Como abrir um posto de gasolina – Investimento e dicas para começar

Abrir um posto de gasolina pode ser o desejo de muitos empreendedores, porém, é necessário saber desde agora que esse é um negócio de alto investimento e que exige um bom conhecimento do mercado econômico para ser bem-sucedido.

A maioria das pessoas acredita que ter um posto de gasolina é sinônimo de riqueza, de alto faturamento e tudo mais. Esse realmente é um negócio que pode gerar muitos lucros, no entanto, uma boa administração é essencial para que o sonho de ter um posto de combustível não se transforme em um pesadelo de dívidas.

A seguir você conhece o que é necessário para investir em um negócio como esse.

Veja também:



Localização e viabilidade

abrir um posto de gasolina

A primeira coisa que o empresário precisa avaliar quando decide abrir um posto de combustível é o local aonde irá se instalar. Mas atenção, postos de combustíveis não podem ser abertos em qualquer lugar.

Esse é o tipo de negócio que precisa estar de acordo com o Plano Diretor Urbano da cidade. Ou seja, é necessário pedir autorização da prefeitura para abrir um novo posto de gasolina e consultar se o local de interesse para instalação é apropriado para a operação desse tipo de negócio.

Para além disso, ao escolher a localização para a avaliação pública é preciso se atentar há alguns detalhes primordiais para o sucesso do empreendimento. Entre esse estão:




Publicidade


  • Ser em área pavimentada;
  • Em ruas de grande circulação ou rodovias com bom tráfego de carros e veículos pesados;
  • Ser de fácil acesso.

Com ou sem bandeira

Outra grande decisão que pode mudar  o modo como você irá montar a estrutura do seu posto de gasolina é se ele será ou não bandeirado.

Para quem não sabe, as marcas Ipiranga, Shell, Petrobrás e outras são chamadas de bandeiras e cada uma delas pode ter algumas exigências em relação a estrutura física do ponto comercial.

Para nível de comparação entre uma ou outra decisão é bom saber que postos bandeirados sempre passam mais confiança ao cliente do que aqueles sem bandeiras. Isso porque o consumidor tem em mente que as companhias parceiras possuem uma fiscalização da qualidade dos combustíveis maior.



Sendo assim, se você optar por ter uma bandeira no seu posto comece a entrar em contato com as principais companhias e comparar as propostas de cada uma delas. No caso, você precisará considerar o tempo de contrato estipulado, porcentagens das vendas dos combustíveis, avaliações de descontos em produtos patrocinados, entre outras coisas.

Montar um posto do zero ou comprar um ponto comercial pronto

Esse é outro ponto que precisa ser avaliado pelo empresário. Montar um posto de gasolina do zero exige um grande planejamento, sendo assim, em alguns casos é possível já comprar um ponto comercial pronto.

Nesses casos é sempre necessário avaliar, acima de tudo, valores. No caso de se montar um posto do zero, apesar do maior trabalho com projeto e outras coisas pode ser que o orçamento geral seja menor do que comprar um ponto comercial já pronto.

É claro que não dá para ter certeza, até porque muitos fatores envolvem o preço de se comprar um ponto comercial como a localização, se é um estabelecimento já com uma carteira de clientes, entre outras coisas.

De qualquer forma, isso com certeza deve ser estudado pelo empreendedor para saber qual das duas opções pode valer mais a pena.

Infraestrutura para abrir um posto de gasolina

Falando da infraestrutura básica para se abrir um posto de gasolina, essa parte provavelmente é a mais trabalhosa de um projeto que começa do zero.

O espaço mínimo estimado é de 900 metros quadrados para uma estrutura em área urbano ou de 5.000 em áreas de rodovia. Nos casos de parceria com companhias bandeiradas é preciso ver se essas estruturas se encaixam.

Entre os equipamentos necessários para o funcionamento do posto estão:

  • Bombas de combustível;
  • Tanques subterrâneos de armazenagem de combustíveis;
  • Compressores de ar;
  • Balança;
  • Outros equipamentos.

Serviços oferecidos

Também é no momento de pensar na infraestrutura que você deve decidir quais serão os serviços oferecidos no seu estabelecimento além do abastecimento de veículos.

No caso, é comum que alguns postos também ofereçam serviços de mecânica, elétrica, borracharia e outros desse tipo. Se a sua ideia for que o seu estabelecimento também tenha esses serviços, será necessário já pensar neles no momento de montar a estrutura do negócio.



Outra coisa comum é o estabelecimento de conveniências que todo posto de combustível tem, porém, que pode ir muito além de uma pequena loja. Em postos localizados em rodovias, por exemplo, outra forma de crescer o faturamento é tendo um restaurante ou lanchonete com variedade para oferecer aos viajantes.

Muitos postos que trabalham com os serviços gastronômicos conseguem se tornar até mesmo referência no local onde operam. Por isso, essa pode ser uma ideia a ser avaliada.

Equipe de atendimento

Ter uma boa equipe a disposição do cliente é algo que não deve ser menosprezado. Lembre-se que, apesar de o seu produto ser de primeira necessidade, seu mercado é muito competitivo e o atendimento é uma das coisas que o consumidor mais considera no momento de voltar ou não a um negócio.

Por tanto, tenha uma equipe bem treinada, tanto no atendimento técnico quanto no atendimento pessoal ao cliente. Preze pela simpatia e empatia dos seus funcionários e com certeza metade dos seus problemas estarão resolvidos.

E por falar em equipe de posto de gasolina, uma equipe básica deve contar com:

  • Gerente;
  • Frentistas;
  • Lubrificador;
  • Atendentes de caixa;
  • Atendentes da loja de conveniências.

A depender dos serviços oferecidos no seu local também pode ser necessário contratar, terceirizar ou fazer parceria com:

  • Mecânico;
  • Borracheiro;
  • Profissional de autoelétrica
  • Cozinheiro;
  • Entre outros.

Documentação para abrir um Posto de gasolina

A parte da documentação para abrir um posto de gasolina é bastante burocrática e precisa da atenção de um contador.

Aqui no site nós temos um artigo que trata sobre esse tipo de documentação e outras obrigatoriedades para se investir em um negócio de combustíveis. Você pode conferi-lo aqui.

Investimento para abrir um posto de gasolina

Como adiantamos no primeiro parágrafo desse artigo, abrir um posto de gasolina exige um alto investimento por parte do empreendedor.

Segundo o Sebrae, é estimado um valor mínimo de R$ 250 mil para se iniciar um negócio como esse, mais os valores de custos fixos mensais que precisam ser calculados pelo empresário.



Dessa forma, como você pode perceber esse não é um negócio que pode ser aberto sem um ótimo planejamento, tanto estrutural quanto de sua operação para que ele realmente compense o investimento.

Veja também: Como abrir um Pet Shop: Investimento e dicas para começar

Aline Resende
Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura do Centro Educacional Uninter. Trabalha na área de comunicação como Social Media e Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para material publicitário.

Deixe seu comentário