Como vender em tempos de crise – Dicas que sempre funcionam!

O ano de 2020 pegou todo mundo de surpresa e varreu muitos negócios do mercado. Mesmo os que sobreviveram até agora buscam formas de conseguir ultrapassar esse momento crítico conquistando novos clientes e tentando aumentar as vendas, mas será que você sabe como vender na crise?

Em períodos onde a maior preocupação do comerciante é não quebrar, pode ser muito complicado pensar em estratégias para manter a renda do negócio. No entanto, isso é essencial justamente para que o empreendimento se mantenha, afinal, sem vendas, sem dinheiro.

Muitas ações podem ser colocadas em prática com o intuito de superar crises financeiras, mas a verdade é que estratégias para momentos assim não são receitas de bolo. Ou seja, o impacto de cada ação depende muito de cada negócio, que, assim como pessoas, é único.

como vender na crise
Publicidade

Sendo assim, o melhor conselho é analisar bem a empresa, conhecê-la profundamente para então saber quais estratégias farão mais efeito.



Veja a seguir 7 ideias que com certeza irão responder a sua pergunta sobre como vender na crise.

Veja também: Padaria Delivery; Como transformar o seu negócio com a entrega de pães

1 – Mais canais de atendimento – Como vender na crise

Se o seu cliente não pode ir até o seu estabelecimento, não é por isso que você vai deixar de vender.

Publicidade


Publicidade


A primeira dica para você vencer a crise é oferecer mais de um canal de atendimento ao seu cliente. O ideal é ter várias frentes que consigam suprir a necessidade do consumidor de forma eficiente.

Sendo assim, nada de atender o consumidor apenas no presencial. Permita que ele faça suas compras utilizando o telefone, redes sociais, um e-commerce, etc.

Publicidade

2 – Adapte o seu produto

Infelizmente, é bastante comum que em tempos de crise como esse que estamos vivendo muitas mercadorias percam a relevância para os consumidores.

Publicidade

Dessa forma, para conseguir manter o negócio é necessário que o comerciante tenha visão o suficiente para entender quais as novas necessidades do mercado. Com isso, podem ser necessárias adaptações nos seus produtos ou serviços, ou mesmo uma mudança de portfólio.

3 – Aposte em muitas estratégias de divulgação

Após a adaptação dos seus produtos ou serviços (caso necessário), você precisará investir mais do que nunca em estratégias de divulgação.

Para isso, procure saber onde o seu público está e coloque em prática ações que realmente possam apresentar resultados com eles.

Por exemplo, se o seu público está nas redes sociais, é nesses veículos que você deve investir. Já se o seu público não é do tipo conectado, pode ser necessário o investimento em mídias off-line como outdoors, panfletagem e outros.

4 – Faça parcerias

As parcerias podem ser parte importante tanto no aumento das suas vendas quanto na divulgação do seu produto ou serviço.

Ter um profissional parceiro, que possa agregar valor ao seu trabalho, é uma ótima forma de conseguir ainda mais clientes. Isso porque, além dos seus próprios clientes fidelizados terem mais um serviço ao qual possam aderir, você também agrega os clientes do parceiro.

Um bom exemplo de parceria que dá muito certo são os salões de beleza, que possuem parceria com lojas de roupas de festa. Outro são os designers, que fazem parceria com profissionais de marketing. E assim por diante.

5 –  Invista no digital – Como vender na crise

Não adianta tentar se esquivar das tecnologias porque a chegada delas é permanente. Sendo assim, praticamente todo o negócio que deseja se manter no mercado precisa se adaptar aos meios digitais.

Publicidade

No pior momento da crise de coronavírus, sobreviveram os negócios que souberam usar a internet a seu favor. Dessa forma, se o seu negócio vende produtos, em algum momento será necessário que você tenha um e-commerce ou ao menos alguma plataforma em que o seu cliente possa realizar todo o processo de compra sem sair de casa.

6 – Crie condições especiais

Em tempos de crise, definitivamente não é apenas o seu negócio que passa por dificuldades. Os seus clientes também estão inseridos na sociedade, que sofre com o desemprego e os maus bocados da crise financeira.

Publicidade

Sendo assim, para garantir que você continue vendendo e que os clientes possam continuar comprando, você precisará criar condições especiais.

As formas de pagamento podem ser menos rígidas, os parcelamentos podem ser mais amplos e os prazos um pouco maiores. Mas, é claro, antes de adotar qualquer medida, é importante estudar a saúde financeira da sua empresa, os riscos, e só então aplicar medidas que não prejudiquem ainda mais o seu negócio.

7 – Programas de fidelidade – Como vender na crise

Você já deve ter ouvido falar dos programas de fidelidade, certo? Pois bem: por que não aplicá-los também ao seu negócio?

Os programas de fidelidade são ótimos para agregar valor aos seus serviços, pois incentiva o cliente a comprar mais vezes com você. Avalie qual seria um bom benefício para oferecer ao seu cliente e coloque em prática essa ideia.

Veja também: Como importar produtos do Paraguai para revender no Brasil

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário