Franquia Stone – Investimento, lucros e como abrir

As maquinas de cartão são parte fundamental do dia-a-dia da maioria dos comércios por aí, e algumas empresas começaram a investir recentemente no mercado de franquias. A franquia Stone é uma dessas, que desde 2018 oferece o modelo aos empreendedores interessados no segmento de máquinas de cartão.

A Stone entrou no mercado de máquinas de cartão em 2012, e para aumentar a sua cobertura nas principais regiões do país, a marca decidiu usar do modelo de franquias para conseguir representantes em outras cidades.

O objetivo da marca com seus franqueados é que os mesmos ofereçam os serviços da Stone em suas cidades e fiquem responsáveis pela rotina comercial, gestão de vendas e entrega das máquinas aos clientes.

franquia stone

Se esse te pareceu um negócio interessante e você gostaria de saber mais sobre o modelo de franquia Stone, continue lendo esse texto.

Investimento na franquia Stone

Apesar de ser um segmento relativamente novo no mercado de franquias, segundo a marca, o investimento na franquia Stone é considerado de baixo risco. Isso se deve ao mercado de máquinas de cartão estar em expansão e ser necessário para o funcionamento da maioria dos estabelecimentos comerciais.

Outra vantagem da franquia Stone é que o franqueado não precisará se preocupar em ter uma loja física. Afinal de contas, os clientes que contratam os serviços de uma empresa de máquina de cartão não esperam ter que ir até um local físico para realizar qualquer que seja os trâmites. A ideia é que um funcionário da franquia visite o estabelecimento comercial para resolver tudo que o cliente precisar.

Dessa forma, todo o dinheiro de investimento necessário para adquirir uma franquia Stone é direcionado para outras coisas, que não as instalações de uma loja física.

E por falar no valor do investimento, é possível ser dono de uma franquia Stone a partir de R$55 mil. Nesse valor já estão inclusos a taxa de franquia, estrutura de escritório necessária para o gerenciamento, material de divulgação das máquinas, documentação para abertura da empresa, software de gestão da marca e o suporte da franqueadora.

Lucro para o franqueado Stone

Assim como a marca não revela exatamente o valor da taxa de franquia, ela também não revela o faturamento e lucros de seus franqueados.

Isso provavelmente se explica por que como a empresa trabalha em várias cidades, o faturamento irá depender de quantas empresas cada unidade irá atender. Provavelmente, pela falta de um levantamento mais detalhado, a empresa prefere não divulgar publicamente quais seriam esses valores.

Como se tornar um franqueado Stone

Como a maioria das franquias pelo país e pelo mundo, a Stone também exige que seus candidatos passem por um processo seletivo.

Tudo começa com o preenchimento de um formulário de interesse no site da empresa. Em seguida, é necessário aguardar o contato realizado pela empresa.

Feito o contato, inicia-se o processo de avaliação do candidato que conta com a participação do mesmo em alguns cursos oferecidos pela Stone, reuniões com a administração da empresa e entrevistas.

Caso aprovado em todas as etapas anteriores, franqueado e franquia assinam o contrato e inicia-se a instalação da franquia na cidade escolhida. Enquanto isso, o novo parceiro da marca deverá passar por um intenso treinamento na cidade de São Paulo.

Após tudo isso, o empreendedor estará finalmente pronto para atuar como representante da Stone em sua cidade.

Perfil do Franqueado

Não são muitas as exigências da marca em relação ao perfil do candidato a franqueado. Basicamente eles procuram por pessoas com perfil empreendedor, na faixa de 25 a 65 anos. O interessado também precisa ter disponibilidade integral de tempo para estar a par de todos os processos da franquia.

A marca também espera que seu franqueado more na região onde irá atuar. Isso porque espera que o mesmo tenha amplo conhecimento em relação ao comércio local.

No mais, a marca é bem disposta a trabalhar com pessoas que assim como ela, acreditam em uma nova forma de negócio.

Vale a pena adquirir uma franquia Stone

Como sempre falamos aqui no site, a resposta para essa pergunta sempre irá depender da realidade do empreendedor. Porém, por a Stone ser uma grande empresa do ramo de máquinas de cartão, e esse ser um mercado que não parece ter prazo para ficar obsoleto, pode-se dizer que sim, investir em uma franquia Stone pode sim valer a pena.

Sendo o único representante da marca na sua cidade, as chances de conseguir que a maioria dos estabelecimentos comerciais da região se tornem seus clientes, é bastante grande. Dessa forma, ainda que a marca não divulgue exatamente quanto, provavelmente o empreendedor pode conseguir bons lucros.

Veja também

Como abrir um escritório de contabilidade – Requisitos e como começar

E então, gostou de conhecer o modelo de negócio da franquia Stone? Caso tenha ficado curioso para conhecer o modus operandis de outras franquias, dê uma olhada no nosso artigo sobre a Franquia Chili Beans e também sobre a Franquia Hering.

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário