Como saber quando é a hora certa de contratar?

O mundo do empreendedorismo exige uma série de decisões difíceis para se tomar. Não dá para agir por impulso, é necessário calcular cada passo para não gerar prejuízos para a empresa. Uma pergunta que deve surgir na cabeça da maioria de novos empresários é sobre como saber quando se deve contratar.

Seja para primeiro funcionário ou para aumentar o quadro de colaboradores, essa é uma decisão que deve levar em conta uma série de fatores. Mas se o empreendedor conhecer bem a própria empresa, ele provavelmente saberá reconhecer os sinais.

E se você tem interesse em começar a empreender, conheça as redes de franquias que estão oferecendo descontos para novos franqueados durante Semana do Brasil.

Quando contratar

Quando contratar? Sinais de que você precisa de mais gente na equipe

Conforme já dissemos, há uma série de sinais encontrados na rotina do empreendimento que indicam a necessidade de contratar alguém. Às vezes essa impressão pode surgir para um setor específico, outras para a empresa como um todo.

O segredo é saber reconhecer os sinais para planejar uma resposta rápida. Para isso, é imprescindível conhecer bem o seu negócio e a rotina de produção. Vamos conhecer alguns dos indicadores de que chegou a hora de aumentar a equipe.

Equipe sobrecarregada

Talvez esse seja um dos alertas mais claros de que a equipe está precisando crescer. Se tiver trabalho acumulando, exigindo pressa e mais horas de serviço do que o planejado, e consequentemente desgastando a equipe e atrapalhando o rendimento, é hora de contratar mais alguém.

Esse acúmulo não pode ser ignorado, porque ele tende a prejudicar a qualidade do serviço. Ele pode comprometer o atendimento, atrasar o trabalho, atrapalhar o clima na empresa, e gerar reclamações dos clientes.

Aliás, quaisquer destes problemas mencionados acima também são sinais de que talvez a empresa precise de mais pessoal. Portanto, se te parecer que há sobrecarga de tarefas, considere contratar mais alguém.

Excesso de horas extras

Se você notar que a equipe está fazendo muitas horas extras, seja por solicitação sua ou iniciativa própria, é provável que esteja faltando tempo hábil para concluir o trabalho, e isso é sinal de falta de pessoal.

O excesso de horas extras, além de gerar um custos extras para a empresa, desgasta a equipe. Por conta disso, os colaboradores podem começar a apresentar problemas de concentração, de rendimento, e principalmente de insatisfação.

Manter uma relação saudável no ambiente de trabalho é fundamental, e exigir muitas horas extras pode atrapalhar isso.

Você precisou recusar um trabalho

Este é um sinal bem claro de quando é preciso contratar. Se em algum momento foi preciso recusar um trabalho ou um cliente por não poder dar conta, talvez valha a pena aumentar a equipe para não precisar negar ofertas futuras.

Além disso, é importante ficar atento também sobre a relação desse problema com o desenvolvimento da empresa. Negar uma proposta pode ser sinal de que seu empreendimento está abaixo do nível em que deveria estar no momento.

Falando nisso, se a empresa não estiver crescendo tanto quanto deveria, pode ser que você esteja precisando contratar alguém para te ajudar com isso.

Queda de qualidade e/ou clientes reclamando

Se a qualidade dos seus produtos ou serviços caírem, é fundamental reagir imediatamente e identificar o problema. Além disso, é necessário também ficar atento à qualidade de atendimento e ao feedback dos clientes.

A satisfação do consumidor é termômetro do seu empreendimento. Se notar certa frequência de reclamações, estude as causas para saber se há pessoal suficiente para que o problema seja solucionado a longo prazo.

Aliás, observar o feedback do consumidor é fundamental para saber onde a empresa está falhando e onde ela vai bem.

Você não dá conta de cuidar de toda a burocracia

Se você não estiver tendo tempo para cuidar da contabilidade e das documentações da empresa, por exemplo, talvez seja hora de contratar alguém para te ajudar a fazer o trabalho administrativo.

E o mesmo alerta vale para a situação contrária. Ou seja, se todo o seu tempo na empresa for dedicado para cuidar apenas da burocracia, talvez precise de alguém para te ajudar com isso e te liberar para as demais funções.

Está faltando alguém com habilidades específicas

Fique atento se existe algum setor na empresa com alguém trabalhando “improvisado”, ou seja, fora da área em que tem especialidade – principalmente se essa pessoa estiver acumulando funções, o que pode ser prejudicial à empresa.

Como já dissemos acima, isso compromete a qualidade e rendimento do trabalho e desgasta o colaborador. Sem contar que o ideal é ter sempre especialistas trabalhando em cada área, não é mesmo?

Nesse sentido, outra questão que precisa de atenção é a contratação de freelancers, por exemplo. Caso você costume pagar profissionais autônomos em situações pontuais, avalie a frequência em que há necessidade desse tipo de trabalho e o custo por cada serviço. Dependendo da relação custo-benefício, é possível que contratar em definitivo um profissional da área seja mais vantajoso.

Quando não dá para tirar férias

Se você não consegue tirar e nem dar férias para algum colaborador porque a rotina da empresa não suporta uma baixa na equipe, é hora de contratar. Além de todo mundo precisar de um período de descanso, as férias são direitos fundamentais de todo trabalhador garantidos pela CLT.

E se quem não consegue tirar um tempo para descansar é você, é preciso resolver esse problema também. Pode ser que um aumento no tamanho da equipe te dê condições para tirar uma folga, e a sua saúde agradece.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário