Como Vender pelo iFood – Requisitos e Passo a passo para restaurantes

Em quase 10 anos de existência o iFood se tornou um dos maiores e mais utilizados aplicativos do país. Isso se deve a facilidade e comodidade que a plataforma oferece para que os clientes tenham um contato mais ágil com os estabelecimentos alimentícios. Então, se você gostaria de ser um parceiro desse app mas não sabe como vender pelo iFood, vem com a gente para aprender.

O iFood chegou com força em todos os estados brasileiros nos últimos anos, e o aplicativo tem se mostrado uma das mais importantes ferramentas de venda e de força de trabalho do país. Em uma pesquisa recente ele foi eleito o aplicativo de delivery preferidos dos brasileiros.

Muitos pequenos restaurantes, lanchonetes e autônomos viram seus negócios serem alavancados, em especial durante a pandemia, por causa do aplicativo.

vender pelo ifood

Pessoas que estavam desempregados também viram na plataforma uma forma de manter uma renda, apesar de muitos direitos e leis ainda precisarem ser aplicadas para que esses trabalhadores sejam mais justamente recompensados.

Apesar disso, é inegável que dos grandes aos pequenos, todo e qualquer estabelecimento do segmento de alimentos pode se beneficiar dos serviços do iFood e para isso basta se cadastrar e corresponder a alguns requisitos exigidos pela plataforma.

Aliás, em alguns lugares o iFood vem testando entregas por drones, tudo para melhorar a experiência de entregas para os consumidores.

A seguir nós damos algumas dicas de como vender mais pelo iFood, além de te mostrar um passo a passo para cadastrar o seu estabelecimento e começar a usar os serviços.

 Requisitos para vender pelo iFood

Para cadastrar estabelecimentos no iFood, é necessário que o negócio responda algumas exigências do aplicativo, entre elas estão:

  • Ter CNPJ cadastrado e em atividade;
  • Ter um computador com acesso à internet no estabelecimento;
  • Trabalhar com refeições prontas para o consumo;
  • Dispor de equipe própria de entregadores (ou utilizar o serviço de entrega do iFood).

Para alguns vendedores pode ser estranho saber que precisa ter entregadores próprios para realizar as entregas pelo iFood, mas, na verdade isso não é uma regra.

É possível utilizar o serviço oferecido pelo próprio aplicativo, mas é necessário pagar um valor a mais para isso, e é bom saber que esse serviço pode não estar disponível em todas as localidades onde o aplicativo funciona.

Em caso de interesse em utilizar o serviço do próprio aplicativo, o empreendedor precisa fazer a contratação do plano com entregadores no momento de cadastrar seu estabelecimento.

Quanto custa vender pelo iFood

Para que o seu estabelecimento esteja no iFood, é necessário optar por um dos dois planos oferecidos pelo aplicativo. Cada um desses planos tem um valor e oferece um pacote de benefícios ao parceiro.

Plano Básico para vender pelo iFood

No plano básico o empreendedor fica responsável pela entrega de todos os pedidos que receber.

Esse plano custa mensalmente R$100 para o estabelecimento, porém, esse valor só é cobrado após o negócio ter vendido pela plataforma um total de R$1.800.

Além dessa mensalidade, ao vender pelo iFood o estabelecimento também arca com taxas. Atualmente o aplicativo fica com 12% sobre cada venda realizada e cobra uma taxa de 3,5% a cada pagamento de pedido realizado pelo próprio aplicativo. Essa última taxa, é semelhante a que o estabelecimento paga ao realizar transações por máquinas de cartão.

Plano Entrega para vender pelo iFood

O Plano Entrega ainda não está disponível em todas as cidades do país, porém, nas que está o estabelecimento pode optar por ele se não tiver à disposição sua própria equipe de entregadores.

Nesse plano os valores e taxas acabam sendo maiores que o anterior, sendo assim, é sempre bom o empreendedor realizar um levantamento para medir o custo/benefício de aderir a esse plano.

A mensalidade do Plano Entrega custa R$130, também nos moldes do plano anterior onde só é cobrada após o estabelecimento atingir R$1.800 em vendas pelo App. A taxa sobre pedidos também é maior, 27%, e as taxas de pagamento pelo aplicativo seguem como o plano anterior.

Passo a Passo para cadastramento de estabelecimentos

Cadastrar um estabelecimento para vender pelo iFood é simples e não exige muitas burocracias:

  1. Acesse o site do iFood e clique no menu “restaurante” disponível no canto superior da página. Em seguida, preencha o formulário de dados que aparecerá na tela e ao final clique no botão “começar cadastro”.
  2. Na página que abrir você deve preencher todos os dados do seu estabelecimento e marcar se tem ou não equipe própria de entregadores.
  3. Por último, você precisará optar por um dos planos oferecidos pelo aplicativo. Terminado o cadastro no site, o iFood enviará o contrato de serviço no e-mail cadastrado. Esse contrato deve ser assinado pelo empreendedor e retornado para empresa.
  4. Realizado todos esses passos, o aplicativo entrará em contato com o estabelecimento para realizar a configuração do cardápio no aplicativo. Após isso, o negociante já pode iniciar suas vendas.

Porque cadastrar estabelecimentos no iFood

As maiores vantagens de ter um estabelecimento cadastrado no iFood não é apenas em relação ao sistema facilitado de recebimento de pedidos e entregas.

Na verdade, cadastrar um negócio na plataforma tem muito mais a ver com a visibilidade oferecida por ela. Veja algumas grandes vantagens de utilizar o iFood como base estratégica de vendas.

Alcance de audiência do aplicativo

Estando cadastrado no iFood, a visibilidade de um estabelecimento pequeno é comparável ao de comércios maiores e mais conhecidos. Afinal de contas, todos aparecem em uma mesma lista de opções das regiões onde são acessados.

Sendo assim, o nível de visibilidade e chances de vendas dos estabelecimentos são bastante competitivos.

Facilidade de pagamento

Uma das melhores coisas de fazer compras online é justamente a facilidade de realizar pagamentos. Muitos clientes consideram essa etapa muito segura sendo realizada pelo aplicativo, afinal de contas, ao receber o pedido o cliente não precisa ter preocupação de mexer com dinheiro, cartão ou qualquer outra coisa. Basta receber sua entrega e saborear o alimento.

Credibilidade

Como todos os estabelecimentos cadastrados no iFood acabam passando por uma revisão da plataforma, isso acaba aumentando a credibilidade do estabelecimento na visão dos clientes.

A possibilidade de avaliar os negócios e deixar comentários na própria plataforma, também são fatores muito relevantes na questão de confiança e credibilidade almejados pelos clientes.

Sendo assim, além de uma plataforma de facilitação de vendas, o iFood também funciona como um aplicativo de divulgação dos negócios nele cadastrados.

Veja também: Melhores fornecedores de sapatos para trabalhar com revenda

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário