Franquia Casa do Construtor – Investimento e lucros da Franquia do Ano

Eleita a Franquia do Ano de 2020 pela revista Pequenas Empresas & Grande Negócios, a Casa do Construtor – Aluguel de Equipamentos é considerada a maior rede do gênero de toda a América Latina. A rede já conta com cerca de 1,5 milhão de clientes cadastrados em suas 291 lojas, e cresce mesmo com os efeitos da pandemia.

Com o cenário de expansão em meio a tantas adversidades, a expectativa é fechar 2020 com um faturamento de R$ 320 milhões, 15% a mais do que o crescimento registrado no ano passado. Além disso, a projeção ainda inclui a abertura de 60 novas lojas da franquia Casa do Construtor neste ano.

Entre os motivos apontados para o bom desempenho da rede em 2020, está a mudança de perfil dos seus clientes devido às condições impostas pela pandemia. Por conta das medidas isolamento, as pessoas têm passado mais tempo em casa e dedicado maior atenção às reformas no lar, o que aumentou a demanda por aluguéis de equipamentos em lojas da Casa do Construtor.

franquia casa do construtor
Publicidade

Segundo Altino Cristofoletti Junior, CEO e sócio-fundador da rede, as pessoas físicas já representam 40% da receita da Casa do Construtor. Antes da pandemia, este índice era de 24%, o que indica que situações como maior tempo livre em casa e aumento do home office impactou no faturamento da franquia.



Além disso, o crescimento da rede também indica um cenário positivo para empreendimentos do setor de casa e construção. Para o economista Claudio Felisoni de Angelo, segmentos como este e o de limpeza e serviços em geral são os que têm maior potencial de crescimento.

Como abrir uma franquia Casa do Construtor?

A franquia Casa do Construtor oferece uma série de vantagens para os empreendedores parceiros, como suporte desde a escolha do ponto até a abertura da loja, capacitação do franqueado e sua equipe, e um know-how de 27 anos aplicado em cada loja.

A rede conta com lojas por todo o Brasil e até mesmo no Paraguai, e estima ter 1 mil lojas até 2026. Para se tornar um novo franqueado, as primeiras etapas são resumidas em sete passos:

Publicidade


Publicidade


  1. No site da Casa do Construtor, que você pode acessar por meio deste link, clique na opção “Quero se um franqueado” para se cadastrar. Neste primeiro momento você receberá uma breve apresentação da franquia e o seu perfil irá para análise;
  2. A equipe de novos negócios da rede entra em contato com você para apresentar a empresa e conhecer melhor seu perfil e área de interesse;
  3. Depois disso você irá visitar a sede da empresa. A proposta é conhecer os departamentos, a Universidade Corporativa, a loja e ter uma conversa presencial sobre os detalhes do negócio;
  4. A etapa seguinte é a elaboração do plano de negócios, que envolve estudos sobre a sua região, custos iniciais, análise de concorrência etc. Cabe destacar que essas etapas ainda são anteriores à assinatura do contrato;
  5. Hora de escolher o ponto onde será instalada a loja, o que é feito com o apoio da equipe de implantação. Enquanto isso, a equipe jurídica auxilia com a documentação;
  6. Antes de iniciar as operações da sua loja, você e sua equipe devem passar por um processo de capacitação na Universidade Corporativa da rede;
  7. Por fim, vem a etapa de inauguração da sua loja. Mais uma vez, a equipe de implantação te acompanha nos últimos detalhes para iniciar o seu negócio.

Investimento e lucros da franquia Casa do Construtor

Segundo o site da Casa do Construtor, o investimento inicial em uma franquia da empresa é de R$ 370 mil. Com o investimento em uma loja da rede, o franqueado pode oferecer mais de 70 equipamentos para locação, entre itens de jardinagem, construção e limpeza.

O faturamento médio mensal estimado é de R$ 90 mil, e o prazo de retorno de 36 meses. A empresa informa que o lucro líquido é de até 40%, e o faturamento médio anual por loja é de R$ 1,2 milhão. Entre os franqueados da Casa do Construtor, muitos possuem de duas a três unidades da rede.

Publicidade

 

Publicidade

Rede investe em digitalização

A Casa do Construtor passa por um processo de aceleração da transformação digital das lojas. A expectativa da rede é levar as três tecnologias utilizadas em projetos pilotos a todas as lojas até dezembro. São elas:

  • Chatbot Lino: já está presente em 196 franquias da rede e cadastra clientes sem intervenção de funcionários. Em breve, a ferramenta deve contar com inteligência artificial e biometria facial para autenticar dados e evitar fraudes;
  • Aplicativo Locamus: utilizado para cadastro digital de todo o estoque das lojas, e conectar funcionários, informações de clientes e equipamentos;
  • Alugue na Casa: vitrine virtual inteligente no Facebook que ajuda os franqueados nas vendas.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário