Franquia ‘Secretária Virtual’ para trabalho em home office cresce em 2020

Logo nos meses iniciais da pandemia de Covid-19 no país, uma das principais tendências de mudanças observadas na rotina dos trabalhadores brasileiros foi o crescimento do home office. Com esta nova realidade, um serviço que pôde crescer no período foi o da franquia Secretária Virtual.

Durante os primeiros meses de quarentena, a empresa teve mais de 2 mil solicitações de profissionais interessados em se franquear. Com tanta procura, a demanda de novas unidades da rede dobrou, assim como também disparou a de novos clientes.

Até o momento, os serviços da empresa contam com cerca de 100 franqueados e 800 clientes, de acordo com o fundador Leonardo Amaral. A expectativa da empresa é que a quantidade de clientes atendidos dobre até o fim de 2020.

secretária virtual

Criada em 2008, a Secretária Virtual tornou-se uma rede de franquias em 2016. Os franqueados fazem um investimento inicial de no mínimo R$ 1,5 mil, e são treinados para utilizarem o sistema da empresa.

Após o treinamento, os profissionais passam a desempenhar de suas próprias casas o serviço prestado pela rede, como atendimento de ligações dos clientes, por exemplo.

Segundo Amaral, os setores que mais buscaram os serviços da Secretária Virtual nos últimos meses, principalmente entre março e junho, foram escritórios de advocacia, coworkings, e alguns da área de saúde: laboratórios, consultórios e clínicas médias e odontológicas.

Leia também

Entre os motivos apontados pelo representante da marca para o crescimento registrado nos últimos meses, destaca-se a flexibilidade de horário. Afinal, o atendimento remoto por parte de franqueados da Secretária Virtual pode ser realizado em qualquer período entre as 7h e 22h.

Além disso, Amaral também destaca a questão da economia, que no modelo de home office pode chegar a 70% quando comparado à manutenção de um escritório próprio.

E a comodidade do trabalho remoto tem conquistado muitos profissionais que perceberam as vantagens do modelo. Segundo um levantamento realizado pela Salesforce em onze países, incluindo o Brasil, 52% dos trabalhadores em home office estão dispostos a trocar de emprego para se manter neste formato.

Na Secretária Virtual, os profissionais atendem aproximadamente 30 mil ligações por dia. Somente no setor de saúde, a estimativa é que 1 milhão de pacientes já tenham sido atendidos por franqueados da rede.

De acordo com Amaral, a empresa está prestes a receber um aporte e planeja aumentar sua atuação no mercado. O objetivo principal é levar o negócio para localidades com mais de 1,5 milhão de habitantes.

Como funciona a Secretária Virtual

A plataforma da rede tem uma dinâmica gamificada, ou seja, a partir do momento em que logam no sistema, os franqueados têm pontuações por tudo que fazem, desde ligações até pesquisas que precisam ser feitas para prestar algum atendimento.

Segundo Amaral, a diferença entre o modelo e o regime de contratação CLT, é que os profissionais da franquia podem criar suas próprias metas e horários. Os ganhos no final do mês variam de acordo com a quantidade de pontos acumulados, e os franqueados conseguem acompanhar este valor em tempo real.

Além disso, a pontuação também varia conforme o resultado de um contato com cliente. Dessa forma, elogios recebidos e soluções encontradas por franqueados para problemas apresentados por clientes rendem mais pontos e, consequentemente, mais ganhos.

A Secretária Virtual dá prioridade ao atendimento humanizado, mas também é possível prestar atendimentos por outros canais de contato, como o WhatsApp.

Para se tornar um franqueado da rede, é preciso ter mais de 25 anos. Em relação à graduação necessária, a empresa tem um esquema no qual quanto mais graduado for o candidato, maior o desconto na taxa de franquia, que varia entre R$ 1,5 e R$ 10 mil.

De acordo com Amaral, os novos franqueados podem abrir seu negócio como Microempreendedores Individuais (MEI), o que garante a eles os benefícios do modelo. O faturamento estimado é entre R$ 1,2 mil e R$ 4,2 mil por mês, o que depende da quantidade de horas trabalhadas.

Para se tornar um franqueado, é preciso acessar o site da empresa e clicar em “Quero ser uma Secretária Virtual” para preencher o formulário.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário