5 passos para vender na internet: aprenda aqui!

Se tornar um revendedor não é uma tarefa tão complicada como antigamente parecia ser, ainda mais com a internet e tantos outros meios de comunicação disponíveis quase que gratuitamente para todos que tem interesse.

Se você já é um revendedor de sucesso, porém quer sempre encontrar outras maneiras de implementar suas vendas, a renda no final do mês e até mesmo ser mais conhecido no ramo, que tal saber 5 passos imprescindíveis para bombar nesse canal de vendas? Acompanhe abaixo.

Veja aqui como funciona a revenda de produtos e ganhe dinheiro!

1 – Vender pelo WhatsApp

5 passos para vender na internet: aprenda aqui!

Use os seus contatos e grupos do WhatsApp para divulgar produtos e promoções. O app é uma boa alternativa de angariar alguns pedidos. Uma vez feita a venda é possível enviar o produto via correios – só não se esqueça de cobrar o valor do frete do seu cliente.

2 – Vender em grupos do Facebook

Entre em grupos de maquiagens, moda, empreendedorismo e tudo mais o que tiver a ver com os produtos que você vende. Use esses espaços para fazer suas ofertas e divulgar seus produtos.

3 – Vender com propagandas do Facebook

3 - Vender com propagandas do Facebook

Já reparou que nem toda postagem que aparece no seu feed são de seus amigos ou páginas que você segue? Então, aqueles anúncios que aparecem no seu Face só estão lá porque alguém pagou por aquilo.

Mais especificadamente, algum anunciante criou aquele conteúdo para te influenciar a fazer uma compra ou acessar a um site. O nome disso é Facebook Ads, uma estratégia que você também pode usar para divulgar seus produtos, promoções ou para prover a sua imagem como revendedor de produtos.

4 – Vender com uma loja online

As lojas online são sites ou plataformas nas quais você deve configurar para vender seus produtos digitalmente. Funciona como uma vitrine virtual na qual a pessoa pode fazer pedidos. Para montar uma loja online você precisará conhecer mais a fundo as políticas de conduta da marca que revende, pois nem todas permitem o uso de e-commerce.

Em contrapartida, há várias marcas que estimulam o uso de lojas digitais, tal como a Natura. A marca possui uma modalidade de revenda virtual na qual o consultor recebe um site pronto que é mantido pela própria empresa via pagamento de pequenas taxas mensais.

Junto com ele, o revendedor recebe um manual de como cadastrar os produtos na plataforma e gerenciá-la. Por fim, os lucros são proporcionais a cada venda e mantém as mesmas porcentagens de ganhos que a revenda porta a porta.

O passo a passo do que você precisará fazer, resumidamente, consiste em:

  • Criar um site: Se quiser use plataformas gratuitas como o wix ou wordpress, por exemplo;
  • Cadastrar seus produtos na vitrine: Uma das páginas do seu site precisa ser a vitrine com os produtos e promoções. Quanto melhor configurado com filtros, chamadas e banners estratégicos o seu site tiver, maior é a chance de vender via e-commerce;
  • Divulgue seu site: Informe seus contatos, insira seu endereço da web em suas redes sociais e cartão de visita e tenha ideias para fazer com que as pessoas cheguem até seu site;
  • Gerencie suas encomendas: A medida que os clientes fazem as compras online, será preciso se organizar para despachar os produtos no tempo certo e garantir uma comunicação contínua para que o cliente fique satisfeito. Afinal, quanto menos problemas ele encontrar no caminho, maiores são as chances de voltar a comprar novamente em sua loja virtual.

Atenção: lembre-se de calcular o valor do frete e informar os valores aos seus clientes. Transparência é regra na internet.

5 – Conhecer os métodos de pagamento online

5 - Conhecer os métodos de pagamento online

Para vender pela internet é imprescindível conhecer os métodos de pagamento online. Nesse caso, alguns serviços populares que poderão de ajudar são o PagSeguro, Moip e PayPal.

Essas plataformas podem ser integradas ao ecommerce ou usadas para vendas individuais. A empresa é que fará a ponte entre vendedor e cliente, oferecendo os métodos de pagamento, comunicação entre as partes e avisos para quando a conta tiver sido paga ou enviada. Além disso, essas marcas garantem a segurança de todo o processo.

Para que funcionem, as empresas cobram pequenas taxas que variam conforme a marca e de acordo com o método de pagamento selecionado pelo cliente – no crédito, por exemplo, as tarifas tendem a ser mais altas.

O dinheiro da venda fica armazenado em uma conta virtual no nome do vendedor. Assim, sempre que ele quiser, poderá fazer a transferência para outra conta.

Dica extra: as máquinas de cartão também são recomendadas para quem trabalha com a revenda. Com elas, você poderá aceitar cartão de débito e crédito, o que com certeza te ajudará a vender melhor.

Afinal as pesquisas do Serasa confirmam que a maior parte dos brasileiros gostam de parcelar as compras. Além disso, os estudos também mostram um crescimento rápido da preferência pelo cartão de débito em detrimento do dinheiro físico.

O que mais você precisa saber para se tornar um revendedor de sucesso?

Toda pessoa pode ser revendedora de produtos, mesmo tendo de enfrentar a timidez ou a dificuldade em organizar finanças, por exemplo. Contudo, isso não quer dizer que algumas habilidades não precisarão ser trabalhadas, afinal, o trabalho com as vendas diretas também exige empenho para dar resultado.

Veja aqui motivos para se tornar revendedor o quanto antes!

Entretanto, alguns pensamentos e pré-julgamentos sobre si mesmos podem dificultar muito esse processo de aprendizagem. Pense como você poderá aprender a cobrar seus clientes se na sua cabeça algo lhe diz que “nunca irei conseguir sucesso” ou que “não sou boa com vendas”?

O que mais você precisa saber para se tornar um revendedor de sucesso?

É justamente por isso que um passo importante que precisa ser dado é acreditar em si mesmo e no seu potencial, porque por mais que não tenha todas as habilidades que um vendedor precisa ter desde o início poderá desenvolvê-las ao longo do caminho.

Para facilitar o seu desenvolvimento como revendedor não tenha vergonha e nem medo de contar com a dica dos outros, ou seja, participe de grupos de revenda, vá nas reuniões de equipe, tenha o hábito de ligar para as marcas quando precisar tirar uma dúvida e conte com dicas de plataformas especializadas, como o Revendedor.com.br para adquirir ainda mais conhecimento.

Outro ponto importante é que na medida que se torna um revendedor é preciso dedicar uma parcela do seu tempo para fazer as vendas, ir atrás dos clientes, criar propagandas, fazer pedidos, entre outras atividades características desse nicho de trabalho.

Trabalhar em casa exige responsabilidade, afinal, a tentação de fazer outra coisa ao invés de realizar as suas atividades da revenda será grande. Por isso, determine horários e estratégias que te ajudem a separar a hora do trabalho das demais tarefas que você tem para fazer no seu cotidiano.

Deixe seu comentário