Como vender uma empresa: Tudo o que você precisa saber

Atualmente, o número de negociações relacionadas a compra e venda de empresas tem tido um aumento significativo, considerando a volatilidade do mercado. Optar por vender sua empresa pode ser uma estratégia de sobrevivência no mercado ou uma decisão a respeito de suas condições enquanto empresário.

No entanto, é preciso que você se atente a alguns aspectos para que esse negócio realmente traga bons frutos.

A pandemia que se instaurou em 2020 foi carrasca de muitas empresas que acabaram tendo que fechar as portas. Não se via uma crise econômica e empresarial tão severa há quase um século.

Ao pensar em vender sua empresa, é bom ter em mente que um comprador não aparecerá de uma hora para outra, assim como isso também não acontece com investidores. É preciso ir atrás dos interessados, apresentar os motivos do porque você está vendendo seu negócio e porque ele deveria ser comprado.

Tudo isso demanda tempo, planejamento e estratégia. Mas claro que com algumas dicas e se preparando bem, é possível conseguir um comprador para a sua empresa.

Acompanhe nossas dicas, que com certeza elas te darão um bom auxílio nesse momento tão sério da sua carreira profissional.

O momento certo para vender uma empresa

vender empresa

Decidir o momento certo para vender sua empresa pode ser uma tarefa complexa e os motivos para essa tomada de decisão podem partir de múltiplos aspectos. É possível que você pense em vender uma empresa apenas por querer alçar novos voos, isso é, por pretender se desfazer de seu atual negócio para seguir outro caminho. 

Mas essa decisão, no caso de proprietários de pequenas empresas, pode estar unida a uma crise pessoal, familiar ou relacionada aos seus sócios, bem como a alteração inesperada das condições da empresa ou do seu ramo de negócio.

Nesses casos, a venda de uma empresa pode não ser tão produtiva, levando em conta o tempo de retorno. Quanto mais tempo você reservar para planejar sua venda, maior será o seu lucro. 

Tenha todo o histórico documental ao vender uma empresa

Quando abrimos um negócio, precisamos nos preocupar com uma série de documentos de planejamento. E na hora vender esse negócio, isso não é diferente. Vender uma empresa exige preparo.

Para fundamentar suas propostas são necessários documentos que comprovem seus argumentos aos interessados.

Compradores potenciais precisam se convencer que sua empresa é um bom investimento, portanto, ao fazer a apresentação de proposta tenha em mãos:

  • Balanços financeiros datados;
  • Resumos de entradas e saídas mensais e anuais;
  • Gráficos que tornem esses dados mais compreensíveis
  • Um planejamento estratégico que destaque os benefícios da sua oferta.

Determine um valor competitivo e justo para ambas as partes ao vender uma empresa

Outro dos fatores fundamentais nesse processo é a determinação do preço.

Como sabemos, estabelecer um preço muito baixo pode te privar de uma parcela de lucro, bem como pode trazer ao seu negócio uma credibilidade inferior à adequada.

Supervalorizar sua empresa também não é a saída, pois essa estratégia pode afastar seus possíveis compradores. Logo, o melhor a fazer é ir em busca de uma avaliação.

No mercado existe uma variedade de opções no ramo de avaliação de negócios. Procure uma forma de obter uma avaliação realista e assim, você ficará tranquilo quanto a definir o preço do seu atual CNPJ.

Utilize plataformas e contatos para encontrar compradores potenciais

Encontrar seus possíveis compradores pode ser uma tarefa difícil quando executada de maneira independente. Isso demandará um bom tempo de estudo e você precisará ir em busca de perfis que estejam aptos a administrar o seu negócio.

Existem muitas formas para mapear o interesse de compradores potenciais, infinitas possibilidades de anúncios destinados a venda e muitas plataformas específicas para encontrar interessados. Algumas maneiras de encontrar possíveis compradores são:

  • Anunciar nos classificados tanto impressos quanto digitais de jornais com boa circulação.
  • Utilizar os anúncios do Google Adwords também é uma boa alternativa para encontrar interessados em comprar a sua empresa.
  •  Se você tem uma boa rede de contatos com outros empresários, essa é a hora de utilizá-la. Pode ser que a sua empresa seja comprada por um desses conhecidos, ou que um deles saiba dar a melhor indicação de quem poderia se interessar em fazer negócio.
  • Por último, se você participa de alguma entidade ou organização de associação de empresas, busque saber se a mesma não possui ferramentas que você possa utilizar para encontrar compradores.

Negociando a venda da empresa

Tendo encontrado um comprador, chegamos à etapa de negociação e auditoria.

Ao vender uma empresa é necessário criar um suporte para o comprador potencial nessa fase de finalização.

É comum que ocorra uma conferência de todos os dados e informações sobre o negócio. Assim, estar atento a solucionar dúvidas pode evitar grandes aborrecimentos.

Estar presente quando solicitado, ter agilidade em solucionar possíveis problemas e demonstrar conhecimento sobre as particularidades do seu negócio é um grande diferencial para você.

Além de reforçar a confiança do seu cliente, você pode ainda dar a ele as primeiras coordenadas para que essa transição não afete o desempenho da empresa.

Preze pela sua segurança de dados ao vender uma empresa

Com as facilidades do meio digital é cada vez mais fácil obter informações a respeito de uma empresa. Com apenas o número do CNPJ e um click já é possível que o seu cliente saiba quase tudo sobre ela.

Tenha cuidado com informações confidenciais. Não dê acesso a informações de cunho privado a ninguém sem ser amparado por documentos que resguardem seus direitos.

Tenha acompanhamento legal ao vender uma empresa

É muito importante estar acompanhado de um advogado do ramo em todas as etapas envolvidas na venda da empresa.

Esse profissional irá te orientar sobre todas as etapas burocráticas desse processo, poderá ampará-lo em casos de falsos negócios e tornará seu empreendimento muito mais seguro.

E lembre-se: ao vender sua empresa você deverá registrar formalmente as alterações contratuais, bem como ainda estará vinculado a esse CNPJ por algum tempo, para fins trabalhistas e tributários.

Agora que você já sabe quais são os fatores fundamentais que precisam ser analisados na ocasião de vender sua empresa basta querer explorar essa possibilidade de negócio!

Veja também: Pix apresenta vantagens para empresas, mas ainda causa desconfiança

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário