Como escolher máquina de cartão? Critérios para definir a melhor

Hoje em dia, ter uma máquina de cartão em seu estabelecimento é algo indispensável para a maioria dos empreendedores. Inclusive aqueles que trabalham de forma autônoma, como revendedores, por exemplo. Mas uma questão que gera muitas dúvidas é como escolher a melhor máquina de cartão para o seu negócio.

Normalmente, o principal fator levado em consideração para a escolha é a menor taxa. De fato, isso faz toda a diferença para definir a melhor para o seu negócio, mas ainda há outras questões para serem definidas.

Por conta disso, listamos alguns critérios que você deve levar em conta na hora de escolher uma máquina de cartão para o seu negócio. E alguns dos aparelhos citados a seguir estão na nossa lista de máquinas de cartão mais populares de 2020, então também vale a pena conferir aquele texto.

escolher máquina de cartão

Pesquise as menores taxas

Começamos justamente pelo critério tido como principal pela maioria dos comerciantes: as taxas no débito e no crédito.

Nesse quesito, a SafraPay oferece as menores taxas em ambas as modalidades de pagamento. A taxa para transações no débito no plano de recebimento em um dia da empresa, por exemplo, é de 1,88%. Enquanto isso, a taxa para vendas no crédito parcelado é de 2,98% mais 1,16% por parcela.

Além disso, a SafraPay conta um sistema de pagamentos instantâneos via Pix, por meio do aplicativo da máquina utilizado pelos clientes. Nas vendas realizadas com esse sistema não há custos para o comerciante, e o dinheiro cai na hora. Se você quiser conhecer melhor as ofertar da empresa, pode conferir nosso texto sobre as máquinas de cartão da SafraPay.

Outra máquina que se destaca pelas taxas de para recebimento em até 30 dias é a C6 Pay. A taxa por vendas no débito é de 1,85%, enquanto as taxas de cartão de crédito são de 3,29%, tanto à vista quanto parcelado.

Prazos para recebimento

Além das taxas, um fator muito importante para se levar em conta é o prazo para receber o dinheiro das vendas. O padrão de cobrança das taxas por parte das empresas é para recebimentos em até 30 dias.

E sobre esse tema, uma questão que deve ser observada é sobre os valores cobrados de quem quer ter acesso antecipado ao dinheiro. Mais uma vez, a SafraPay tem um diferencial nessa categoria, pois não cobra taxa de antecipação por vendas realizadas na modalidade crédito à vista.

Banco associado à máquina

Algumas máquinas apresentam vantagens para quem utiliza outros serviços do banco ao qual elas pertencem. É o caso das maquininhas PagSeguro, por exemplo, que estão entre as mais utilizadas do ano e oferecem vantagens a usuários dos sistemas do PagBank, conforme já explicamos no nosso texto sobre os equipamentos da empresa.

Portanto, um critério que pode se definitivo para escolher a melhor máquina de cartão para o seu negócio é em relação aos serviços oferecidos pelo banco em questão. Além do já citado PagBank, você pode conferir também os benefícios de outros bancos que trabalham com maquininhas, como o C6 Bank e o Banco Safra.

Vendas pela internet

Você também pode pesquisar pelas soluções oferecidas pelas empresas em relação às vendas pela internet, que se tornaram essenciais em 2020.

Um formato de vendas online que vem se tornando tendência, por exemplo, é o de transações por meio das redes sociais. Sobre essa modalidade, a SafraPay oferece aos clientes a opção “Cobrar com link” em seu aplicativo. Com isso, o comerciante compartilha o link de pagamento com o consumidor que só precisa preencher os dados para fechar a transação.

Acessibilidade e abrangência

Algumas empresas disponibilizam máquinas apenas para pessoas jurídicas, ou seja, empresas. Portanto, se você não tem CNPJ ou é Microempreendedor Individual (MEI), confirme se a empresa escolhida tem planos para o seu tipo de empreendimento antes de escolher uma máquina de cartão,

Há instituições financeiras que disponibilizam os serviços de máquinas de cartão para clientes sem CNPJ. Nesse caso, você pode solicitar um equipamento com seu CPF e ter acesso ao portfólio de serviços oferecidos.

Falando nisso, a abrangência de serviços oferecidos para usuários da máquina em si, e não necessariamente dos bancos, também é algo a se levar em conta, assim como a qualidade do atendimento. Por isso, consulte as bandeiras de cartão aceitas pela máquina, e pesquise com outros empreendedores se ela tem boa captação de sinal, por exemplo.

Qual modelo de máquina de cartão escolher?

Depois de definir a empresa com a qual você vai trabalhar, é hora de escolher o modelo de máquina mais adequado ao seu negócio.

Boa parte das instituições oferecem diversos modelos diferentes, cada um sendo indicado para empreendimentos de determinado tamanho. Além disso, há modelos com características específicas, como 4G ou 3G, com ou sem bobina, Bluetooth, chip próprio, pagamento por aproximação, e assim por diante.

Sendo assim, o indicado é que desde o momento em que você estiver procurando a marca de maquininha para adquirir, já vá pesquisando também os modelos específicos. Afinal, pode acontecer de uma empresa valer mais a pena do que a outra por conta de um modelo específico de máquina.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário