Falência da sua empresa – Como isso acontece e como evitar?

A declaração de falência de empresas acontece todos os anos, porém, o ano de 2020 foi um dos mais críticos nesse quesito. Milhares de negócios fecharam as portas definitivamente devido a crise financeira que se agravou no país por conta da pandemia.

Infelizmente, os problemas econômicos não estão nem perto de acabar. Ainda em 2021 os desafios pelos quais diversos empreendimentos terão que passar serão inúmeros, por isso é importante saber quais medidas podem ajudar a evitar a ação extrema de declaração de falência.

É claro que, apesar de a crise ser uma realidade, esse não é o único fator que pode dificultar a permanência de uma empresa no mercado. Alta concorrência, uma administração falha e a falta de adaptação a novas tendências são coisas que também podem ser decisivas nesse quesito.

Publicidade

Veja a seguir como acontece o processo de falência e algumas dicas para evitar que o seu negócio chegue a esse ponto.



Como acontece a falência de empresas?

falência

Quando uma empresa para de gerar ativos suficientes para cumprir com o pagamento de suas despesas e dividas, ela pode declarar falência.

Falência nada mais é do que um processo judicial onde a empresa declara legalmente que não tem mais condições de honrar seus contratos. Dessa forma, o juiz entrega o controle do negócio para um administrador judicial para que o mesmo faça a venda do que ainda há de valor na empresa e sane as dívidas em aberto.

A quitação das divididas do negócio seguem uma ordem pré-estabelecida que é:

Publicidade


Publicidade


  • Quitação de despesas para administrar a falência;
  • Quitação de despesas trabalhistas;
  • Pagamento de outros tipos de credores estabelecidos na Lei de Falência.

É importante saber que a Lei da Falência aplica-se apenas a empresas de âmbito privado. Dessa forma, instituições públicas ou controladas de alguma forma por uma administração pública não se encaixam nesse modelo.

Mesmo alguns tipos de pessoas jurídicas privadas não podem pedir falência. No caso, podemos citar  as cooperativas de crédito, empresas seguradoras e bancos como exemplos.

Publicidade

Pedido de Recuperação Judicial é uma opção para não declarar falência

Antes de fazer um pedido de falência, o empresário ainda pode optar por outra opção que poderá ajudá-lo a sair da situação de dívidas.

Publicidade

O Pedido de Recuperação Judicial permite que a empresa tenha seus prazos de quitação de dívidas estendidos. Sua solicitação e aceitação depende da apresentação de um plano de recuperação do negócio, além de uma justificativa do porque da crise da empresa.

Além disso, a empresa também deve apresentar qual a sua situação patrimonial atual. Dessa forma, o judiciário consegue analisar melhor se realmente existem chances do negócio alcançar a recuperação e não precisar declarar falência.

Como evitar a falência de uma empresa?

Para evitar ter que passar por um processo de declaração de falência, é preciso que o empresário garanta a saúde financeira do seu negócio.

Para isso, existe uma série de procedimentos que precisam ser adotados na vivência da empresa, desde o princípio de suas operações.

Tenha um Plano de Negócios

Nós sempre falamos sobre a importância de se elaborar um Plano de Negócios antes mesmo de iniciar as atividades de uma empresa.

O plano de negócio é o guia perfeito para o empresário não se perder nos objetivos que deseja atingir em sua empresa. Nele estão descritos orçamentos, despesas de todos os setores, projeções de lucros e crescimento. Em um momento de crise, esse documento pode ser um coringa na resolução de problemas.

Mantenha um rígido controle das finanças da empresa

A regra de ouro para qualquer empresa que não deseja lidar com um processo futuro de falência é desde o início manter total controle sobre suas finanças.

Sendo assim, saiba exatamente no que está sendo gasto o dinheiro da empresa e se estes gastos oferecem retornos equivalentes.

Publicidade

Tenha uma gestão de riscos

Nada ajuda mais a passar por momentos de crise em uma empresa do que antecipar os problemas que podem aparecer.

Dessa forma, um sistema que possa prever cenários e elaborar estratégias para superar crises que possam aparecer, é uma ótima forma de estar preparado para o futuro.

Publicidade

Essa gestão de riscos pode ser feita pelos próprios gestores da empresa de tempos em tempos.

Veja também: 7 erros comuns de empresas para não cometer no seu negócio

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário