Como vender crepe? Dicas para começar o seu negócio

Se você tem o sonho de abrir seu próprio negócio, mas ainda não tem ideia do qual ramo seguir, uma das principais sugestões é o de comércio alimentício, pois esta é uma área que sempre está em alta. No Brasil, um segmento deste mercado que tem baixo custo de investimento e costuma vender muito, é o de crepe.

O tipo de crepe mais conhecido do público brasileiro é o suíço, que é simples de fazer e muito popular entre os consumidores por ser barato e saboroso.

No texto a seguir, vamos conferir algumas dicas para vender crepe, que por conta da alta procura e o baixo custo pode ser um negócio lucrativo e de rápido retorno.

vender crepe

Como começar a vender crepe?

Primeiramente, você deve decidir como pretende iniciar suas vendas, se vai alugar um ponto comercial, comprar uma barraquinha ou carrinho.

Independentemente da escolha, você deve pensar com cautela na localização do seu negócio. É preciso considerar questões como: se é um lugar de movimento diário, se há segurança para trabalhar e se as pessoas da região costumam adquirir alimentos na rua.

Ao escolher o ponto, você deve se informar sobre as instruções legais para abrir um comércio. Você provavelmente irá precisar de um alvará para o trabalho. Nesse caso, deverá se apresentar na Prefeitura de sua cidade e descobrir como se adequar às normas legais.

Em relação às formas de produção de crepes, elas costumam acontecer de três maneiras diferentes: por meio de uma panela de crepe, uma chapa ou uma máquina.

Panela de crepe

A panela de crepe é a opção mais barata. Também é muito fácil de ser usada, porém, demanda de um fogão à gás de duas bocas. O crepe feito na panela é o mais tradicional encontrado nas ruas brasileiras: de comer no palito.

Chapa para crepe

A chapa para crepe é a opção mais cara. Ela geralmente não faz o crepe tradicional no palito, mas outro tipo: o redondo com recheio no meio. Este é um crepe servido dobrado no formato de uma tapioca.

Máquina de crepe

A máquina é mais barata que a chapa e mais cara que a panela, mas talvez valha mais a pena por te auxiliar a preparar o crepe de maneira rápida e fácil.

Existem as máquinas grandes e pequenas, e dependendo do valor que você tem para o investimento inicial compensa adquirir a grande, para não ter que trocar em um futuro próximo quando a sua demanda de pedidos aumentar. O crepe feito nessa máquina também é de formato tradicional feito no palito.

Como fazer crepe para vender?

Se você não sabe ainda como fazer crepe, existem muitos vídeos explicativos na internet que te mostram o passo a passo para diferentes receitas. Além disso, você pode encontrá-las também em sites, como nessa publicação do Receiteria com 6 receitas de crepe suíço.

Depois de saber qual receita usar, você deverá pesquisar onde compensa comprar os ingredientes. E além do crepe, você também pode vender bebidas para acompanhamento.

Em relação aos sabores de crepe que você pretende oferecer aos clientes, é recomendado fazer uma pesquisa sobre quais os recheios que costumam ser os preferidos do público.

Tenha um diferencial

Como a venda de crepe se tornou muito comum, você vai precisar fazer a diferença para competir com a concorrência. A primeira forma de se diferenciar é investindo no marketing do seu negócio. Para isso, crie um nome para sua marca e uma logo para representá-la.

Independentemente de seu capital para investimento inicial, priorize criar uma boa aparência no espaço, decorando seu ambiente de vendas, deixando-o aconchegante e atrativo. Além disso, é essencial caprichar na higiene do estabelecimento, utilizando sempre toucas, luvas e até máscaras para o preparo dos alimentos.

Armazene bem os ingredientes para vender sempre um crepe fresquinho para o cliente, pois de nada adianta preencher todos os requisitos importantes se ele não for realmente bom. Utilize apenas produtos de qualidade, e ofereça sempre o melhor ao cliente para conquistá-lo. Essa estratégia inclui desde um crepe feito com capricho até um atendimento atencioso e simpático.

Divulgue sua marca nas redes sociais, distribua panfletos, faça combos promocionais e seja criativo. Esteja sempre de ouvidos abertos para seus clientes, a fim de aprimorar seu negócio e manter em destaque os pontos positivos e diferenciais dele.

Saiba se planejar para vender crepe

Desde o início, trace objetivos para seu negócio. Defina um valor inicial a ser investido e tenha em mente as projeções de gastos. E sempre antes de fazer alguma compra, pesquise quais lugares que oferecem maior custo benefício para seu empreendimento.

Além disso, faça a soma dos gastos e lucros diários para saber questões qual o dia da semana tem maior lucro, quais os dias que você pode oferecer promoções para atrair mais clientes, e médias de lucros diários. Ser organizado com as finanças e compras pode te ajudar a evitar furos de caixa e gastos maiores do que lucros.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário