Estoque de alimentos – Dicas de como fazer corretamente

Para qualquer tipo de negócio que trabalhe com alimentos, manter um estoque bem organizado e gerenciado é essencial para evitar problemas, sejam eles sanitários ou de desperdício.

O controle de estoque, especialmente em negócios de pequeno porte, nem sempre é algo que os comerciantes dão a importância que deveriam. Isso é um erro inicial grave, pois, além de oferecer perigos de contaminação, o desperdício resulta em perdas financeiras significativas para o negócio.

Armazenar os alimentos e controlar suas entradas e saídas exige atenção por parte da equipe dos estabelecimentos, porém não é algo realmente difícil de ser feito. Com algumas dicas simples é possível realizar essa tarefa da forma correta e garantir qualidade total da mercadoria entregue aos seus clientes.

Veja algumas dicas nos tópicos seguintes.



Veja também

Separe os alimentos por tipo de armazenamento

como fazer estoque de alimentos

O primeiro passo para organizar um estoque é listar os alimentos por tipo e necessidade de armazenamento. Dessa forma você consegue ter melhor noção do espaço que poderá precisar para cada tipo.

Após separados, você precisará de um local onde possa armazenar os alimentos secos. Eles devem ser alocados em prateleiras, armários, ou, se permanecerem em suas caixas, em pallets que garantam que as embalagens fiquem ao menos 15 cm afastadas do chão.




Publicidade


Para os alimentos que precisam ser congelados, é necessário a aquisição de freezers que possuam controle de temperatura, visto que o ideal é manter esses produtos a pelo menos -12º.

Já os alimentos resfriados também precisam ser mantidos em geladeiras especiais que garantam temperaturas de pelo menos 5º.

Estoque de alimentos em locais arejados

É essencial que o local onde se mantenha o estoque de alimentos seja protegido da luz do sol e bem ventilado. Isso evita a incidência de umidade, que pode fazer com que alimentos secos estraguem antes do prazo de validade.



Além disso, o ideal é que alimentos fiquem longe de produtos de limpeza, ralos e tubulações, lixo e quaisquer outras coisas que possam aumentar o risco de contaminações.

O ideal, como já dito, é que todo o estoque fique afastado do chão, e também do teto, e encostado em paredes. Isso evita a umidade e a incidência de animas e insetos.

O estoque precisa se manter limpo

Tenha um alto controle de higiene no local onde os alimento ficam armazenados.

Esses locais precisam se manter limpos e secos, impedindo qualquer tipo de “incentivo” à incidência de roedores e outros tipos de animais.

Não esqueça, aliás, que os freezers e geladeiras também precisam de limpeza regular, preferencialmente com produtos mais naturais, como bicarbonato de sódio e vinagre, para evitar possíveis contaminações por produtos químicos.

Controle para evitar perdas

Após organizar o seu estoque com todas as regras de boas práticas, você precisará usar métodos de controle que evitem as perdas por vencimento de alimentos.

Para isso existe uma forma básica que é utilizada em pequenas e grandes empresas e que dá muito certo.

O método é chamado de PEPS — primeiro que entra, primeiro que sai — e quer dizer exatamente isso. No caso os produtos que chegaram primeiro no estoque também devem ser vendidos primeiro. Sendo assim, tudo o que chegar de novo deve ser armazenado atrás dos produtos mais velhos.

Dessa forma não se corre o risco de produtos ficarem esquecidos no fundo da área de armazenagem, passando da data de validade e incorrendo em perdas financeiras para o negócio.

Controle das datas de validade do seu estoque de alimentos

Para evitar que produtos fora do prazo de validade sejam expostos na área de vendas ou sejam utilizados no preparo de refeições, é preciso ter um controle desde o momento em que esses produtos chegam ao estoque.



O ideal nesse caso é montar uma planilha básica de controle que contenha pelo menos informações de:

  • Quantidade anterior de produtos no estoque daquele produto;
  • Quantidade e data de chegada da nova remessa daquele produto;
  • Data de validade da nova remessa do produto;

Com esse controle, basta olhar regularmente na planilha quando um produto estiver próximo da data de vencimento. Dessa forma, você consegue fazer uma promoção para que esse produto saia do seu estoque ou também para que possa utilizá-lo no preparo de outros alimentos antes que ele passe do prazo.

Trabalhe com um estoque menor

A última dica é: sempre que possível, trabalhe com um estoque menor. Fazer controle de estoque pode ser uma coisa que realmente exige tempo, especialmente quando se tem uma grande quantidade de produtos.

Sendo assim, sempre observe na sua área de vendas aqueles produtos que não têm saído tanto para saber quando é necessário comprar em menor quantidade ou mesmo parar de armazená-lo.

Isso irá facilitar o seu trabalho e evitar que erros, que podem representar perdas financeiras e desperdícios, aconteçam.

Fonte: Blog da Segurança Alimentar

Veja também: Como vender em tempos de crise: Dicas que sempre funcionam!

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário