Como vender pelo Uber Eats? Passo a passo para restaurantes

Em 2020, buscas por serviços de delivery de alimentos aumentaram exponencialmente, e uma das empresas que mais se destacaram foi o Uber Eats. O braço da gigante dos aplicativos de transporte vem ganhando espaço no mercado, e neste texto vamos conferir como vender pelo Uber Eats.

Nos últimos anos, cada vez mais restaurantes têm utilizado aplicativos de delivery para fazer entregas. A popularidade destes aplicativos, a agilidade nas entregas, e a vitrine oferecida para os restaurantes são alguns dos principais motivos para este crescimento.

Se você tem um restaurante e quer incluí-lo na plataforma do Uber Eats, veja a seguir qual é o procedimento necessário, os custos envolvidos, e mais informações sobre este serviço de entregas. E aproveite para conferir também os requisitos e passo a passo para vender pelo iFood.

como vender pelo uber eats

Como se cadastrar para vender pelo Uber Eats?

Publicidade

A primeira coisa que um restaurante deve fazer para começar a vender pelo Uber Eats é se cadastrar no site da empresa. Para isso, basta fazer o seguinte:



  • Entre no site do Uber Eats por meio deste link;
  • Preencha os primeiros campos do formulário com o nome e endereço do seu estabelecimento;
  • Em seguida, informe o seu nome e sobrenome, o número do seu celular e seu endereço de e-mail;
  • Depois marque a categoria da sua empresa: restaurante, loja de conveniência, mercado ou loja de bebidas alcoólicas;
  • Após marcar a opção “Restaurante”, você também deve informar o número de sedes do seu estabelecimento, e qual o tipo de culinária oferecida;
  • Se preferir, leia os Termos de Condições e a Política de Privacidade da empresa clicando nos links referentes a estes documentos;
  • Por fim, clique em “Enviar”.

Após esse procedimento, o Uber Eats irá avaliar o perfil do seu restaurante. Caso a empresa tenha interesse em fazer a parceria, ela entrará com contato com você pelo meios informados no formulário para confirmar o cadastro.

Segundo a empresa, o requisito necessário para a aprovação do cadastro é que as operações do restaurante satisfaçam a dinâmica do serviço da Uber Eats.

Depois que a aprovação for confirmada, você terá que cadastrar o cardápio do restaurante no aplicativo, ou seja, fazer um upload do menu. Naturalmente, durante as operações de venda é você os demais atendentes do restaurante quem ficam responsáveis por gerenciar os pedidos no sistema disponível no Tablet oferecido pela empresa.

Publicidade


Publicidade


Qual a taxa para vender pelo Uber Eats?

Os estabelecimentos parceiros do Uber Eats não precisam pagar mensalidade para vender pelo aplicativo. Entretanto, há uma taxa de ativação única cobrada de novos parceiros, que é referente ao kit de boas-vindas da empresa.

Este kit inclui o tablet que a Uber Eats disponibiliza para estabelecimentos cadastrados, o software “Painel de Restaurantes” e também uma sessão de fotos profissionais dos pratos oferecidos pelo seu restaurante.

Publicidade

Em relação ao Painel de Restaurantes, ele se trata de um software exclusivo da Uber Eats que vem no tablet disponibilizado pela empresa. Com ele é possível gerenciar os pedidos, solicitar um entregador se o pedido ficar pronto antes do previsto, falar com os clientes, ajustar valores, entre outras operações.

Publicidade

Portanto, as operações relacionadas às vendas realizadas pelo Uber Eats, inclusive o acompanhamento de pedidos, são feitas por meio deste dispositivo.

Voltando às taxas, a tarifa de iniciação não precisa ser paga de imediato, pois ela é descontada dos lucros obtidos com as primeiras vendas no aplicativo.

Além desta tarifa, o Uber Eats também cobra um taxa de serviços dos restaurantes cadastrados. Esta taxa equivale a um percentual de cada pedido entregue. A empresa não informa o valor da porcentagem, mas destaca que ele pode variar conforme a opção de entrega escolhida pelo restaurante.

Como funcionam as entregas pelo aplicativo?

Quando um restaurante escolhe fazer entregas com os profissionais parceiros do Uber Eats, ele fica responsável somente pela preparação do pedido. Nesse caso, quando o pedido estiver pronto, é só clicar em “Pronto para entrega” no software da empresa e aguardar o entregador selecionado para o serviço.

Nesse tipo de entrega, os restaurantes pagam as taxas determinadas pelo Uber Eats, que fica responsável pelo restante do serviço.

Mas os estabelecimentos também têm outra opção de entrega. No outro modelo, o restaurante fica responsável pelo envio dos pedidos, e também assume o compromisso de seguir a devida legislação fiscal e trabalhista com seus funcionários. Nesse formato, quem decide o valor da entrega é o dono do restaurante, e a porcentagem da taxa cobrada pelo Uber Eats sobre os pedidos é menor.

Entretanto, essa modalidade não dá aos clientes a opção de acompanhar em tempo real a localização do entregador.

Publicidade

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário