5 coisas para plantar na horta para vender

Possui um terreno com espaço suficiente para montar uma horta e quer aproveitá-lo para plantar alimentos e vendê-los? Então, confira este post que traz 5 coisas para plantar na horta para vender e ter boa lucratividade.

coisas para plantar na horta para vender

1. Alface

Plantar alface é uma excelente alternativa para quem quer cultivar em hortas. Trata-se de uma hortaliça que possui variedades que preferem temperaturas frias, amenas e quentes, atendendo diferentes regiões.

Suas mudas podem ser plantadas em vasos, se tiver um local com boa luminosidade, e não se tem muito trabalho com o cultivo. Além disso, não se trata de uma hortaliça que demanda cuidados complexos ou custos elevados.

Publicidade

A colheita acontece entre 55 e 130 dias após a semeadura, o que significa que conseguirá ter um retorno de investimento em um curto prazo. Vale lembrar que alface tem uma alta demanda no mercado, o que contribui para ter boas vendas.



2. Cenoura

A cenoura é uma excelente alternativa para cultivo em hortas em regiões de temperaturas amenas, embora existam variedades que resistem bem a climas mais quentes.

Mesmo assim, recomenda-se plantá-la entre as estações de outono e inverno para conseguir uma boa produtividade. As sementes são colocadas na terra, porque o vegetal não suporta o processo de transplante.

É muito importante que o canteiro receba uma boa luminosidade durante parte do dia e a irrigação da cultura seja regular para manter o solo úmido. Evite o excesso de água porque ele pode apodrecer as raízes.

Publicidade


Publicidade


O período de colheita acontece entre 60 e 120 dias depois da germinação, portanto, o prazo é curto, assim como acontece com a alface. Durante a produção, é essencial remover plantas invasoras, para ter uma boa produtividade.

3. Rúcula

A rúcula prefere climas amenos, com temperaturas que variam de 16ºC a 22ºC, por isso se recomenda que seu plantio ocorra de março a julho.

Publicidade

Normalmente não se trabalha com mudas ao plantar rúcula, mas sim se faz o plantio com sementes colocadas diretamente no solo, de maneira superficial (até 0,5 centímetros).

Publicidade

Quer fugir do tradicional e trabalhar com mudas de rúcula? Então, saiba que dá para plantar a verdura em sementeiras e fazer o transplante quando a muda estiver com 5 centímetros de altura. Mas, é muito importante ter o máximo de cuidado para não danificar as raízes.

Se optar por plantar rúcula no outono e inverno, recomenda-se que a cultura receba incidência direta do sol o dia todo. Caso plante no verão, utilize sombra parcial nas horas mais quentes.

A irrigação deve ser frequente para deixar o solo úmido. Depois de 20 a 65 dias da semeadura já dá para iniciar a colheita. Se antes disso surgirem plantas invasoras, faça a limpeza necessária.

4. Couve

A couve pega melhor e tem um excelente desenvolvimento no outono e inverno, devido às temperaturas baixas. Já o calor pode danificar suas folhas, reduzindo o crescimento, bem como seu sabor.

O plantio normalmente é por sementes diretamente no solo, com profundidade de um centímetro. Também dá para fazer em sementeiras, com transplante de mudas quando atingirem 10 centímetros de altura.

Outra opção de cultivo é por brotos laterais que são retirados de plantas adultas, com posterior transplante no canteiro.

Um detalhe é muito importante: o local deve ter bastante luminosidade! O solo deve ficar úmido, mas não encharcado, para não apodrecer a couve.

Cortar a ponta do caule principal ajudará a manter a couve com tamanho e altura adequados, além de facilitar a colheita e estimular o desenvolvimento de brotos laterais. Depois de 70 a 110 dias do plantio já dá para iniciar a colheita.

Publicidade

5. Tomate cereja

O tomate cereja prefere temperaturas entre 20ºC e 26ºC, alcançando boa produtividade nessas condições. O plantio das sementes é no solo ou sementeiras (neste caso, o plantio é feito quando as mudas atingem entre 15 e 25 centímetros de altura).

O tomateiro precisa ser escorado para ter um bom desenvolvimento, podendo utilizar varas de madeira ou de bambu, sempre com amarrações feitas de maneira cuidadosa, para não danificar a planta.

Publicidade

Para ter uma excelente produtividade é essencial que o tomateiro receba bastante luminosidade. A irrigação deve manter o solo úmido, não encharcado. Geralmente, inicia-se a colheita entre 90 e 100 dias depois do plantio e o tomate não precisa estar maduro para começá-la.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário