Como abrir uma assistência técnica de celular – Dicas e como começar

Segundo dados da FGV (Fundação Getúlio Vargas), o Brasil tem aproximadamente 234 milhões de smartphones, o que representa uma média de mais de um por pessoa. Com tanta gente conectada, abrir uma assistência técnica de celular pode ser um bom negócio.

Entretanto, só entender do assunto e ser um profissional qualificado não são requisitos suficientes para ter um negócio de sucesso no setor. Afinal, um empreendimento exige vários outros conhecimentos para ter chances de prosperar.

Por conta disso, neste texto nós vamos abordar as principais informações para abrir uma assistência técnica de celular e ter boas condições criar um negócio bem sucedido.

abrir assistência técnica celular

Dicas para abrir uma assistência técnica de celular

Antes de abrir qualquer tipo de negócio, é necessário fazer um planejamento detalhado e considerar uma série de requisitos para não se frustrar. Sendo assim, caso você ainda não tenha se planejado em relação a questões como documentação e plano de negócio, recomendamos que leia nosso artigo com um passo a passo para abrir seu próprio negócio.

Falando especificamente de uma assistência técnica de celular podemos destacar algumas dicas importantes para esse tipo de empreendimento.

Em relação ao público-alvo, ele é bem abrangente, pois como já dissemos a maioria das pessoas tem ao menos um smartphone hoje em dia. Sendo assim, uma coisa a se considerar nesse sentido é a demanda para esse tipo de serviço na área onde você pretende atender.

Há outras assistências técnicas na região? Se houver, tente descobrir se elas dão conta da demanda, se os serviços são bem aceitos pelo público, e se elas não são muito afastadas do bairro onde você pretende se instalar, por exemplo. Muitas vezes você pode ganhar clientes iniciais pela comodidade de ter um estabelecimento mais próximo.

Falando sobre localidade, uma das principais vantagens de uma assistência técnica de celular é que você pode abrir seu estabelecimento em um espaço reduzido. Esse não é o tipo de negócio que exige uma loja muito grande, então com uma sala de aproximadamente 10 m² já é possível atender seus clientes. Isso pode representar uma boa economia no valor do aluguel, por exemplo.

Além disso, como o espaço escolhido pode ser menor do que outros comércios, você pode encontrar algo bem localizado por um preço mais em conta. Afinal, mesmo que a sua proposta seja abrir um negócio de bairro, o ideal é priorizar ruas bem movimentadas e de fácil acesso para que os clientes possam chegar até você.

Serviço e atendimento de qualidade são diferenciais

Como já dissemos, além de ser capacitado para prestar o melhor serviço possível para o seu cliente, também há outras questões que merecem sua atenção.

Já apresentamos algumas das principais, como público-alvo e localização, mas há diversas outras. Sobre o plano de negócios, que abrange estas e outras questões, nós recomendamos esse artigo do Sebrae sobre o tema que é bastante útil para novos empreendedores.

Mas outros pontos fundamentais para quem pretende abrir uma assistência técnica de celular incluem conhecimentos específicos e atendimento diferenciado.

Em relação aos conhecimentos específicos, considere a ideia de fazer alguns cursos extras para oferecer serviços que concorrentes ficam devendo. Quanto mais diferenciais sua empresa oferecer, maiores são as chances da clientela aumentar.

Já sobre a questão do atendimento diferenciado, ele inclui questões como ser prestativo com os clientes, demonstrar transparência nos seus serviços e humildade para explicar, ter interesse em oferecer soluções diferentes, e assim por diante. Esse tipo de comportamento passa credibilidade para o público, que volta a buscar seus serviços por confiar no seu estabelecimento.

Além disso, outro ponto que podemos destacar é sobre a divulgação da sua empresa. Planeje estratégias de marketing que você pode adotar para promover o seu negócio, tanto na internet quanto na sua cidade.

Investimentos para abrir uma assistência técnica de celular

O valor do investimento inicial em uma assistência técnica vai variar muito conforme o tamanho planejado para o seu estabelecimento. Mas de modo geral, este é um tipo de empreendimento que requer investimentos baixos em comparação a outros negócios.

Além da estrutura da sua assistência técnica, que inclui custos de aluguel e itens básicos para qualquer tipo de loja, como balcão, mesa, cadeiras etc., há alguns equipamentos específicos deste tipo de negócio.

Entre os equipamentos que você irá precisar para montar a bancada onde fará a manutenção de celulares, podemos destacar:

  • Peças para os celulares, como baterias, display, cabo flat, entre outros;
  • Fonte de alimentação digital regulável;
  • Estação de solta profissional;
  • Chaves, espátulas e pinça;
  • Cuba limpadora ultrassom;
  • Pulseira e Manta antiestáticas;
  • Estufa de cura.

Em relação ao estoque, você pode ter o próprio da sua loja ou comprar peças sob encomenda. Para quem está iniciando, o recomendado é priorizar as encomendas, pois evita o risco de ter prejuízos com peças sobrando.

Entretanto, encomendas fazem o cliente esperar, então mantenha um estoque pequeno com as peças mais importantes, pelo menos. Ou seja, aquelas que têm alta demanda e com certeza não irão ficar sobrando no seu estoque.

Fornecedores

Por fim, é fundamental pesquisar bem sobre os fornecedores para o seu negócio, e trabalhar apenas com aqueles com credibilidade. Afinal, a qualidade do seu serviço está diretamente relacionada às peças utilizadas para manutenção dos celulares.

Portanto, pesquise bem sobre os melhores fornecedores do mercado, tanto em âmbito nacional como regional, pois muitas vezes em alguma cidade próxima há um fornecedor de qualidade que não é tão conhecido porque trabalha apenas regionalmente, por exemplo.

Sobre isso, nós já mostramos aqui alguns dos fornecedores de acessórios de celular para revenda, vale a pena dar uma conferida.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.

Deixe seu comentário