Como fazer palha italiana para vender – Dicas para começar

Pensando em começar um bom negócio culinário? Então, que tal fazer palha italiana para vender e conquistar aqueles consumidores apaixonados por um docinho, hein?

A palha italiana é uma receita que ganhou os holofotes há algum tempo. Sua combinação da receita de brigadeiro com biscoito ou outros ingredientes ganhou o coração dos brasileiros, e hoje o doce já é bastante popular.

Para quem pensa em iniciar um negócio para conseguir renda extra, esse docinho pode render bons lucros. Isso porque o investimento é considerado baixo e cada receita rende uma boa quantidade de mercadorias.

Publicidade

Veja a seguir tudo o que você precisa saber para iniciar o seu negócio de palha italiana e ter sucesso.



Veja também

Produzindo a mercadoria

vender palha italiana

Uma das primeiras coisas que você precisa pensar ao iniciar o seu negócio de palha italiana é no seu produto.

De início o ideal é que você invista em um, no máximo dois sabores de palha italiana até que os clientes passem a conhecer os seus doces.

Publicidade


Publicidade


O mais aconselhável é produzir as versões de brigadeiro preto e brigadeiro branco com a bolacha de Maizena. Esses são os sabores tradicionais e mais fáceis de agradar ao público.

Dessa forma, sua preocupação deve ser em escolher ótimos ingredientes e caprichar na receita. Lembre-se que o seu produto será o responsável pelo seu sucesso. Sendo assim, é primordial que os clientes o aprovem.

Publicidade

Quando você já tiver uma certa clientela poderá começar a produzir outras versões do doce. Alguns exemplos são:

Publicidade

  • Nutella;
  • Amêndoas;
  • Amendoim;
  • Nozes;
  • Biscoito amanteigado;
  • Coco;
  • Entre outros.

Como fazer e vender Palha Italiana

A segunda coisa importante que você precisará decidir é de que forma irá vender os seus produtos.

Para vender palha italiana, assim como doces caseiros gourmets, o empreendedor pode optar por algumas formas tradicionais, no entanto, as duas citadas abaixo são as mais comuns.

Vendas ambulantes

Esse provavelmente é o jeito mais usado por quem está no início de negócio. No caso, os doces são colocados em um recipiente como cesta, caixa de isopor, ou outro, e oferecidos em ruas ou pontos estratégicos das cidades para quem está passando.

É bastante comum que esses vendedores ofereçam seus produtos em negócios locais como escritórios, consultórios médicos, lojas, faculdades, etc. Com isso fica mais fácil conquistar clientes constantes, visto que como vendedor ambulante você pode montar um cronograma e passar com frequência nos mesmos locais.

Apesar de trabalhoso, essa é uma das formas com a qual os vendedores de palha italiana mais faturam.

Vendas em barracas

Outra forma com a qual é possível faturar é com uma barraca de palha italiana.

Esse tipo de formato é mais interessante quando oferecido em feitas gastronômicas visto que de outra forma, a prefeitura da cidade pode não permitir as vendas.

De qualquer forma, você também pode tentar montar uma pequena banca em saídas de terminais rodoviários, metrôs, etc. Porém, o melhor a fazer é tentar conseguir um alvará junto ao órgão público para evitar problemas.

Publicidade

Embalagens para vender Palha Italiana

As embalagens nas quais as palhas italianas serão vendidas também são essenciais, tanto para o coreto armazenamento do doce quanto para a boa apresentação aos clientes.

Esses doces não necessariamente precisam de embalagens super elaboradas. O uso de pacotes de plástico são os mais comuns, e também mais baratos para o empreendedor.

Publicidade

No entanto, uma das coisas na qual o negociante deve investir é em uma etiqueta com a sua marca em cada pacotinho. Nessa etiqueta é ideal que se encontre a logomarca do negócio, o sabor da palha italiana e a data de validade do produto.

Aliás, uma palha italiana tradicional pode durar até 7 dias.

A etiqueta, além de ajudar a fechar o pacote com o doce, também servirá para passar mais segurança ao cliente, além de divulgar o seu trabalho. Se preferir, você também pode colocar os seus contatos nessa etiqueta para clientes que desejem fazer encomendas.

Formalização para fazer palha italiana para vender

Negócios com alimentos merecem sempre um cuidado maior, afinal, qualquer erro pode causar um grande transtorno tanto para o cliente quanto para quem vende.

Dessa forma, é bastante interessante que o empreendedor logo no início do negócio já cogite a ideia de se formalizar. Com a produção, ao menos no início, não deve ser muito grande, é possível abrir um MEI e com ele o negociante consegue uma série de benefícios, entre eles:

  • Emissão de notas ficas para poder vender para outros negócios;
  • Direito a aposentadoria;
  • Auxílio-maternidade;
  • Auxílio-doença;
  • Entre outros.

Você consegue fazer a abertura do seu MEI de forma fácil pelo Portal do Empreendedor. Mas, se tiver qualquer outra dúvida em relação à abertura ou outras questões do seu negócio, busque o Sebrae da sua cidade.

Precificação dos seus produtos

Uma das coisas mais importantes para ter sucesso em negócios de vendas de alimentos é saber precificar os produtos corretamente.

Publicidade

Para algumas pessoas, precificar doces pode ser um desafio visto que não se sabe exatamente quanto cobrar pela mão de obra ou na margem de lucro.

Se esse também é um problema para você, leia esse artigo onde nós explicamos com detalhes como você deve cobrar pela sua produção de doces.

Investimento

Como adiantamos no início do texto, iniciar um negócio de vendas de palha italiana pode ser considerado um investimento de baixo custo.

Publicidade

Sendo assim, estima-se que com um valor inicial de R$ 200,00 já é possível iniciar o seu negócio e começar a faturar com as suas vendas.

Veja também: Como fazer empanadas para vender: Dicas para ter sucesso

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário