Bolsas Para Revender – atacado ou consignado? Quanto ganha? Dicas para começar

Mesmo com o mundo paralisado por conta do coronavírus, as pessoas continuam manifestando seus desejos de compra, seja de itens pessoais ou pela busca – em menor quantidade – de artigos para presentes (como é o caso do Dia das Mães).

O cenário trouxe muito prejuízo para grandes marcas, principalmente as que existem dentro de shoppings e galerias, que se viram obrigados a fecharem as portas. Por outro lado, beneficiou pequenos e médios empreendedores, que estão mais próximos dos clientes finais.

É o caso de quem revende produtos como cosméticos, calçados, roupas e acessórios, como as bolsas.

Publicidade

Os brechós também vem ganhando espaço nos últimos tempos, aquecidos pela demanda de produtos vintage ou usados, porém com garantia de qualidade e preço baixo.



Neste artigo você encontra dicas se pretende revender bolsas, as melhores opções de compra e se realmente vale a pena investir nesse mercado que continua crescendo entre as mulheres, e acredite, entre os homens.

Como começar a revender bolsas

Antes de sair comprando produtos esperando vendê-los por completo e usufruir dos lucros em pouco tempo, é importante ter uma estratégia de negócios e entender qual  seu público.

Cada pessoa tem uma necessidade, que pode variar entre menor preço e materiais exclusivos. Além disso, definir seu público irá te ajudar a desenvolver um tipo de atendimento adequado para cada um, definindo se será necessário investir em um espaço físico, por exemplo, ou se é possível vender apenas pela internet.

Publicidade


Publicidade


O mercado online tem sido um excelente lugar para quem deseja alcançar um maior número de pessoas em pouco tempo, e é bastante flexível nas possibilidades de venda.

Depois de definir seu público, onde as bolsas serão vendidas e qual sua estratégia, é hora de partir para uma das partes mais importantes: a compra.

Publicidade

Compra por atacado

Esta é uma das formas mais adotadas por quem tem algum tipo de comércio, e costuma ser bastante útil na questão de economizar. A compra por atacado funciona através da compra de um grande número de produtos ao mesmo tempo, mas que normalmente não vão ter uma grande variedade de modelos entre eles.

Publicidade

É indicada para quem já tem algum tipo de comércio mais ou menos estabelecido, ou sabe que o volume de vendas de um certo produto, como as bolsas, vai ser alto o suficiente para cobrir o investimento com o fornecedor e resultar em um lucro satisfatório no final.

Em lugares como o bairro do Bom Retiro, em São Paulo, é possível encontrar bons fornecedores de atacado até mesmo para quem não tem um negócio já montado, e deseja iniciar com uma quantidade razoável de itens até mesmo para não correr o risco de ficar sem mercadoria caso a demanda seja alta.

A melhor estratégia de definir o tipo de fornecedor a escolher realmente vai ser o seu plano de negócios.

Compra consignada

Diferente do atacado, onde o lojista paga por um ”lote” de produtos, independente de vendê-los por completo ou não, a compra consignada é mais indicada para quem deseja iniciar a venda de bolsas, mas não sabe com certeza do volume de vendas que terá.

A maioria dos fornecedores consignados trabalha com um catálogo, onde dispõe os produtos disponíveis e que podem variar de acordo com coleções.

O lojista então realiza as vendas dos produtos, e paga ao fornecedor somente o valor referente aos produtos vendidos. Dessa forma, o seu lucro final depende do total de peças vendidas, mas as chances de ter prejuízo são menores.

Por trabalharem com catálogos, a circulação de produtos costuma ser maior, ou seja, a variedade de escolha acaba sendo maior quando comparada com o atacado.

Se você é um lojista que está iniciando suas vendas agora, ter uma maior variedade de bolsas, de cores e modelos diferentes pode ser uma boa estratégia para entender qual o tipo de bolsa mais chama a atenção dos seus clientes, e investir futuramente em uma compra atacada para esse tipo de item.

Publicidade

Vale a pena vender bolsas?

O mercado de acessórios sempre foi e continua aquecido. Não só pelas lojas já existentes, mas com o crescente número de brechós que nadam na busca dos consumidores por produtos mais sustentáveis, priorizando preço e qualidade.

A internet também virou um mar de ouro para quem quer revender produtos. A combinação de uma boa identidade visual, com informações claras e atendimento otimizado podem render bons frutos aos empreendedores do ramo dos acessórios.

Publicidade

Uma outra novidade é o mercado masculino, que volta a olhar para os acessórios – como as bolsas – de uma forma mais desprendida da questão da rigidez do gênero, abrindo mais possibilidades de vestimenta para eles.

Os públicos são variados, então com certeza vale a pena investir na revenda de bolsas, desde que você desenvolva um planejamento adequado para o seu negócio e o tipo de produto que deseja revender.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

2 comentários

  • Gostaria de saber aonde posso revender bolsas como eu faço pra me cadastrar

  • Quero ser revendedora

Deixe seu comentário