivados é uma alternativa para ampliar o portfólio de produtos do agricultor, bem como sua possibilidade de lucro e ganhos mensais.

Os produtos derivados são aqueles que utilizam um determinado insumo para fabricação de outros industrializados ou artesanais. Tome como exemplo a uva, que pode ser vendida in natura ou como produto derivado.

Publicidade

No caso do derivado, o produtor pode fabricar geleias e compotas com a fruta. Também há a opção de fabricar óleo de semente de uva, que muito utilizado pela indústria cosmética.

Outra opção é produzir licores e vinhos, aumentando ainda mais sua chance de ganhar dinheiro. Vale lembrar que em todos esses casos é preciso fazer um investimento extra em equipamentos para produção e embalagens especiais.

Publicidade

Portanto, se sua ideia for ampliar seu portfólio de produtos passando a trabalhar com derivados, é interessante analisar seu orçamento para identificar se consegue implementar esse investimento.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário